InícioPolicialApós 18 anos Pablo acusado de arrastar e matar garota de programa...

Após 18 anos Pablo acusado de arrastar e matar garota de programa vai a júri

- continua após a publicidade -

Acusado de arrastar uma garota até a morte, Pablo Russel Rocha vai a júri popular nesta quarta-feira (29), em Ribeirão Preto (SP), 18 anos após o crime.
Ele chegou a ser preso, mas obteve um habeas corpus em 2001.

Segundo o Ministério Público, Selma Heloísa Artigas da Silva, conhecida como Nicole, que tinha 21 anos, ficou enroscada ao cinto de segurança da caminhonete de Rocha, quando tentou deixar o veículo após uma discussão entre os dois, em 1998.

O empresário, teria dirigido por dois quilômetros com a vítima sendo arrastada. Um laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontou ainda que Nicole estava grávida quando morreu.

A Promotoria argumenta que houve a intenção de matar – homicídio doloso.
Já a defesa sustenta que a morte foi um acidente.

“Essa é a possibilidade de demonstrar, no plenário do júri, que é o tribunal adequado, porque não são os juízes que julgam, e sim os juízes leigos, os jurados, que o Pablo é inocente, que aconteceu um acidente. Trágico, mas foi um acidente”, disse o advogado Sergei Cobra Arbex.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

O julgamento está marcado para às 10h, quando cinco testemunhas são esperadas: três de acusação e duas de defesa. Também estarão disponíveis o cinto de segurança, a roda e a capa do pneu do veículo que arrastou Nicole, além de roupas da vítima, fotografias do laudo e do mapa apresentadas pela defesa.

Para evitar um novo adiamento – o júri já foi remarcado quatro vezes – o juiz Giovani Serra Azul convocou um defensor público para substituir os advogados de defesa, caso eles não compareçam.

O plenário será composto por sete jurados, que avaliarão se procedem as acusações de homicídio doloso com agravantes de meio cruel, recurso que impossibilitou defesa e motivo fútil. Em caso de condenação, os crimes podem resultar em pena de 12 anos de prisão.

Quase uma vida’, diz promotor
pablo_1A nova data do júri popular está confirmada desde abril, depois de a sessão ser suspensa por recursos ajuizados pela defesa. O julgamento foi adiado pela primeira vez em 17 de maio de 2012, após o advogado Sergei Arbex deixar a sessão e alegar que o juiz negou a utilização de novas provas.

No júri desta quarta-feira, a argumentação dele será em torno dos elementos que evidenciem a intenção do empresário em matar a garota.

O advogado Sergei Cobra Arbex nega a intenção de adiar o julgamento durante o processo. Segundo a defesa, os recursos foram ajuizados em função de supostos abusos praticados por magistrados contra seu cliente.

A defesa alega que a moça acabou caindo do carro e ele parou depois, quando percebeu que isso tinha acontecido.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

O sonho acabou: Doria foi chutado pelo PSDB

@jdoriajr se o sonho acabou, procure a próxima padaria, de preferencial na China.

Varíola do macaco: O que é essa doença?

Ao todo são 80 casos confirmados em 12 países, argentina já tem caso e todos os continentes foram atingidos. Como se proteger e quais os riscos. Confira aqui

Enxaqueca requer tratamento médico, alerta neurologista

Você pode ser atendido sem fila, sem sair de casa e com acompanhamento medico, evitando assim o uso de medicamentos desnecessários

Oportunidade: 143 vagas de emprego abertas nesta semana

Entre as oportunidades estão cargos como cozinheira, motorista, auxiliar de escritório, vendedor, barista, garçom, cabeleireiro, nutricionista, entre outros.

60 anos esperando titulo Comercial pode sair da fila

Com acesso garantido, Comercial busca 1º título de uma divisão de Paulista em 64 anos. O time terá força máxima no primeiro jogo da final, sábado às 19h, em Bauru
- PUBLICIDADE -