InícioLazer e CulturaMorre aos 56 anos o produtor musical C. E. Miranda

Morre aos 56 anos o produtor musical C. E. Miranda

- continua após a publicidade -
Carlos Eduardo Miranda, conhecido como Miranda, jurado do programa “Ídolos”, no SBT, morreu por volta das 20h desta quinta-feira (22) depois de sentir uma forte dor de cabeça.
O produtor musical teria sentido uma forte dor de cabeça. Em seguida foi para o quarto e sentou-se na cama, onde veio a falecer. Miranda morre aos 56 anos e deixa mulher e uma menininha recém-nascida.
Miranda ficou famoso por atuar como jurado em realities de talentos como Ídolos, Astros e Qual é o Seu Talento. Natural de Porto Alegre, ele chamou a atenção no cenário musical nos anos 1980 ao lançar grupos famosos como O Rappa, Skank e Raimundos.
No Facebook, o grupo Skank soltou um comunicado lamentando a morte do produtor musical. “O grande Carlos Eduardo Miranda foi uma figura seminal na nossa história.
- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Vacinação: Agendamento para profissionais da educação com 45 anos ou mais (1ª DOSE) será aberto nesta terça-feira(15)

Serão disponibilizadas 900 vagas; vacinação acontecerá na quarta-feira, dia 16 de junho a partir das 8h

Enem: aberto prazo para quem teve isenção de taxa de inscrição negada

O período de recurso vai de hoje até o dia 18 de junho

Morre Antonio Renato Prata, um dos fundadores da Festa do Peão de Barretos

Pecuarista tinha 92 anos e foi o primeiro a presidir clube Os Independentes, que organiza festa. Pratinha criava gado e tinha paixão por cavalo quarto de milha

Copa América: Neymar se destaca, e Brasil vence Venezuela em estreia

Jogo disputado no estádio Mané Garrincha, em Brasília. Confira como foi o jogo e os gols.

Hoje é dia de Santo Antonio: Veja simpatias mais populares

Neste domingo (13), é celebrado o dia do chamado 'santo casamenteiro'. Se você passou o sábado (12) sem ter com quem comemorar o Dia dos Namorados, o Em Ribeirão separou algumas dicas para, quem sabe, mudar o cenário em 2022.
- PUBLICIDADE -