InícioMundoHoje ao por do sol inicia-se o Rosh Hashanna, ano novo Judaico

Hoje ao por do sol inicia-se o Rosh Hashanna, ano novo Judaico

Houve 5.780 feriados de Rosh Hashanna desde a criação do mundo, e RABINO PROEMINENTE avisa: ESTE SERÁ O ÚLTIMO ANO NOVO, SEM O MESSIAS

- continua após a publicidade -

Houve 5.780 feriados de Rosh Hashanna desde a criação do mundo, mas se a previsão de um rabino proeminente se provar verdadeira, em apenas algumas semanas, Rosh Hashanna número 5.781 será muito especial.

O rabino Shalom Arush, um rabino israelense de Breslov e fundador das Instituições Chut Shel Chessed, fez um anúncio totalmente atípico: em 18 de setembro, os judeus celebrarão o último ano novo sem o Messias.

arquivo

“Eu vou dizer a você com certeza que Hashem (Deus, literalmente ‘o nome) nos ajudará a nos encontrarmos depois de Rosh Hashanna”, Rabi Arush disse em uma entrevista na semana passada. “E lembre-se bem do que estou lhe dizendo, que este Rosh Hashaná será o último sem Mashiach (Messias). E pode muito bem ser que neste Rosh Hashanna o Messias seja revelado. ”

O rabino enfatizou que nunca havia feito tal declaração antes.

“Qualquer um que me conhece sabe que por mais de 40 anos estou ensinando e nunca falei sobre o Messias”, disse o Rabino Arush. “Mas essas coisas são claras e todos veem. Não posso explicar, mas por favor, não perca isso. Porque este ano, você receberá presentes como nunca antes. ”

arquivo

O rabino então discutiu a tradição de Breslov Chasidim de viajar para o cemitério do Rabino Nachman em Uman, Ucrânia, em Rosh Hashanna. No ano passado, mais de 30.000 judeus chegaram à cidade de Uman para o feriado.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Devido às restrições de viagens da pandemia, os governos israelense e ucraniano emitiram declarações dizendo que proibirão qualquer pessoa de viajar entre os dois países. O Ministro do Interior ucraniano, Arsen Avakov, disse que a reunião em massa poderia criar um grande aumento nas infecções por COVID-19, espalhando-as entre os peregrinos e também entre a população local.

O rabino Arush insistiu que este ano seria sem precedentes.

“Sei que no céu eles vão me perguntar sobre cada palavra que estou dizendo agora”, disse o rabino Arush. “Eu não posso simplesmente dizer coisas sem as significar. Este ano, as pessoas vão receber ótimos presentes. Estou dizendo a todos, não perca isso. Faça o esforço. Não há nada a temer. Nossos sábios nos disseram que os emissários enviados para cumprir uma mitsvá (mandamento da Torá) nunca são prejudicados: nem no caminho, nem quando estão cumprindo a mitsvá, e não a caminho de casa. E isso é até para uma pequena mitzvah. ”

O rabino novamente elogiou aqueles que viajaram para Uman para Rosh Hashanna.

fontes: breakingisraelnews.com

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Seleção feminina de futebol bate a Zâmbia e pega o Canadá nas quartas

Invictas na competição, com vitória contra a China na estreia por 5 a 0 e empate com a Holanda por 3 a 3

FMI melhora previsão de crescimento do Brasil, para 5,3% em 2021

Previsão impulsionou estimativa de alta para América Latina e Caribe

Agressor terá que pagar gastos com tratamento a animal vítima de maus-tratos

Lei que responsabiliza autor de agressões a arcar com o custeio de cuidados é sancionada

Vacina: Profissionais de saúde entre 35 e 59 anos segunda dose

Serão disponibilizadas 4 mil vagas para vacinação que acontecerá na terça-feira, dia 3 de agosto

Homem completamente vacinado, voltou da China, ficou no hotel de quarentena e quando saiu descobriram que tinha Covid

Caso ocorreu na Austrália. A diretora de saúde, Jeannette Young, disse que ele teve três testes negativos antes de sair da quarentena.
- PUBLICIDADE -