InícioEspeciaisAgrishowAgrishow é palco da Plataforma do Gás no agronegócio

Agrishow é palco da Plataforma do Gás no agronegócio

- continua após a publicidade -

No dia 2 de maio, às 9 horas, será lançada, na Agrishow, na Arena do Conhecimento, a “Plataforma do Gás no Agronegócio – Biometano e Gás Natural”. O evento reunirá empresas e associações, onde serão apresentadas as inúmeras possibilidades de uso e benefícios do biogás, do biometano e do gás natural no agronegócio.

Estão confirmadas apresentações da GasBrasiliano, Citrosuco, New Holland e Cocal, além da participação especial do subsecretário de Infraestrutura do Estado de São Paulo, Glaucio Attorre Penna, que abordará a visão do Estado sobre o tema.

O evento é uma iniciativa das associações Abegas (Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado), Abiogás (Associação Brasileira de Biogás e de Biometano) e COGEN (Associação da Indústria e Cogeração de Energia), das empresas Citrosuco, Cocal, GasBrasiliano, NewHolland, São Martinho e Tereos, e tem o apoio da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Serviço

Lançamento da Plataforma do Gás no Agronegócio

Data: 02 de maio

Horário: 09h00

Local: Agrishow – Arena do Conhecimento

Endereço: Rodovia Prefeito Antônio Duarte Nogueira, Km 321, Ribeirão Preto/SP

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Prefeitura inaugura duas novas escolas de educação infantil

Uma Unidade conta com 319 vagas, sendo 135 para crianças e outra para receber 420 alunos

João Rock anuncia 19ª edição para 11 de junho de 2022

Evento apresentará line-up e iniciará pré-venda de ingressos no dia 26 de outubro

Prainha de Rifaina reabre dia 03 de Novembro

Fechada desde março de 2020, afetou o turismo e comercio, obrigando muitos fecharem em definitivo.

Bolsonaro cria auxílio gás para famílias carentes

Saiba quem tem direito ao beneficio e como solicitar.

Como sempre turminha do PT usam retorica e chama vereadores de ‘machista, racista e elitista’

Por ser mulher e do PT a vereadora exige que seus projetos caminhem mais rápido do que os demais. Com salario e mordomia que recebe ela não faz parte da elite?
- PUBLICIDADE -