Início Lazer e Cultura Corpo de Gugu Liberato chega ao Brasil para velório na ALESP

Corpo de Gugu Liberato chega ao Brasil para velório na ALESP

O velório de Gugu será aberto ao público e a previsão é que comece por volta do meio-dia

O corpo de Gugu Liberato chegou ao Brasil na manhã desta quinta-feira (28) no Aeroporto Internacional de Vira Copos em Campinas, na grande São Paulo. 

O translado do corpo do apresentador seguirá para o velório no Salão Monumental da Assembleia Legislativa de São Paulo, no Ibirapuera, na Zona Sul da capital e será feito em um carro funerário.

O velório de Gugu será aberto ao público e a previsão é que comece por volta do meio-dia da quinta, se estendendo até às 10h de sexta (29), quando seguirá em carro do Corpo de Bombeiros para o Cemitério Gethsêmani, no Morumbi, onde será sepultado no jazigo da família.

Confira:

Morre, aos 60 anos, o apresentador Gugu Liberato

Antônio Augusto Moraes Liberato (São Paulo, 10 de abril de 1959), mais conhecido como Augusto Liberato ou, abreviadamente, Gugu Liberato, é um apresentador de televisão, empresário, ator e cantor brasileiro.

Filho de portugueses,[1] Gugu escrevia cartas para Silvio Santos sugerindo programas, que o contratou. Começou na televisão aos quatorze anos como assistente de produção do programa Domingo no Parque, apresentado por Silvio Santos no SBT.

Gugu é considerado como um dos apresentadores mais consagrados da história da televisão brasileira. Já apresentou grandes sucessos, como Viva a Noite, Sabadão Sertanejo, Domingo Legal, Gugu (que foi exibido de 2015, quando estreou na quarta após a novela Vitória, até o ano de 2017) e atualmente está no ar com o reality show Power Couple Brasil, após a saída do antigo apresentador, Roberto Justus, no final de 2017.

Gugu chegou a iniciar um curso de Odontologia na Universidade de Marília (Unimar), na cidade de Marília, em São Paulo, porém desistiu do curso, atendendo ao chamado de Silvio Santos, que o convidou a assumir um posto em frente às câmeras. Um de seus primeiros programas, em 1981, foi a Sessão Premiada paulista – a versão carioca era apresentada por Paulo Barboza. Em 1982, Silvio Santos pediu que Nelly Raymond, uma importante diretora argentina, criasse um programa para os sábados à noite. Era o Viva a Noite, que no início era dividido em várias partes, e apresentado também por nomes como Ademar Dutra, Mariette Detotto e Jair de Ogum. Depois de algumas mudanças de formato, Gugu permaneceu sozinho no comando do programa, posteriormente dirigido por Homero Salles. Ao mesmo tempo que comandava o Viva a Noite, Gugu permaneceu por algum tempo dirigindo o Domingo no Parque e como editor do boletim Semana do Presidente, que era veiculado nos intervalos entre os quadros do Programa Silvio Santos.

Depois do sucesso do grupo Menudo, famoso pela música “Não Se Reprima”, que foi exaustivamente promovido pelo programa Viva a Noite em 1984, lançou grupos musicais brasileiros do mesmo formato, como Dominó e Polegar, se tornando um empresário de sucesso. Sua produtora, a GGP, é responsável pela gravação de comerciais, programas e séries.

Em agosto de 1987, no auge do sucesso do Viva a Noite, Gugu assinou um contrato com a Rede Globo. Porém, no sábado de Carnaval de 1988, Silvio Santos foi pessoalmente à sala do dono da emissora carioca, Roberto Marinho, no jornal O Globo, pedir a liberação do apresentador para permanecer no SBT. Silvio iria se submeter a uma delicada cirurgia e fez uma proposta milionária a Gugu, oferecendo grande parte da programação dominical. Para se ter uma ideia, o salário do apresentador aumentou em dez vezes, fora os ganhos com publicidade. Gugu estreou nos domingos do SBT em 17 de abril de 1988,[2] apresentando sozinho os quadros Passa ou Repassa e Cidade contra Cidade. Gugu também dividiu com Silvio Santos a apresentação do Roletrando. Em 30 de outubro de 1988, estreou o quadro TV Animal.

Mesmo apresentando parte da programação dominical, Gugu manteve-se à frente de atrações no sábado à noite, principalmente com programas musicais como o Sabadão Sertanejo. O maior sucesso, porém, veio com o Domingo Legal, que rivalizava exatamente com o Domingão do Faustão, programa ironicamente criado para ser seu. A concorrência, em fins dos anos 1990, foi durante muito tempo favorável a Gugu, que encerrou a década com picos acima de 40 pontos de audiência.

Também atuou no cinema, ao lado das apresentadoras infantis Xuxa Meneghel e Angélica, do grupo Os Trapalhões e, na música, Gugu lançou vários LPs e CDs, incluindo um álbum de estúdio nomeado Gugu Para Crianças, que já vendeu mais de 100 mil cópias no Brasil, e sendo premiado com disco de ouro pela ABPD.[3]

Gugu recebeu 11 estatuetas do Troféu Imprensa, as quais: revelação de 1982, animador de 1995 a 2000 e 2002, programa de auditório de 2008 e programa sertanejo de 1991 e 1992. Venceu também o Troféu Internet de programa de auditório em 2005. Gugu também lançou duas séries de revistas em quadrinhos. A última leva foi entre 1988 e 1990, com 20 gibis e quatro almanaques.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

.

Comércio de Ribeirão Preto terá abertura facultativa no feriado municipal de quarta-feira (20)

O SINCOVARP – Sindicato do Comércio Varejista e a CDL Ribeirão Preto – Câmara de Dirigentes Lojistas informam que o comércio terá abertura facultativa na próxima quarta-feira (20)

Projeto Guri abre temporada de matrículas e oferece mais de 18 mil vagas para os polos do interior e litoral do Estado de São...

A manifestação de interesse para novos alunos e alunas do Projeto Guri - maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo - será realizada de 25 de janeiro a 26 de fevereiro

Banhos de limpeza energética para começar 2021 com tudo

Terapeuta e benzedeira Jacqueline Naylah ensina como as ervas, sal grosso, pétalas de rosas e até os cristais podem proteger as energias e proporcionar bem-estar a quem realiza

Daerp tem atendimento online e por e-mail

Usuários podem fazer todos os pedidos pelo site ou buscar informações por e-mail, sem ter que ir ao atendimento presencial

Enem 2020: 51,5% dos inscritos no Enem não comparecem ao exame

Do total de 5.523.029 inscritos, 2.842.332 faltaram às provas