InícioEsportesFutebolCopa América: Brasil e Chile fazem hoje (02) duelo dos dois últimos...

Copa América: Brasil e Chile fazem hoje (02) duelo dos dois últimos campeões

Jogo ocorre às 21h desta sexta-feira no Engenhão, no Rio de Janeiro. Transmissão ao vivo pelo @SBT

- continua após a publicidade -

Começam nesta sexta-feira (2) as quartas de final da Copa América. Às 18h, a seleção peruana enfrenta o Paraguai, no Estádio Olímpico de Goiânia. Às 21h, os dois últimos campeões do torneio duelam para decidir quem avança à semifinal. Brasil e Chile jogam no Engenhão, no Rio de Janeiro, e o técnico Tite fez questão de elogiar o rival desta noite.

— O Chile foi bicampeão da Copa América nas duas edições anteriores às quais o Brasil foi campeão, em 2019 — destacou o treinador, que ressaltou não estar preocupado com Copa do Mundo ao ser questionado sobre a preparação para o torneio e força dos adversários sul-americanos:

— Eu não estou pensando em Copa do Mundo, estou pensando neste jogo, em Copa América, em poder merecer mais que o adversário, de reconhecer virtudes de um adversário, um bicampeão da Copa América contra o último campeão da competição. Tem uma grandeza do jogo, ele é muito maior.

A equipe para o duelo está encaminhada, mas não foi confirmada pelo comandante. A única presença certa é a do goleiro Ederson. As principais dúvidas estão na lateral esquerda, já que Alex Sandro sente um desconforto muscular na coxa, e no ataque, em que Tite deve manter o esquema com Gabriel Jesus, Neymar e Richarlison, sem a presença de Firmino ou Gabigol como referência.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

A provável escalação da Seleção Brasileira tem Ederson; Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Renan Lodi (Alex Sandro); Casemiro, Fred e Éverton Ribeiro (Paquetá); Gabriel Jesus, Neymar e Richarlison.

Tite reforçou que, agora, não será mais feito um rodízio tão grande entre os titulares e utilizará força máxima nos jogos eliminatórios da Copa América. 

— Oportunizamos as situação e agora queremos uma equipe equilibrada, que mantenha a média de gols e a criação. Prefiro a análise qualitativa à quantitativa. Temos sete, oito chances no gol, posse de bola e efetividade. Temos média de 2,3 gol por partida. Associado a isso a solidez defensiva, temos 0,5 gol sofrido em quatro jogos. Nesse equilíbrio da equipe, projetamos agora esse duelo com o Chile — afirmou o treinador.

Nas atividades desta semana, a bola parada foi muito treinada. As cobranças de pênalti, em especial, foram bastante executadas, já que se houver empate no tempo normal daqui para a frente a classificação será definida na marca da cal.

— Nestes jogos decisivos temos que ser muito fortes em quatro fatores, que são decisivos: a parte tática, a parte técnica, a parte física e a parte emocional, que precisam estar alinhadas. Quando se alinham, ficamos mais próximos da vitória — disse Tite.

A Seleção Brasileira chega para o mata-mata invicta e com a melhor campanha na Copa América. Já o Chile deverá contar com o retorno do atacante Alexis Sánchez, da Inter de Milão, que não jogou a primeira fase por causa de uma lesão muscular. O vencedor vai encarar Peru ou Paraguai na semifinal do torneio.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Cerca de 40 mil pessoas não retornaram para receber a segunda dose da vacina contra Covid-19

Dados são Vigilância Epidemiológica, que conclama a população a procurar os postos de vacinação e manter o controle da doença

“Concertos Internacionais” apresenta homenagem a Astor Piazzolla

Concerto será transmitido no dia 23 de outubro, às 19h, como parte das comemorações de 91 anos do Theatro Pedro II

Nogueira quer que você receba agua do Rio Pardo nas torneiras

Hoje a agua do DAERP é do aquífero guarani, uma agua mineral será substituída por aguas do Rio Pardo. Você aprova esta mudança?

Atenção: Alerta para tentativa de golpe contra aposentados

Instituto de Previdência orienta beneficiários a não informar dados pessoais ou bancários

Ditador Moraes manda prender e extraditar Allan dos Santos

Se não estamos vivendo em uma ditadura do judiciário, o que se compara com atitudes destes loucos? Maduro, Chaves, Alexandre de Moraes...
- PUBLICIDADE -