InícioEsportesOlimpíada: Japão decreta novo estado de emergência em Tóquio

Olimpíada: Japão decreta novo estado de emergência em Tóquio

O alerta, confirmado pelo primeiro-ministro, vai vigorar até 22 de agosto e coincidirá com a disputa das competições

- continua após a publicidade -

O primeiro-ministro japonês Yoshihide Suga decidiu nesta quinta-feira (8) voltar a declarar o estado de emergência na região de Tóquio. O alerta vai vigorar até 22 de agosto e coincidirá com a disputa dos Jogos Olímpicos.

O estado de emergência entrará em vigor na segunda-feira, 12 de julho, para conter o aumento de casos de covid-19 na capital. A decisão foi anunciada por Suga após reunião com o comitê governamental que administra a pandemia, embora na prática a medida não signifique muita mudança com a situação atual, além de um aumento das restrições para os negócios.

O país asiático também decidiu estender este nível de alerta na região de Okinawa (sudoeste), onde já estava ativo, e manter certas restrições nas prefeituras de Chiba, Saitama e Kanagawa, adjacentes a Tóquio e onde também serão realizadas competições dos Jogos.

Este é o quarto estado de emergência decretado no Japão desde o início da pandemia. Em março, os organizadores tomaram a decisão inédita na história olímpica de impedir a chegada de torcedores do exterior.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Tóquio registra há 17 dias seguidos um crescimento de infectados pela covid-19. A média móvel de casos diários chegou a 586 nesta terça-feira. A pandemia do novo coronavírus já infectou 808 mil e matou 14.812 pessoas no Japão, de acordo com números divulgados pela Universidade John Hopkins, dos Estados Unidos.

O governo metropolitano de Tóquio e o Comitê Organizador anunciaram nesta quarta-feira o cancelamento do revezamento da tocha olímpica nas ruas da cidade, que deveria acontecer ao longo de 15 dias. O objetivo é evitar aglomerações, em meio ao aumento dos contágios pelo novo coronavírus na capital japonesa.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Menor NÃO: Ministro destaca eventos adversos em adolescentes vacinados

Segundo Queiroga, foram identificados 1,5 mil eventos adversos em adolescentes imunizados. “A OMS não recomenda a vacinação de adolescentes

Teatro Municipal lança edital de ocupação do 1° semestre de 2022

Inscrições começaram dia 15 de setembro e vão até 15 de outubro

Avenida Thomaz Alberto Whately tem nova interdição para obras

Bloqueio ocorre para obras do trecho 1 do corredor de ônibus Norte-Sul pelo programa Ribeirão Mobilidade

IMPORTANTE COMPARTILHE: Anvisa e Min. da Saúde NÃO Recomendam a vacinação para Menores de 18 Anos

Não se vê veículos de imprensa ou governantes falando sobre o assunto, muito pelo contrario continuam incentivando a vacina que não tem teste para menores de 18 anos

Vacinados já são 81,7% dos internados em SP

Do total de hospitalizados, 51,6% (325 doentes) já foram totalmente imunizados, com as duas doses, (34,6%) com Coronavac.
- PUBLICIDADE -