InícioEducaçãoDepois de implantar Mandarim Dória anuncia concurso de vídeo em parceria com...

Depois de implantar Mandarim Dória anuncia concurso de vídeo em parceria com Consulado da China

O vassalo dos chineses assinou Protocolo de Intenções que tem o objetivo de fortalecer iniciativas de nas áreas de educação, intercâmbio e ensino da língua mandarim

- continua após a publicidade -

O vassalo dos chineses assinou Protocolo de Intenções que tem o objetivo de fortalecer iniciativas de nas áreas de educação, intercâmbio e ensino da língua mandarim

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP), em parceria com o Consulado da China em São Paulo, lançou nesta segunda-feira (13) o concurso de vídeo “Descobrindo a China”, para estudantes do ensino médio da rede estadual.

“Esse concurso possibilitará a ampliação do conhecimento da cultura chinesa entre os alunos. Será uma boa troca e um intercâmbio entre os estudantes dos dois países, que podem trazer novas oportunidades para o futuro”, afirmou Rossieli Soares.

A ação faz parte do Protocolo de Intenções assinado, também nesta data, pelos órgãos, representados pelo Secretário Estadual da Educação, Rossieli Soares, pela Cônsul Geral da República Popular da China em São Paulo, Chen Peijie, tendo como testemunha o Secretário Estadual de Relações Internacionais, Júlio Serson.

“A assinatura deste Protocolo de Intenções, definitivamente vai aprofundar a nossa parceria cultural e educativa”, declarou Chen Peijie.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

O documento propõe estabelecer estrutura de cooperação e facilitar a assistência técnica para o fortalecimento de iniciativas de cooperação nas áreas de educação, intercâmbio e ensino da língua mandarim. Para o secretário Julio Serson a assinatura do protocolo é emblemática e confirma a boa relação entre o Estado de São Paulo e a China. “O acordo é uma importante iniciativa de cooperação nas áreas de educação, intercâmbio e ensino da língua mandarim entre a China e o Estado de São Paulo. Sem dúvida possibilitará uma troca de experiências muito rica”, avalia.

O concurso de vídeo “Descobrindo a China” tem a intenção de disseminar a cultura chinesa e suas relações entre os jovens brasileiros através dos seguintes pontos:

•         Ampliar o conhecimento sobre os aspectos gastronômicos, culturais, históricos, econômicos e turísticos da China;

•         Conhecer, valorizar e respeitar as tradições da Cultura Chinesa;

•         Evidenciar as contribuições e realizações chinesas no contexto histórico mundial;

•         Apresentar a influência da China no cotidiano brasileiro e mundial;

•         Reforçar os laços de amizade entre os povos brasileiro e chinês;

•         Enfatizar a importância do engajamento coletivo na reflexão sobre valores éticos de irrestrito respeito à dignidade da pessoa humana com a perspectiva de gênero, raça ou etnia;

•         Desenvolver habilidades de pesquisa, leitura, oralidade e produção audiovisual, com criatividade na sua maneira de se expressar;

•         Valorizar as produções artísticas e culturais, em diferentes linguagens e mídias.

Podem participar estudantes matriculados e frequentes do ensino médio da rede estadual. Cada aluno, individualmente, deverá produzir um vídeo, que pode abordar uma visão sobre a cultura, tradições, história, culinária e outros aspectos da China e sua influência e contribuição no contexto histórico e atual no Brasil e no mundo.

Foto: Montagem

Os vídeos deverão ter no mínimo 1 minuto e no máximo 3 minutos de duração, utilizando qualquer tipo de equipamento: câmera de vídeo, câmera de foto digital, câmera de celular, animação feita no computador etc.

O produto deverá ser postado no YouTube e ser identificado com o nome (título) do concurso. O endereço do link postado deverá ser copiado e inserido na Ficha de Inscrição, com autorização do responsável legal para menores de 18 anos. É recomendado o envio do vídeo em HD (alta definição). Os formatos de arquivos aceitos para o envio são: wmv, mov, mpg, mpeg, mp4, m4v, mp4v, divx, xvid, avi e h264.

A seleção dos vídeos será feita em fases, a primeira entre os estudantes da mesma escola, sendo que os escolhidos serão encaminhados às Diretorias de Ensino (DEs), que em seu âmbito selecionará os produtos a serem encaminhados para a equipe de seleção da Seduc-SP. Por fim, o Consulado Geral da China em São Paulo receberá os vídeos selecionados pela Seduc-SP e realizará a classificação dos sete vídeos vencedores.

Confira o cronograma:

Fase Escola: 13/09 a 03/11/2021

Fase DE: 04 a 12/11/2021

Fase Seduc-SP: 16 a 22/11/2021

Fase Consulado: 23 a 30/11/2021

A Cerimônia de Premiação Online está prevista para o dia 03 de dezembro, onde serão exibidas as obras premiadas. Posteriormente, os vídeos vencedores serão divulgados pelo Twitter e WeChat do Consulado Geral da China em São Paulo e nos sites da EFAPE/CRE e Sedcu-SP. Após a Cerimônia de Premiação, será encaminhado às Diretorias de Ensino dos estudantes vencedores, comunicado de orientação sobre a retirada dos prêmios e certificados.

Prêmios:

1º Colocado – 1 vídeo vencedor – Um Laptop Lenovo para o estudante e um para o professor orientador.

2º Colocado – 2 Vídeos vencedores – Um Celular Xiaomi Note 9 Pro para cada estudante.

3º Colocado – 4 vídeos vencedores – Um relógio Inteligente Huawei GT2 para cada estudante.

O estudante e o professor orientador – do 1º ao 3º colocado – receberão Certificado de Participação emitido pela Seduc-SP.

FOTO DIVULGAÇÃO

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Com dois a menos, Palmeiras se classifica na libertadores

10 SEMIS DE #LIBERTADORES NA HISTÓRIA! 10 CLASSIFICAÇÕES CONSECUTIVAS EM MATA-MATA NO TORNEIO! 10 PASSAGENS DE FASE EM #LIBERTADORES EM CASA!

Patriotas vão para Paulista: Ribeirão inicia preparativos para o desfile de 7 de Setembro

Em Ribeirão vários grupos se organizam para participar das manifestações em São Paulo, dia que esta sendo considerado o mais importante dos últimos 200 anos. Confira como participar.

WhatsApp lança novas ferramentas para garantir mais segurança e privacidade aos usuários

As funções do aplicativo de mensagens estão em fase de testes, mas devem chegar ao público em breve

Vereador esquerdista que defende mulheres deve cumprir medida protetiva com a ex-namorada

a vítima se sente perseguida e agredida moralmente e psicologicamente pelo autor

“Funcionário” recebe R$ 22 mil por mês da Câmara para estudar Direito na USP em período integral

Trabalhar por que? Se nem os vereadores fazem isso, o O acadêmico em questão é Saulo Wellington Marchiori Magron, lotado no cargo de agente de administração
- PUBLICIDADE -