InícioEsportesFutebolEmissora 100: Carnaval, novela e agora Libertadores

Emissora 100: Carnaval, novela e agora Libertadores

- continua após a publicidade -

Segundo informações do site UOLEsportes a Globo rescindiu o contrato uniteralmente com a Conmebol, através de uma carta e não transmitirá as partidas pela Copa Libertadores. A notícia também foi confirmada pela Folha de São Paulo.

Devido à queda de receitas causadas pela pandemia do coronavírus, a emissora tentou de todas as formas renegociar os valores com a Confederação. Porém não obtendo sucesso, disse não ter outra alternativa, a não ser cancelar a transmissão dos jogos.

Atualmente, o contrato prevê o pagamento anual de US$ 65 milhões (aproximadamente R$ 350 milhões) e é válido até 2022, pelos direitos de transmissão.  Tanto pela emissora em sinal aberto quanto pelo SporTV, no canal fechado.

Há ainda uma possibilidade de acordo, caso a Conmebol retome as negociações. Porém se não houver acerto entre as partes, a Confederação deverá fazer uma nova licitação.

Foto divulgação

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Com dois a menos, Palmeiras se classifica na libertadores

10 SEMIS DE #LIBERTADORES NA HISTÓRIA! 10 CLASSIFICAÇÕES CONSECUTIVAS EM MATA-MATA NO TORNEIO! 10 PASSAGENS DE FASE EM #LIBERTADORES EM CASA!

Patriotas vão para Paulista: Ribeirão inicia preparativos para o desfile de 7 de Setembro

Em Ribeirão vários grupos se organizam para participar das manifestações em São Paulo, dia que esta sendo considerado o mais importante dos últimos 200 anos. Confira como participar.

WhatsApp lança novas ferramentas para garantir mais segurança e privacidade aos usuários

As funções do aplicativo de mensagens estão em fase de testes, mas devem chegar ao público em breve

Vereador esquerdista que defende mulheres deve cumprir medida protetiva com a ex-namorada

a vítima se sente perseguida e agredida moralmente e psicologicamente pelo autor

“Funcionário” recebe R$ 22 mil por mês da Câmara para estudar Direito na USP em período integral

Trabalhar por que? Se nem os vereadores fazem isso, o O acadêmico em questão é Saulo Wellington Marchiori Magron, lotado no cargo de agente de administração
- PUBLICIDADE -