Início Educação Programa do MEC abrirá 1,5 milhão de vagas em educação profissional

Programa do MEC abrirá 1,5 milhão de vagas em educação profissional

Outra ação anunciada é a atualização catálogo de cursos técnicos

- continua após a publicidade -

O Ministério da Educação (MEC) vai ofertar mais 1,5 milhão de vagas em educação profissional e tecnológica até 2023. O aumento das vagas faz parte do programa Novos Caminhos, lançado hoje (8). Com o programa, as atuais 1,9 milhão de vagas passarão para 3,4 milhões em todo o país, representando um aumento de 80%. O ministro da Educação, Abraham Weintraub, assinou quatro portarias para dar andamento ao programa.

Segundo o ministro, o objetivo é acabar com preconceitos em relação a cursos técnicos e melhorar a qualificação dos profissionais. “Um curso técnico bom permite ao jovem ter renda superior a alguém formado em curso superior, que não tem foco na realidade.”

Essas vagas deverão ser ofertadas tanto no ensino médio quanto para jovens e adultos que já estão fora da escola. A pasta pretende também articular a oferta dos cursos com a demanda do mercado de trabalho. “A educação tem que estar voltada para o mercado de trabalho, não pode dar as costas e ignorar as demandas do setor produtivo”, disse o secretário de Educação Profissional e Tecnológica, Ariosto Antunes Culau. 

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

O programa prevê uma série de ações, que incluem mudanças na regulação da oferta de cursos técnicos, formação de professores e ampliação de cursos profissionais e técnicos. O novo programa se baseia em três eixos: Gestão e Resultados; Articulação e Fortalecimento, e Inovação e Empreendedorismo.

Formação de professores

A meta da pasta, além da abertura de novas vagas para estudantes é preparar 40 mil professores da rede pública até 2022 com aulas sobre atualização tecnológica, técnicas pedagógicas voltadas para a educação profissional, empreendedorismo e orientação vocacional e profissional. Serão abertas também 21 mil vagas para formação de professores de ciências e de matemática.

Deverão ainda ser reconhecidos mais de 11 mil diplomas de pessoas que concluíram a formação técnica na rede privada de ensino superior desde 2016, mas não tinham chancela da pasta por conta da ausência de ordenamento jurídico.

Pesquisa aplicada

O MEC pretende criar um escritório, que atuará na articulação entre os setores público e privado. Esse escritório deverá estimular a pesquisa aplicada, a inovação e a iniciação tecnológica. Serão lançados editais para estudantes, professores e pesquisadores com investimento total de R$ 60 milhões até 2022.

Além disso, a pasta anunciou a criação de cinco polos de inovação nos institutos federais voltados para empreendedorismo e pesquisas aplicadas.

Catálogo de cursos

A pasta vai atualizar o catálogo nacional de cursos técnicos, que orienta a oferta em todo o país. O catálogo vigente, segundo o MEC, foi atualizado em 2014, com base no cenário do Brasil em 2013. “[Vamos fazer a] identificação dos conhecimentos e habilidades, das novas profissões, que devem ser incorporadas ao catálogo”, disse o secretário Culau. Para a atualização, o setor produtivo deverá ser procurado para expor a atual demanda.

A pasta pretende também consolidar um novo marco regulatório para a oferta de cursos técnicos por instituições privadas de ensino superior.

Parceria com estados

Em parceria com os estados, a intenção é ofertar, até 2022, 2 mil vagas de mestrado profissional em redes estaduais.

Mais de 100 mil vagas voltadas para a qualificação profissional deverão ser ofertadas com recursos do Bolsa Formação, que estão, de acordo com o MEC, nas contas dos estados e do Distrito Federal. Para isso, serão repactuados R$ 550 milhões. Os entes federados poderão buscar parcerias com o Sistema S e com a rede federal.

Cenário internacional

De acordo com dados apresentados pelo MEC, o Brasil está distante da oferta de educação profissional e técnica de outros países. Enquanto no Brasil a oferta de ensino técnico chega a 8% das matrículas de ensino médio, no Reino Unido esse percentual é de 63%; na União Europeia, 48%; e, no Chile, 31%.

publicidade
publicidade

Últimas Notícias

Caixa antecipa calendário de saques de até R$ 500 do FGTS

O novo calendário ficou da seguinte forma:

Queda de avião mata três pessoas em Belo Horizonte

Outras três pessoas em estado grave foram encaminhadas para hospital

Saúde entrega mais quatro ambulâncias e renova em 100% frota do Samu

Cerimônia acontece nesta terça-feira (22) na UBS Adão do Carmo Leonel; unidade de saúde reformada também será entregue à população do bairro

Dia triste: SESI devolve à Prefeitura prédios cedidos há 52 anos e deixa de...

Unidades serão readaptadas para atender 1.156 crianças de zero a cinco anos na rede municipal de ensino

USP realiza 2ª edição de Festival de Comunicação e Artes

O Festival Vórtex propõe uma reflexão sobre as Faces do Humor dentro das áreas de comunicações e artes

Projeto esclarece dúvidas sobre o câncer de mama e também realiza exames de glicemia,...

Atividade gratuita acontece no dia 22 de outubro, das 10h às 18h, no Piso 1 do ShoppingSantaÚrsula, com atendimento ao público por ordem de chegada

Paraciclista da Equipe de RP é campeã do Campeonato Paulista

Mariana Garcia faturou a etapa de Guaratinguetá no último final de semana e conquistou o título estadual

Cães adultos devem ser vermifugados a cada três meses

"Manter a vermifugação em dia é tão importante quanto ter as vacinas atualizadas", alerta médica-veterinária

O santo do pau oco? Justiça bloqueia 41 milhões de Léo Oliveira

Valor corresponde ao prejuízo total aos cofres públicos

Feiras multidisciplinares apresentam soluções criativas para o desenvolvimento sustentável neste sábado, 19

Com entrada aberta para a comunidade, o Colégio Lacordaire promove neste sábado, 19 de outubro,  das 13h às 17h30,  mais uma edição dos eventos:...
- PUBLICIDADE -