InícioEspeciaisFenasucroAumento de produtividade é foco de lançamentos na 26ª FENASUCRO & AGROCANA

Aumento de produtividade é foco de lançamentos na 26ª FENASUCRO & AGROCANA

- continua após a publicidade -

Vitrine mundial dos principais lançamentos da cadeia sucroenergética, a FENASUCRO & AGROCANA traz, em sua 26ª edição, inovações com foco no aumento da produtividade e evolução dos processos. A feira está acontecendo em Sertãozinho até o dia 24/08.

“O que chama a atenção no evento é a quantidade de novas tecnologias, sistemas e processos para tornar tudo automatizado. Tecnologias que, há pouco tempo, nem imaginávamos que seriam possíveis aplicar na prática”, disse o visitante Marcio Ferraira Monte, agrônomo e executivo do setor, que veio do estado do Mato Grosso do Sul e conheceu os principais lançamentos do evento nesta quarta-feira (22).

Para aumentar o índice de automação e controle nas usinas, a empresa Digimed apresenta na feira novos equipamentos para o monitoramento contínuo. O lançamento, DM-QETA, faz todo o controle online da qualidade do etanol produzido. Ainda na linha da indústria 4.0, a empresa Pepperl+Fuchs lança na feira uma esteira digital de controle e pesagem da cana que sai do campo e entra para a indústria. A multinacional também traz para o evento outro lançamento: um tablet especialmente desenvolvido para uso em ambientes com risco de explosão, como o das usinas. Os dispositivos evitam acidentes e podem ser usados pelos profissionais para fazer o acompanhamento online e digital dos processos, sem nenhum risco.

E a segurança está entre os aspectos da indústria 4.0. A empresa Uniweld lança na feira, com tecnologia totalmente nacional, o Robô Weld, que faz a manutenção em moendas – enquanto elas trabalham- e ajudam a melhorar a produtividade durante o processamento da casa. A tecnologia torna ainda o processo mais seguro, por ser operada remotamente.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Após quatro anos de pesquisa, a empresa Authomathika traz para o mercado o DCLT -1C, que aumenta a eficiência nas usinas ao melhorar o processo de extração de caldo, evitando desperdícios. “Com esse equipamento, é feito todo o controle da produção, o que aumenta em até 10% a estabilidade”, explica Myrco Micali, analista comercial da empresa.

Para elevar a produtividade nas usinas, a Dow lança na feira a Powercanetm, que reduz a espuma formada na produção de etanol, durante a fermentação. “Essa nova tecnologia foi desenvolvida a partir da experiência da Dow no segmento sucroalcooleiro e seu compromisso com a inovação neste setor”, destaca Gustavo Ricci, diretor de Vendas na Dow.

A FENASUCRO & AGROCANA acontece no Centro de Eventos Zanini, em Sertãozinho. A visitação na plataforma comercial é das 13h às 20h e os eventos de conteúdo acontecem a partir das 08h até 18h. A feira é uma realização do CEISE-Br (Centro Nacional das Indústrias do Setor Sucroenergético e Biocombustíveis), organizada e promovida pela Reed Exhibitions Alcantara Machado. O credenciamento ainda pode ser feito pelo www.fenasucro.com.br .

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Nós já avisamos que aconteceria: 72 casos de hepatite sem motivos no Brasil

Análises reúnem pacientes de dois meses a 16 anos; principais sintomas apresentados são pele e olhos amarelados, febre, vômito e dor abdominal. É só o começo dos efeitos da picada

Maior investidor da bolsa brasileira alerta: “Magazine Luiza vai quebrar”

Quem lacra lucra? : Lulista Magazine Luiza esta sentindo falta das tetas do governo e pode Quebrar. Triste

O nosso adeus a Miguel Liporassi

Ribeirão Preto perde Miguel Liporassi: Não era polêmico nem agressivo, era respeitado pela qualidade, voz e equilíbrio nos comentários. E pela postura com os colegas, leal, ficava longe das intrigas de bastidores.

PREVISÕES DO TAROT EM JULHO DE 2022

As previsões para Julho de 2022, trazem transformação nas finanças, amor, relação familiar

Vice de Lula tem novamente bens bloqueados pelo Ministerio Publico

Justiça Eleitoral determina bloqueio de R$ 11,3 milhões em bens de Geraldo Alckmin no caso Odebrech
- PUBLICIDADE -