Início Lazer e Cultura Jovem ribeirão-pretano recebe suportes de David Guetta, Hardwell, Martin Garrix, Sander...

Jovem ribeirão-pretano recebe suportes de David Guetta, Hardwell, Martin Garrix, Sander van Doorn, Tiësto

Skullwell nascido e criado em Ribeirão Preto, jovem talento impressiona seja pela pouca idade (21 anos), o tempo de carreira (quase 10 anos)

- continua após a publicidade -

Skullwell nascido e criado em Ribeirão Preto, o jovem talento impressiona seja pela pouca idade (21 anos), o tempo de carreira (quase 10 anos) ou os resultados estratosféricos que coleciona.

Skullwell estreou na holandesa Doorn, um dos braços da gigante Spinnin’ Records, com direito a clipe e suportes de alguns dos maiores nomes da e-music mundial.

Skullwell, um dos produtores mais jovens em ascendência na cena eletrônica nacional, junto ao duo italiano de House Progressivo, Promise Land, lançou recentemente mais um hit: “Feel my Body”.

A música ganhou como habitat a gravadora holandesa Doorn, da gigante Spinnin’ Records, comandada por Sander van Doorn que não só agregou a música em sua label, mas também é um dos grandes reverberadores dela, assim como Afrojack, Blasterjaxx, David Guetta, Fedde le Grand, Hardwell, Martin Garrix e Tiësto.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Além da celebração pela conquista da label e os suportes de peso, a música alcançou o terceiro lugar do Trending Tracks — gerado pelos 50 maiores rádios shows do mundo na plataforma do 1001tracklists; e em menos de uma semana, o 21º lugar no TOP 100 músicas de Future House do Beatport. Também ganhou um clipe gravado em Detroit, nos Estados Unidos, que conta com a dançarina de Shuffle Brooke Klimek, filmado por Audriana Kline e editado por Filipe Teles.

Essa parceria de êxito não é novidade, já que em outubro do ano passado, o produtor brasuca lançou em colaboração com o duo a faixa “My my my”, pela Hexagon Records de Don Diablo. Assim, Skullwell se tornou o primeiro artista brasileiro a integrar a label e, de quebra, a música ainda entrou para o “The Magical 500” do Tomorrowland, uma votação que o festival promove para escolher as 500 melhores músicas do ano (que são integradas em uma playlist), feito conquistado por apenas 9 brasileiros.

Pedro é o rapaz de 21 anos que por trás do alter-ego artístico Skullwell, dia após dia ocupa — astuciosamente — o seu lugar ao brilhante Sol que é a indústria musical.

Não à toa, coleciona passagens por palcos como Green Valley, P12, El Fortin, Park Art e XXXperience; além de lançamentos pela Sony Music e a incrível Bunny Tiger de Sharam Jey.

Além de proeminentes conquistas, o jovem produtor que foi envolvido pela música há 10 anos, há três meses tornou-se empresário em consequência do nascimento de sua label fundada ao lado de Leandro da Silva, a Tomorrowbeats.

SERVIÇO

Música AQUI

Site

Redes sociais: Facebook, Instagram, Soundcloud, Twitter e YouTube.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Entidade pede ao STF liberação de cocaína para combater Covid-19

Ivermectina, cloroquina são um perigo para a saúde, mas a cocaína é a salvação na pandemia.

Governador do Texas Anuncia Fim das Restrições e Abertura Total da Economia

O governador também anunciou o fim do uso obrigatório de máscaras no Texas.

Lira: acordo com governadores destina R$ 14,5 bi para saúde

Será criado grupo para acompanhar fabricação de vacina no Brasil

Conselho Federal de Medicina Pressiona Conselhos Regionais Que São Contrários aos Lockdowns

Um grupo de mais de trezentos médicos divulgou um manifesto afirmando que a direção do Conselho Federal de Medicina tem pressionado os conselhos regionais

Número de bilionários dispara na China durante a pandemia

Eles espalharam os pregos na estrada e vendem o remendo, o mundo agradece enquanto eles ficam mais poderosos.
- PUBLICIDADE -