InícioMundoCinco mortes confirmadas após tiroteio em jornal nos Estados Unidos

Cinco mortes confirmadas após tiroteio em jornal nos Estados Unidos

- continua após a publicidade -

Cinco pessoas morreram e várias ficaram gravemente feridas devido a um tiroteio que aconteceu hoje (28) no Capital Gazette, um jornal diário em Annapolis, no estado de Maryland. A confirmação sobre o número de vítimas foi divulgada no fim da tarde pela polícia local

Autoridades também confirmaram que um suspeito foi preso no local, mas sua identidade ainda não foi revelada.

O incidente ocorreu dentro do escritório do Capital Gazette, um jornal diário histórico da cidade. A área permanece isolada. Annápolis se localiza a 50 quilômetros na área metropolitana da capital Washington.

O governador do estado, Larry Logan, escreveu no Twitter: “Absolutamente arrasado em saber dessa tragédia em Annapolis”. Ele também pediu que a população da região atenda aos pedidos de manter distância do local.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

O presidente Donald Trump escreveu no Twitter após ser informado sobre o tiroteio. “Meus pensamentos e orações estão com as vítimas e suas famílias. Obrigado a todos os primeiros socorros que estão atualmente no local”.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Rayssa Leal, a Fadinha, fatura prata no skate street em Tóquio 2020

Com apenas 13 anos atleta é a mais jovem na história a conquistar uma medalha para o país

De virada Fogão vence o Ituano e cola no G-4

Com a vitória, o Pantera chegou a 16 pontos —mesma pontuação do Ituano, quarto colocado

Olimpíadas de Tóquio: Oitavas do surfe começam neste domingo com quatro brasileiros

Medina, Italo, Silvana e Tatiana caem na água a partir das 22h

Olimpíadas de Tóquio: Rebeca Andrade dá show e se classifica para três finais

Ginasta vai brigar por medalhas no solo, individual geral e salto, Flávia Saraiva conseguiu a vaga na final na trave.

Universidade federal terá cotas para detentos, ex-presidiários e refugiados

Ser bandido virou bom negocio no Brasil, com aplauso do PSOL a decisão penaliza o cidadão de bem
- PUBLICIDADE -