InícioEducaçãoEx-aluno do Moura Lacerda é o novo presidente do Conselho de Arquitetura...

Ex-aluno do Moura Lacerda é o novo presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de SP

- continua após a publicidade -

O CAU-SP (Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo) terá como presidente, nos próximos três anos, um egresso do Centro Universitário Moura Lacerda. José Roberto Geraldine Júnior, formado em 1996 no Curso de Arquitetura e Urbanismo, assumiu o cargo no início de janeiro. A instituição de ensino, bem como a Graduação, também contam com outros quatro representantes na Diretoria do conselho. As ex-alunas Márcia Helena Souza da Silva e Tércia Almeida de Oliveira são, respectivamente, conselheira e coordenadora da Comissão de Organização e Administração. José Antônio Lanchoti, professor da casa há 25 anos, é o novo coordenador da Comissão de Ensino e Formação. André Avezum, atual coordenador do curso, responderá como conselheiro Suplente.

Para Lanchoti, essas conquistas realçam a força do Curso de Arquitetura e Urbanismo do Moura Lacerda e a qualidade do Centro Universitário na capacitação dos alunos. “Desde 1981, graduamos os principais e mais renomados arquitetos de Ribeirão Preto e do Estado de São Paulo. Nosso papel não é o de apenas transmitir ensinamento. Nós formamos profissionais comprometidos”, ressalta o professor. O CAU-BR (Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil) e os conselhos de Arquitetura e Urbanismo dos Estados e do Distrito Federal têm como funções “orientar, disciplinar e fiscalizar o exercício da profissão de Arquitetura e Urbanismo, zelar pela fiel observância dos princípios de ética e disciplina da classe em todo o território nacional, bem como pugnar pelo aperfeiçoamento do exercício da Arquitetura e Urbanismo” (§ 1º do Art. 24º da Lei 12.378/2010).

Sobre o presidente

José Roberto Geraldine Júnior presidiu o Diretório Acadêmico da Graduação em seus mais produtivos anos. Em 1997, iniciou sua carreira acadêmica. Lecionou Urbanismo e Planejamento Urbano e Regional em três IES (Instituições de Ensino Superior) do Estado de São Paulo. Coordenou o Curso de Arquitetura e Urbanismo de uma IES em Ribeirão Preto por 12 anos. Na ocasião, participou, como representante da entidade, do Conselho Municipal de Urbanismo, órgão consultivo da Prefeitura, presidindo em 2014/2015. Também exerceu a presidência da Associação Brasileira de Ensino de Arquitetura e Urbanismo por dois mandatos.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Por sete anos, Geraldine Júnior foi conselheiro Federal do Confea (Conselho Federal de Engenharia e Agronomia), quando a categoria ainda pertencia ao órgão. Também foi conselheiro Regional no Crea-SP (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de São Paulo). A partir de 2010, com a criação do CAU-BR, foi eleito, em 2012, Conselheiro Federal. Na oportunidade, coordenou a Comissão de Ensino e Formação e foi coordenador adjunto da Comissão de Relações Internacionais, sendo o responsável pelos diálogos de cooperação mútua entre países importantes do Mercosul e da União Europeia.

 

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Confira a programação cultural do fim de semana em Ribeirão Preto

As Belezas Belezas meu Brasil um espetáculo de dança da EDALA, tem ainda Workshop Ho'oponopono, Sarau literário e muito mais confira.

Atlético-MG vence Bahia e volta a ser campeão brasileiro após 50 anos

O Atlético, já como campeão brasileiro de 2021, volta a campo no domingo (5), às 16h, para receber o Red Bull Bragantino no Mineirão, em Belo Horizonte, onde poderá celebrar o título ao lado da torcida.

Passaporte Não: Sob pressão da população Câmara arquiva projeto

Luís Antonio França (PSB) que é contra a liberdade pessoal, tentou emplacar este absurdo, mas a maioria votou pelo arquivamento.

Novas interdições atrapalham o transito na região norte e sul

Nas duas interdições, a Transerp orienta aos condutores que redobrem a atenção e diminuam a velocidade de seus veículos a fim de evitar acidentes.

27 cidades da região já decidiram cancelar o carnaval

Em Ribeirão se depender de alguns vereadores o carnaval devera ser cancelado, mas 8 deles querem o carnaval para comemorar as 3 mil mortes pela doença. Veja quem são.
- PUBLICIDADE -