InícioLazer e CulturaCarna Folia arrecada duas toneladas de alimentos

Carna Folia arrecada duas toneladas de alimentos

- continua após a publicidade -

O “Carna Folia” arrecadou duas toneladas de alimentos com o evento que foi realizado neste último domingo, 31 de março, em Ribeirão Preto. As doações, coletadas durante a entrada da festa, foram destinadas à ONG Prato Cheio.

A festa de Carnaval ocorreu após ter sido cancelada no início do mês de março. “O evento reuniu cerca de três mil pessoas. Tivemos dois palcos e foi bem legal. Foram mais de 15 atrações ao longo do dia. O resultado foi positivo e vai ajudar muitas pessoas que precisam”, disse Jonatthan Marllon, um dos organizadores.

A instituição beneficiada, que auxilia famílias e pessoas em situação desfavoráveis, fica na Rua Mauro Vendrusculo, no bairro Ribeirão Verde. Os telefones para contato são: (16) 98227-4459 e (16) 98840-6975.

 

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Vacinação: Agendamento para pessoas com 43 a 59 anos será aberto nesta quarta-feira (23)

Serão disponibilizadas 21 mil vagas; vacinação acontecerá na sexta-feira, sábado e segunda-feira, dias 25, 26 e 28 de junho

Receitas de sopas e caldos para fortalecer a imunidade nesse inverno

Gripe, asma, bronquite, sinusite e até pneumonia costumam ser mais comuns nessa época do ano - além de ainda estarmos em pandemia, sempre com o risco de contaminação do vírus da Covid-19.

Brasil antecipou mais de 16 milhões de doses de vacinas

Tem governador de calça colada, fazendo campanha dizendo que esta adiantando a vacinação, só não conta que isso é possível por conta do governo federal

Pediatra ensina receitas criativas e saudáveis para uma Festa Junina em casa

Junho chegou e, com ele, a lembrança das Festas Juninas que, mais uma vez, precisaram ser adiadas devido à pandemia.

‘Araraquara vive situação de pós-guerra’, afirma presidente da Ceagesp

“Havia pessoas passando fome, tendo de comer animais domésticos”, lamentou. “A situação que eu vi, na cidade, é de pós-Guerra.
- PUBLICIDADE -