Início Lazer e Cultura Centro Cultural Palace recebe exposição fotográfica “Devir”

Centro Cultural Palace recebe exposição fotográfica “Devir”

- continua após a publicidade -

No dia 18 de dezembro, às 18h, o Centro Cultural Palace abre as portas para a exposição fotográfica do artista brasileiro Wanderson Alves. Intitulada “Devir”, a mostra ficará aberta ao público até o dia 5 de janeiro de 2019.

Wanderson Alves é fotografo pós-graduado em Filosofia Contemporânea e Fotografia. Atualmente faz Mestrado em Estética e Estudos Artísticos – Fotografia e Cinema – na Universidade Nova de Lisboa, em Portugal.

O trabalho do artista foi publicado no livro Arte Brasileira na Contemporaneidade. Wanderson também participou de diversas exposições individuais e coletivas, entre as quais: Cidade (Re)Velada, em 2014 na cidade de Phoenix, Arizona USA, onde também realizou Residência Artística, através de uma parceria com o Phoenix Institute of Contemporary Art (PHICA). Na sequência, uma das fotografias de Wanderson foi escolhida para fazer parte do acervo permanente do Mesa Contemporary Arts Museum.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Devir” por Ted G. Decker
Ted G. Decker, diretor, curador e cofundador do Instituto Phoenix de Arte Contemporânea, nos Estados Unidos, descreve da seguinte maneira o trabalho do fotografo brasileiro:

Em “Devir”, Wanderson Alves expõe e partilha a sua visão pessoal do conceito filosófico de “tornar-se” – em evolução pessoal – com a apresentação de fotos que entrelaçam sentimentos pessoais, com experiências de vida e ideias filosóficas, que acabam por resultar em ricas tapeçarias fotográficas.

Formalmente, Wanderson Alves utiliza, com habilidade, processos fotográficos tradicionais a partir de preferências pessoais e de anos de experiência em trabalhos com agências fotográficas comerciais no Brasil. Os seus tons de preto são ricamente profundos, expressando a profundidade da solidão e de mundos interiores, enquanto definem e moldam a imagem geral. Os tons de cinza são requintados e proporcionam ao espectador a passagem para zonas intermédias – que ficam entre extremos e incongruências, paixão e angústia, amor e perda, e aquele espaço limiar onde a maioria das coisas acontece na vida, de onde a maioria dos sentimentos emana, onde a maioria dos pensamentos é desencadeada.

Wanderson Alves oferece ao espectador a oportunidade de se distanciar da informação tão amplamente difundida, quanto muitas vezes falsa, oriunda das cadeias noticiosas, que nos chega 24 horas por dia e também do bombardeamento implacável e pouco genuíno das inflacionadas afirmações bidimensionais que a Publicidade nos transmite sobre o que entende ser o belo.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O caminho para o “DEVIR” pode ser árduo, doloroso e frustrante, mas também esclarecedor e abençoado, o que constitui a recompensa de se correr riscos.

“Devir” por Marcos Pizano
O jornalista e consultor, Marcos Pizano, também escreveu sobre o projeto de Wanderson Alves:

As narrativas visuais do artista, em constante processo de pesquisa, buscam estimular a reflexão do público por intermédio de uma poética singular e de uma linguagem sofisticada.

Esta jornada imprime em cada imagem um instigante mistério: o desvelar sem descrever. É o registro do profundo desconforto do olhar sobre o inefável, com a lente da arte, que provoca um atraente estranhamento nas suas imagens.

Serviço
Exposição fotográfica “Devir”

Data: 18/12/18 a 05/01/19
Local: Centro Cultural Palace – Rua Álvares Cabral, 322
Entrada gratuita

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Plano de governo do PSL – Somos todos Bolsonaro

Quando você vota em um candidato, você assina uma procuração para administrar sua rua, seu bairro, portanto pense bem em que modelo de gestão você se interessa.

Eleições 2020: 67 congressistas irão disputar um novo cargo

A cidade de São Paulo é a capital que reúne a maior quantidade de parlamentares na corrida eleitoral

298 candidatos são flagrados recebendo auxílio emergencial

vice-prefeito e prefeito estão recebendo o auxílio emergencial, embora tenham patrimônio acima de R$ 1 milhão. E você ai dizendo que não vota e não se sente culpado(a)

Yom Kipur: Inicia o ano 5781. Você conhece o significado?

Que você seja achado no livro da vida. É um dia marcado por jejum, preces e arrependimento onde o destino de cada judeu é selado. Pedindo perdão ao próximo e a Deus.

Doria retira incentivos fiscais de 70 itens – preços devem aumentar

Na busca pelo aumento da arrecadação depois do #fiqueemcasa, Doria anunciou aumento de impostos que vão entre medicamentos até instituições como APAE e Hemocentro, passando por alimento entre outras areas