Início Mundo China condena jornalista por cobrir o surto de covid-19

China condena jornalista por cobrir o surto de covid-19

Zhang Zhan viajou a Wuhan e publicou informações sobre a evolução da doença na cidade onde o coronavírus surgiu

- continua após a publicidade -

O Partido Comunista da China (PCC) condenou nesta segunda-feira, 28, uma jornalista pela cobertura que ela fez sobre o surto de covid-19 em Wuhan, onde o coronavírus foi descoberto.

Zhang Zhan, de 37 anos, vai passar os próximos quatro aniversários na cadeia. Isso porque, no início deste ano, a profissional divulgou nas redes sociais a situação caótica dos hospitais da cidade, publicou dados acerca da evolução da doença e criticou a forma como a ditadura chinesa estava lidando com o patógeno.

Em razão disso, Zhang foi detida em maio e enviada a um centro de detenção em Xangai sob denúncia de “provocar distúrbios” — essa é uma terminologia frequentemente utilizada contra os opositores do regime do secretário-geral do PCC, Xi Jinping. Além disso, a Justiça do país acusou a jornalista de ter publicado fake news na internet.

FOTO DIVULGAÇÃO

Conforme o advogado de Zhan, Ren Quanniu, ela parecia “abatida” durante o proferimento da sentença.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Jornalistas e diplomatas estrangeiros que compareceram ao tribunal de Xangai, em que a Zhan foi julgada, não puderam entrar na sala de audiências.

Em entrevista à agência de notícias Associated Press, a defesa manifestou preocupação com o estado de saúde da cliente.

Em junho, ela iniciou uma greve de fome por causa da prisão provisória, conforme noticiou Oeste. Zhan não é a única profissional de comunicação na mira do PCC, outros três jornalistas — Chen Qiushi, Fang Bin e Li Zehua — detidos devido à cobertura do surto de coronavírus aguardam julgamento.

A ditadura chinesa frequentemente condena os opositores durante as festas de fim de ano, quando diminui a atenção do resto do mundo.

arquivo

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

COVID-19 atinge natalidade e Cartórios de Ribeirão Preto registram o menor número de nascimentos em janeiro

Nove meses após o primeiro mês com a pandemia instalada no Brasil, casais optam por não ter filhos e número de registros de nascimentos atinge o menor patamar, em relação à 2020

Renault anuncia investimento de R$ 1,1 bi no Brasil

O anúncio foi feito pelo presidente da Renault do Brasil, Ricardo Gondo, ao governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Jr.

Varejo do Brasil perdeu 75 mil lojas em 2020

O número é o saldo entre abertura e fechamento, São Paulo esta em primeiro lugar em fechamentos definitivos.

OMS condena o lockdown: não salva vidas e faz os pobres muito mais pobres

O Dr. David Nabarro, da OMS, apelou aos governantes para pararem de “usar lockdown como seu método de controle primário” do vírus da Covid....

Prouni abre inscrições para lista de espera nesta segunda-feira

Candidatos têm até terça-feira para manifestar interesse
- PUBLICIDADE -