InícioEsportesFutebolDa fase vermelha para onda verde: Palmeiras Bi campeão da libertadores

Da fase vermelha para onda verde: Palmeiras Bi campeão da libertadores

A caminho do mundial, O Brasil ficou com cheiro de sardinha assada no jantar neste sábado a América é verde

- continua após a publicidade -

O Palmeiras é campeão da Libertadores da América pela segunda vez em sua história. O Verdão venceu o Santos por 1 a 0 no Maracanã neste sábado e comemora o bicampeonato sul-americano.

O jogo

Palmeiras e Santos fizeram um duelo que foi marcado em seu início pelo nervosismo dos dois times. Tanto o Verdão de Abel Ferreira quanto o Peixe de Cuca não tiveram oportunidades em uma primeira etapa marcada pelo jogo físico e muito truncado no meio-campo, com os dois times apostando todas suas fichas em contra-ataques e, principalmente, bola parada.

Do lado alviverde, Rony na escalação titular e muitas tentativas pelos lados do campo. O Palmeiras chutou mais no primeiro tempo, mas chutou mal e não finalizou nenhuma vez no gol. No meio-campo e na defesa, muito contato físico contra o veloz, mas fisicamente mais fraco time do Santos.

O Peixe apostou suas fichas na primeira etapa em Marinho, que foi muito bem marcado pelos zagueiros palmeirenses, muitas vezes na força física, e brilho pouco. O Santos não chegou muito e, assim como seu rival, terminou a primeira etapa sem assustar o goleiro adversário.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

O segundo tempo também não foi dos melhores. O relógio marcava quase 30 minutos da segunda etapa quando o Santos fez um dos goleiros trabalhar pela primeira vez em chute de longe, na melhor chance de um dos times no tempo normal.

O calor e a tensão do jogo no Maracanã arrastaram uma segunda etapa brigada, com muito contato físico e que não agradou os torcedores de nenhum dos lados. Até que o clima pegou fogo nos acréscimos.

Após Cuca atrasar o jogo em levar entrada do lateral Marcos Rocha, o técnico santista foi expulso e não acompanhou o restante do jogo.

O clima quente tomou conta dos jogadores em campo pela primeira vez a poucos minutos do fim. E esquentou mais ainda com o gol que decidiu a campanha alviverde.

Depois de cruzamento de Rony pela direita, Breno Lopes, cria da base alviverde, que havia feito seu primeiro gol profissional no meio da semana, fez o gol mais importante de sua carreira e decretou: Palmeiras bicampeão da América!

A campanha do bi

O Verdão começou a Libertadores feliz da vida ao ver seu grande rival Corinthians cair para o Guarani do Paraguai em duelo que, além de trazer uma piada para apimentar a rivalidade, evitou que os dois times se enfrentassem na primeira fase, dando ao Palmeiras um grupo relativamente tranquilo com os próprios paraguaios, além dos bolivianos do Bolívar e dos argentinos do Tigres.

O Verdão fez bonito e, como esperado, passou fácil pela primeira fase. Foram cinco vitórias e um empate, campanha invicta e que rendeu não apenas a liderança do grupo, mas a melhor campanha geral na Libertadores entre todas as equipes que disputaram a fase de grupos — empatado em pontos com o próprio Santos, que no entanto teve saldo de gols menor.

Nas oitavas de final o Palmeiras não tomou conhecimento do Delfín, do Equador, e após vencer por 3 a 1 fora de casa, deu show no Allianz Parque com goleada por 5 a 0 e vaga garantida nas quartas de final.

As quartas começaram mais apertadas, com empate em 1 a 1 fora da casa com o tradicional Libertad, do Paraguai. Na volta, no Allianz Parque, no entanto, mais uma vitória sem problemas por 3 a 0 e passe garantido para as semifinais.

O último passo antes da final trouxe o River Plate, da Argentina, e a lembrança de eliminar o rival na exata mesma fase na campanha do primeiro título, em 1999. Se as lembranças já eram boas, ficaram ainda melhores com o melhor jogo do Palmeiras sob o comando de Abel Ferreira. Vitória incontestável por 3 a 0 jogando na Argentina e vaga bem encaminhada para a final.

O jogo de volta, no entanto, guardava o momento de maior apreensão dos palmeirenses durante toda a campanha do bicampeonato. Derrota por 2 a 0 para os argentinos, a primeira na competição, em partida que ficou marcada por gols anulados, intervenções do VAR e muita garra dos jogadores palmeirenses nos momentos finais.

Vaga garantida, Santos pela frente e o resto é história. Assim o Palmeiras é bicampeão da América e agora se prepara para tentar ser campeão mundial.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Com dois a menos, Palmeiras se classifica na libertadores

10 SEMIS DE #LIBERTADORES NA HISTÓRIA! 10 CLASSIFICAÇÕES CONSECUTIVAS EM MATA-MATA NO TORNEIO! 10 PASSAGENS DE FASE EM #LIBERTADORES EM CASA!

Patriotas vão para Paulista: Ribeirão inicia preparativos para o desfile de 7 de Setembro

Em Ribeirão vários grupos se organizam para participar das manifestações em São Paulo, dia que esta sendo considerado o mais importante dos últimos 200 anos. Confira como participar.

WhatsApp lança novas ferramentas para garantir mais segurança e privacidade aos usuários

As funções do aplicativo de mensagens estão em fase de testes, mas devem chegar ao público em breve

Vereador esquerdista que defende mulheres deve cumprir medida protetiva com a ex-namorada

a vítima se sente perseguida e agredida moralmente e psicologicamente pelo autor

“Funcionário” recebe R$ 22 mil por mês da Câmara para estudar Direito na USP em período integral

Trabalhar por que? Se nem os vereadores fazem isso, o O acadêmico em questão é Saulo Wellington Marchiori Magron, lotado no cargo de agente de administração
- PUBLICIDADE -