InícioEducaçãoColégio de Ribeirão Preto conquista 18 medalhas em competição internacional

Colégio de Ribeirão Preto conquista 18 medalhas em competição internacional

Estudantes ganharam oito ouros, sete pratas e três bronzes no Concurso Canguru de Matemática

- continua após a publicidade -

Dezoito estudantes do Colégio Marista Ribeirão Preto (SP) conquistaram oito medalhas de ouro, sete de prata e três de bronze no Concurso Canguru de Matemática, uma competição anual internacional destinada aos alunos do 3º ano do Ensino Fundamental até os da 3ª série do Ensino Médio.

Arthur Costa Prebelli (6º ano), Giovanni Fitipaldi Prado (7º ano), Felipe Baracchini Graça (8º ano), Caio Fraideimberze (3ª série), Cássia Laís de Aures Galvão (3ª série), Gabriel Vasconcelos (3ª série), Júlia Silva Borges (3ª série) e Nicolas Theo de Aures Galvão (3ª série) conquistaram medalhas de ouro.

Diogo Nóbile Siqueira (9º ano), Gabriel Wada Lopes dos Santos (8º ano), Guilherme Yuzo Hirano Nisiyama (6º ano), Théo viechnewski Kaster (8º ano), Maria Laura Marques (8º ano), Mariano Braga Giorgini (8º ano) e Pedro Henrique Vieira (3ª série) conquistaram medalhas de prata. Arthur da Silva Dias (9º ano), Laura Viotti de Freitas (8º ano) e Sofia da Silva Baldoni (9º ano) ganharam medalhas de bronze.

A competição internacional de Matemática é considerada a maior do mundo, com mais de 6 milhões de participantes por ano em 75 países. No Brasil, o número de escolas que competem vem crescendo de forma expressiva desde seu início, em 2009. Em 2018, foram mais de 2 mil colégios e mais de 300 mil alunos.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Um dos principais objetivos do concurso é ampliar e incentivar o desenvolvimento dos conhecimentos matemáticos, contribuir para a melhoria do ensino da disciplina em todos os níveis da Educação Básica. Favorecer o estudo de maneira interessante e contextualizada, aproximando os alunos do universo desse conhecimento, bem como estimular a capacidade dos alunos de obter prazer e satisfação intelectual na resolução de problemas de Matemática pura ou aplicada também fazem parte dos propósitos do concurso.

As provas são aplicadas na própria escola e os resultados enviados aos organizadores do concurso. Este ano os resultados foram divulgados em maio. Em setembro serão divulgados relatórios individuais mais detalhados dos alunos que participaram da competição.

Sobre a Rede Marista de Colégios

O Colégio Marista Ribeirão Preto integra a Rede Marista de Colégios (RMC), presente no Distrito Federal, Goiás, Paraná, Santa Catarina e São Paulo com 18 unidades. Nelas, os mais de 25 mil alunos recebem formação integral, composta pela tradição dos valores Maristas e pela excelência acadêmica alinhada ao mercado. Por meio de propostas pedagógicas diferenciadas, crianças e jovens desenvolvem conhecimento, pensamento crítico, autonomia e se tornam mais preparados para viver em uma sociedade em constante transformação. Saiba mais em www.colegiosmaristas.com.br.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Confira a programação cultural do fim de semana em Ribeirão Preto

As Belezas Belezas meu Brasil um espetáculo de dança da EDALA, tem ainda Workshop Ho'oponopono, Sarau literário e muito mais confira.

Atlético-MG vence Bahia e volta a ser campeão brasileiro após 50 anos

O Atlético, já como campeão brasileiro de 2021, volta a campo no domingo (5), às 16h, para receber o Red Bull Bragantino no Mineirão, em Belo Horizonte, onde poderá celebrar o título ao lado da torcida.

Passaporte Não: Sob pressão da população Câmara arquiva projeto

Luís Antonio França (PSB) que é contra a liberdade pessoal, tentou emplacar este absurdo, mas a maioria votou pelo arquivamento.

Novas interdições atrapalham o transito na região norte e sul

Nas duas interdições, a Transerp orienta aos condutores que redobrem a atenção e diminuam a velocidade de seus veículos a fim de evitar acidentes.

27 cidades da região já decidiram cancelar o carnaval

Em Ribeirão se depender de alguns vereadores o carnaval devera ser cancelado, mas 8 deles querem o carnaval para comemorar as 3 mil mortes pela doença. Veja quem são.
- PUBLICIDADE -