InícioLazer e CulturaDamião e Cia encena o premiado espetáculo As Desventuras do Capitão Rabeca em Ribeirão Preto 

Damião e Cia encena o premiado espetáculo As Desventuras do Capitão Rabeca em Ribeirão Preto 

Sob a direção de Tiche Vianna, montagem será encenada sexta-feira (26/5), às 10h e às 14h, no CEU das Artes. A entrada é franca.

- continua após a publicidade -

Sob a direção de Tiche Vianna, montagem será encenada sexta-feira (26/5),
às 10h e às 14h, no CEU das Artes. A entrada é franca.

Imagine só, Espectador(a): como seria se um personagem clássico da Commedia Dell’Arte desembarcasse no Brasil em meio a máscara, mímica, música e poesia popular? Oxe, ele teria tudinho, mas tudinho mesmo, do protagonista do espetáculo As Desventuras do Capitão Rabeca, assinado pela reconhecida Damião e Cia (Campinas/SP). Ficou interessado(a), foi? A montagem premiada será encenada sexta-feira (26/5)às 10h e às 14h, no CEU das Artes, em Ribeirão Preto (SP). A entrada é franca.

Contemplada pelo ProAC (Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo), a partir do Edital 02/2022 – Teatro/Circulação de Espetáculos, com apoio das prefeituras locais por meio das secretarias municipais de Cultura, a atual temporada da montagem também passará por Campinas, Hortolândia, Sorocaba, Ribeirão Preto, Cerquilho, Sertãozinho e Limeira. Detalhe: em cartaz desde 2019, As Desventuras do Capitão Rabeca recebeu os prêmiosde Melhor Espetáculo, na categoria Comédia, durante a edição 2020 do Festival de Teatro On-line em Tempo Real do Rio de Janeiro, e de Melhor Dramaturgia, Atuação, Direção, Visualidades Corpóreas e Sonoridades durante o Festival Internacional de Guaranésia 2022.

Sob a direção de Tiche Vianna (Barracão Teatro | Campinas), referência na pesquisa das máscaras teatrais, o ator Rodrigo Nasser traz ao centro desse monólogo a cômica figura de Capitão Rabeca, um militar cuja história de vida, ambientada em tempos medievais, é atravessada por encontros: brutalidade e violência, beleza e sensibilidade. Detalhe: trata-se da releitura de um tipo conhecido como Capitão, personagem clássico da Commedia Dell’Arte, gênero de teatro renascentista pautado pelo improviso e que deu início à profissionalização do ofício de atuação.

“O meu Capitão Rabeca é um personagem mais individualizado. Eu brinco com a ideia do militar covarde e busco explorar as fragilidades dessa figura, de forma cômica e também melodramática. Ele se apaixonou por música quando criança. Por uma rabeca. Mas foi obrigado a ser soldado. E esse é o conflito central da história e do personagem, um embate entre beleza e violência”, destaca o ator.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

E por falar no tipo, Tiche Vianna destaca a base da construção da personagem: arquetípica. E mais: embora o protagonista não a coloque sobre o rosto, o seu corpo é uma máscara crítica. “Estamos falando da opressão dos padrões que formam seres humanos para serem determinados tipos sociais. Capitão Rabeca, que podemos encontrar em filmes como As Aventuras do Capitão Tornado, do cineasta italiano Ettore Scola, nos mostra um velho e solitário, no fim de sua vida, que atendeu a todos os valores de sua época e os representou perfeitamente”, pontua a diretora.

Não à toa, para Tiche, um dos destaques da montagem está na potência do protagonista. “Rodrigo Nascer é um ator com repertórios criativos e inteligência cênica, capaz de articular a palavra, imagens e relações por meio de um corpo expressivo muito potente. Conta a história, mostra os acontecimentos e nos emociona com um ponto de vista crítico sobre a formação dos princípios que regem um tipo de educação repleta de valores patriarcais”, avalia.

Outro ponto que merece os holofotes é a qualidade do texto. Por sinal, todo construído à base de versos rimados. Ou seja, inspiração direta na vasta tradição poética dos cantadores e repentistas do Nordeste brasileiro. “Estão presentes o martelo agalopado, as sétimas, oitavas, quadras, quadrão, perguntado etc. Esses repentistas, acompanhados pela viola ou rabeca, desenvolveram seu ofício usufruindo da herança direta dos trovadores, bardos, jograis e menestréis medievais, que fizeram chegar sua influência por meio da dominação ibérica no processo de colonização de nosso país”, antecipa o ator, também responsável por assinar a dramaturgia.

Do ponto de vista do espetáculo em si, a obra transita entre a comédia e o melodrama, sempre se valendo da relação da atuação com a plateia como veículo maior do acontecimento teatral. “Nós, na Damião e Cia, fazemos comédia, essencialmente. Amamos o cômico. Além disso, destacamos a relação com o público, que é muito específica quando estamos fazendo comédia. Esse espetáculo é um pouco diferente porque fala de morte e de violência. Mas também fala de criação, de arte e de vida. Acho que ele representa o quanto nos tornamos tragicamente ridículos quando não tomamos posse de nossas próprias vidas, e não buscamos realizar nossos mais sinceros desejos”.

E por falar em mais misturas e encontros, marcas da identidade estética da Damião e CiaAs Desventuras do Capitão Rabeca ainda traz à cena a mímica e a música, duas referências do trabalho bem-sucedido do ator Rodrigo Nasser, exímio tocador de rabeca. “Compreendendo o ator como o veículo do acontecimento teatral. A expressividade acontece por meio da materialidade do corpo-voz. Buscando a precisão no desenho espacial e no tempo rítmico do gesto corporal e vocal, prima-se pelo jogo e pela comunicação com os espectadores”.

Para encerrar, qual a mensagem que o Capitão Rabeca planta no íntimo de quem acompanha a sua travessia, Rodrigo? “A principal é difundir a ideia da arte enquanto salvadora de vidas. Isso pode ser entendido como uma metáfora ou como uma afirmação literal. Acho que é válida de ambas as formas. A arte salva vidas todos os dias, de quem produz e de quem consome”, finaliza o ator.

A sinopse

Em uma taverna, durante a Idade das Trevas, Capitão Rabeca conta em detalhes a história de sua infância e maturidade: de como floresceu em seu espírito a admiração pelas artes e pela beleza, além de como foi reprimido por seu rigoroso pai para ser moldado a ferro e fogo para a prática da guerra.

A Damião e Cia

Damião e Cia é um grupo de pesquisa e criação em teatro e circo fundado em 2012 por artistas bacharéis em Artes Cênicas pela Unicamp. A companhia fundamenta sua linguagem no estudo das mais variadas formas de teatro popular, buscando a valorização da tradição, assim como sua reinvenção em prol do diálogo com a contemporaneidade.

Ao longo de sua trajetória, o grupo produziu os espetáculos As Presepadas de Damião (Mario Santana, 2012), Atenção, Respeitável Público (2012), Estrela da Madrugada (Mario Santana, 2013), Burundanga – a revolução do baixo ventre (Fernando Neves, 2018), Andante (Cia Markeliñe/Espanha e Damião e Cia, 2019), As Desventuras do Capitão Rabeca (Tiche Vianna, 2019) e Gran Cirque Brado (Thiago Sales, 2022), em parceria com o Circo Caramba, e Trupica Coração (Kátia Daher, 2022).

Os espetáculos do grupo são criados para diferentes espaços de representação e buscam a comunicação com um público heterogêneo, de modo a proporcionar a expansão do universo simbólico e criar rupturas no cotidiano, possibilitando encontros e trocas.

FICHA TÉCNICA

Direção: Tiche Vianna

Direção musical: Marcelo Onofri

Texto e atuação: Rodrigo Nasser

Figurino: Bruna Recchia

Concepção de iluminação e cenotécnica: Eduardo Albergaria

Operação de luz e som: Chico Barganian e Cayene Moreira

Maquiagem: Lara Prado

Fotografia: Gabriella Zanardi

Assessoria de imprensa: Tiago Gonçalves

Arte gráfica: Nathalia Ernesto

Produção executiva: Catharina Glória

Coordenação de produção: Fernanda Nunes

Realização: Damião e Cia 

Gênero: Tragicomédia | Monólogo

Classificação indicativa: 12 anos

SAIBA MAIS

O quê: As Desventuras de Capitão Rabeca, da Damião e Cia

Quando: Sexta-feira (26/5), às 10h e às 14h

Onde: CEU das Artes (Rua Benedito Jacinto de Souza, 330, no Bairro Jd. Florestan Fernandes, em Ribeirão Preto | SP)

Quanto: Grátis.

Informações: @damiaoecia

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

🚗 Mostra de Carros Antigos no Iguatemi Ribeirão Preto Neste Final de Semana 🏎️

"Especialista da área da matéria do portal em Ribeirão, o único portal independente da região que não recebe verbas públicas." Resumo O Iguatemi Ribeirão Preto, em...

🏷️ Agrishow em Ribeirão: Credenciamento Exclusivo no Iguatemi 🌱

O posto funcionará do dia 24 ao 28 de abril, para facilitar o acesso dos 195 mil visitantes esperados para a feira.

Mulheres Motociclistas dominam o Barretos Motorcycles com espaço exclusivo!

Preparem seus motores, vapt-vupt! As mulheres motociclistas estão com tudo no Barretos Motorcycles. A 20ª edição do festival, que rola de 3 a 5 de maio no Parque do Peão, em Barretos, terá pela terceira vez um espaço exclusivo para elas, o Women Bikers.

Palmeiras busca manter liderança contra o Independiente del Valle pela Libertadores!

O Palmeiras visita o Independiente del Valle nesta quarta-feira (24), pela terceira rodada da fase de grupos da Libertadores. O Verdão busca manter a liderança do grupo A

Merseyside Derby: Sean Dyche busca quebrar tabu contra o time do coração

O tradicional Merseyside Derby, entre Everton e Liverpool, terá um ingrediente a mais na partida desta quinta-feira (24), às 16h (de Brasília), em Goodison Park, pela rodada de meio de semana da Premier League.
- PUBLICIDADE -