Início Lazer e Cultura Cultura apresenta nova sede do MIS

Cultura apresenta nova sede do MIS

Museu está sediado no prédio histórico da Casa de Câmara e Cadeia

- continua após a publicidade -

Na manhã desta quinta-feira, 18 de junho, o prefeito Duarte Nogueira visitou a nova sede do Museu da Imagem e do Som de Ribeirão Preto “José da Silva Bueno”, instalado no prédio histórico da Casa de Câmara e Cadeia, próximo ao Palácio do Rio Branco. O imóvel localizado na rua Cerqueira César, nº 371, antigo protocolo geral, foi designado como sede do MIS, requalificado e recebeu o acervo do museu.

A secretária da Cultura, Isabella Pessotti, o diretor de Atividades Culturais, José Venâncio Júnior e o chefe de seção do MIS, Renato Caetano da Silva, guiaram a visita ao patrimônio tombado, passando pela sala de exposições, biblioteca de apoio, sala do educativo, sala de pesquisa, reservas técnicas e laboratório. O imóvel recebeu requalificação com projeto acompanhado e aprovado pelo CONPPAC, mantendo suas características arquitetônicas e possibilitando adequações para garantir a acessibilidade ao público.

“O acervo do Museu da Imagem e do Som de Ribeirão Preto estava há 15 anos salvaguardado na Casa da Cultura, no Mosteiro de São Bento, sem nenhuma utilidade do ponto de vista de exposição e, ao mesmo tempo, sofrendo com as intempéries. Agora, de casa própria, local definido e preparado para isso, para que a população de Ribeirão Preto nas próximas semanas, ou daqui a alguns meses, possa ter acesso a este acervo tão importante para a história da nossa cidade”, declarou Nogueira.

foto arquivo

O chefe do MIS explica que peças estão sendo separadas e higienizadas para a primeira exposição do MIS na nova sede. “Esta exposição falará sobre a história do cinema. As peças tridimensionais, como os projetores, as fotos e os pôsteres passarão por uma curadoria especializada para apresentação ao público. Uma das peças mais antigas do Museu é um projetor datado de 1920”, complementa Renato Caetano.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

O acervo do MIS está sendo catalogado e higienizado pela equipe da Secretaria da Cultura. Além da reserva técnica de peças que contam a história de Ribeirão Preto através da comunicação, o local promoverá exposições e atividades de educação patrimonial para escolas e público em geral.

“A ideia é que façamos um roteiro de visitação do patrimônio histórico e cultural de Ribeirão Preto. Temos neste grande quadrilátero o MIS, o MARP, o Arquivo Público e Histórico, a Biblioteca Sinhá Junqueira, o Centro Cultural Palace e o Theatro Pedro II. Futuramente, o Palácio do Rio Branco também integrará este circuito. As escolas poderão visitar estes prédios e conhecer mais sobre a história da cidade, além também de aprender sobre as Praças Carlos Gomes e XV de novembro, patrimônios tombados da cidade e do Estado de São Paulo”, explica José Venâncio.

arquivo

“A equipe da Secretaria da Cultura tem trabalhado com muita dedicação para devolver o MIS aos ribeirão-pretanos. A designação da Casa de Câmara e Cadeia foi um consenso e, além de valorizar este prédio histórico, possibilita que o MIS componha um roteiro de visitação que proporciona o reconhecimento da identidade, história e memória de nossa cidade”, enfatiza Isabella Pessotti.

foto arquivo
- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Com média semanal abaixo de 100 mortes, SP volta a patamar de abril

Mesmo com a quarentena mais livre, Dados da Secretaria de Saúde e do Centro de Contingência COVID-19 mostram que índice ficou em 91 óbitos na medição desta quarta

Dória dobra o ICMS para diversos setores no Estado de São Paulo para 2021

Para ajustar as contas do Estado de São Paulo em função da pandemia, o governo de João Dória já elegeu quem pagará as contas: os contribuintes e empresários.

Minions invadem o McDonald’s

Em ação inédita, a nova campanha do McLanche Feliz trará Minions e em dobro

Comércio de Ribeirão e região ganha Marketplace para atrair mais clientes, aumentar vendas e estimular a economia local

Trata-se da expansão do projeto Varejo+, iniciativa da CDL e do SINCOVARP. As duas entidades confirmam o lançamento do Shopping Center Online voltado especialmente à MEIs, micros, pequenas e médias empresas.

“Uber do ônibus” acusa Dória de tentar inviabilizar atividade e protesta em frente à sede do governo

Entre as participantes da manifestação está a Buser, maior plataforma do segmento no Brasil, cotada para se tornar, ainda neste ano, um unicórnio (nome dado às startups cujo valor alcança US$ 1 bilhão).