InícioEducaçãoTenente Coimbra pede inclusão de escolas estaduais no Pecim

Tenente Coimbra pede inclusão de escolas estaduais no Pecim

Nas escolas cívico-militares, os professores são responsáveis por toda parte educacional, enquanto militares auxiliam na administração e na parte disciplinar.

- continua após a publicidade -

O deputado estadual Tenente Coimbra (PSL/SP) indicou ao governador João Doria a inclusão de escolas estaduais de Americana, Guarujá, Itapecerica da Serra, Olímpia, Pirassununga, Santos, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo, São José dos Campos e São Vicente no Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares (Pecim).

O deputado, que preside a Frente Parlamentar Pela Criação das Escolas Militares no Estado de São Paulo, apresentou projeto de lei que prevê ampliação do programa. Ele tramita em regime de urgência na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) e, se aprovado, as escolas da rede pública estadual de ensino que tiverem interesse poderão entrar na disputa.

Nas escolas cívico-militares, os professores são responsáveis por toda parte educacional, enquanto militares auxiliam na administração e na parte disciplinar. As escolas que aderiram ao programa apresentaram aumento nas notas do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

“Temos muitos ganhos neste modelo de ensino. Nas escolas tradicionais, a média do Ideb é de 4,94, já nos colégios militares o índice chega a 6,99”, pontua o parlamentar.

As demais indicações do deputado são: Escola Estadual Monsenhor Magi (Americana); Escola Estadual Eduardo Gomes Marechal do Ar (Guarujá); Escola Estadual Professor Porcino Rodrigues (Itapecerica da Serra); Escola Estadual Anita Costa (Olímpia); Escola Estadual Professor Paulo de Barros Ferraz (Pirassununga); Escola Estadual Doutor Manoel Jacintho Vieira de Moraes (Pirassununga); Escola Estadual Nossa Senhora de Loreto (Pirassununga) ); Escola Estadual Maria Trujilo Torloni (São Caetano do Sul); Escola Estadual Rudge Ramos (São Bernardo do Campo) e Escola Estadual Rondon Marechal (São José dos Campos).

“Escolhemos algumas escolas após visitar as regiões e conversar com representantes dos municípios que manifestaram interesse em aderir ao programa. Quem quiser integrar ao projeto pode procurar nosso gabinete, estamos à disposição de toda a população”, diz.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Confirmadas
No ano passado, após intermediação do gabinete do deputado, o Ministério da Educação (MEC) anunciou a conversão de duas unidades municipais ao modelo cívico-militar. A primeira contemplada foi a escola Matheus Maylasky, em Sorocaba, e a segunda foi a Professor Jorge Bierrenbach Senra, em São Vicente.

“Em 2020 trabalhamos muito para conseguir adesão dos municípios e tivemos sucesso. Neste ano, queremos levar esse projeto para mais regiões do nosso estado”, finaliza o deputado.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

😢 Sob Aplausos e Forte Comoção, Corpo de Nahim é Enterrado em Miguelópolis 😢

🕊️ Família Atende Pedido Especial do Cantor em Seu Último Adeus 🕊️

Multinacional abre vagas para auxiliar de logística em Cravinhos

Candidaturas vão até o dia 30 de junho; não é necessário experiência anterior na função

USP Filarmônica apresenta a estreia mundial da ópera O Jovem Rei de Lucas Galon

"Como é estranho estar aqui", pensou o Jovem Rei, cuja mente estava em conflito ao descobrir o luxo e a responsabilidade de sua nova posição. A história fascinante de Oscar Wilde em O Jovem Rei nos transporta para o dilema
- PUBLICIDADE -