InícioEspeciaisFenasucroCompradores internacionais estão de olho na tecnologia brasileira apresentada na 25ª FENASUCRO...

Compradores internacionais estão de olho na tecnologia brasileira apresentada na 25ª FENASUCRO & AGROCANA

- continua após a publicidade -

Compradores de 45 países estão de olho na tecnologia desenvolvida pelo setor sucroenergético brasileiro. E durante a 25ª FENASUCRO & AGROCANA, as empresas nacionais ficam na vitrine mundial nas Rodadas Internacionais de Negócios.

São companhias estrangeiras interessadas em produtos, ideias inovadoras, na experiência e na qualificação no mercado nacional. “Eles vêm procurando tudo, em busca das nossas soluções. O Brasil não vende só equipamento, vende solução”, disse Flávio Castelar, diretor executivo do Apla (Arranjo Produtivo Local do Álcool), que promove a rodada em parceria com a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos).

Compradores como Fernando Rodrigues Garcia, de Honduras, que participa da feira pela primeira vez, em busca de maior produtividade. “Busco produtos químicos para a produção de açúcar, para ampliar os resultados”, disse.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Países da América Central, América Latina e África estão entre os principais compradores, segundo Flávio. Somente nos dois primeiros dias de rodadas durante a FENASUCRO & AGROCANA, foram 320 reuniões e prospecção de US$ 90 milhões em negócios a serem desenvolvidos nos próximos doze meses. “As empresas estão contentes e os compradores estão vindo, buscando equipamentos. Estamos indo super bem e vamos ter uma surpresa muito boa com o balanço, quando terminar a feira”, disse Flávio. Ao todo, 60 empresas brasileiras vendem seus produtos nas rodadas.

Clive Wrench, de uma usina do Quênia, fechou negócios na rodada para fazer a mecanização da colheita. “Investimentos para modernizar processos.” As rodadas continuam nesta sexta-feira (25), a partir das 13h, no pavilhão da FENASUCRO, em Sertãozinho.

Conteúdo

E para discutir a modernização dos processos nos canaviais brasileiros, o 17° Encontro dos Produtores de Cana, nesta quinta-feira (24), discutiu inovações tecnológicas, ações de sustentabilidade e a capacitação dos produtores de cana.

“Temos o desafio de fazer o novo, sair na dianteira no processo produtivo. Ampliar resultados por meio do conhecimento. O Encontro de produtores provoca essa mudança de atitude”, disse Eduardo Romão, presidente da Orplana (Organização dos Plantadores de Cana do Centro-Sul).

O ex-ministro Aldo Rebelo também participou do encontro com uma análise de questões ambientais e importância da base produtiva da cadeia sucroenergética. “O setor é o mais inovador da nossa história.”

O projeto de qualificação contínua de produtores Muda Cana, lançado pela Orplana, também foi discutido no encontro, que reuniu ainda ABAG (Associação Brasileira do Agronegócio), ASSOBARI (Associação dos Fornecedores de Cana da Região de Bariri), SOCICANA (Associação dos Fornecedores de Cana de Guariba) e AFCOP (Associação dos Fornecedores de Cana da Região Oeste Paulista).

Esta sexta-feira (25) é o último dia para participar dos eventos de conteúdo, das rodadas internacionais e conhecer as inovações das mil marcas em exposição na 25ª FENASUCRO & AGROCANA, em Sertãozinho.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

PREVISÕES DO TAROT EM JULHO DE 2022

As previsões para Julho de 2022, trazem transformação nas finanças, amor, relação familiar

Vice de Lula tem novamente bens bloqueados pelo Ministerio Publico

Justiça Eleitoral determina bloqueio de R$ 11,3 milhões em bens de Geraldo Alckmin no caso Odebrech

Multas no corredor de onibus da Vargas começa nesta Segunda-feira (4)

Conforme o Código de Trânsito Brasileiro, transitar pela faixa exclusiva de ônibus é considerada infração gravíssima, com multa de R$ 293,47 e perda de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Congresso mundial online reunirá milhões de pessoas para falar sobre “paz”

Como sentir paz e tranquilidade apesar dos desafios provocados pelo aumento do custo de vida, da violência, dos desastres naturais, do ódio e das guerras?

Cai quem quer: Rio de Janeiro confirma quinto caso de varíola dos macacos

A Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro confirmou hoje (29) o quinto caso de varíola dos macacos (monkeypox) no estado. Segundo nota divulgada pela...
- PUBLICIDADE -