InícioEconomiaComércio de Ribeirão Preto acredita em leve crescimento nas vendas do Dia...

Comércio de Ribeirão Preto acredita em leve crescimento nas vendas do Dia das Mães

Dados da CNDL mostram que 79% dos consumidores brasileiros devem realizar pelo menos uma compra no período; Roupas, calçados, acessórios e perfumes devem ser os campeões de vendas

- continua após a publicidade -

Dados da CNDL mostram que 79% dos consumidores brasileiros devem realizar pelo menos uma compra no período; Roupas, calçados, acessórios e perfumes devem ser os campeões de vendas

O Comércio de Ribeirão Preto projeta um pequeno crescimento médio, de 3% a 5%, nas vendas do Dia das Mães desse ano, na comparação com o mesmo período de 2021. O ticket médio deve variar entre R$ 100 e R$ 150 desembolsados por cada consumidor na segunda data mais importante do calendário varejista em termos de faturamento. “Apesar de a projeção nacional ser próxima da estabilidade (Fonte: CNC), acreditamos em uma leve alta pelo fato de Ribeirão Preto ser um grande polo regional de consumo, ou seja, muitos consumidores da região virão fazer suas compras aqui”, analisa Paulo César Garcia Lopes, presidente do SINCOVARP – Sindicato do Comércio Varejista, e da CDL Ribeirão Preto – Câmara de Dirigentes Lojistas.

Ainda segundo Lopes, em maio de 2020, durante a primeira onda de Covid-19, o Dia das Mães foi muito prejudicado. “Em 2021, com o início da vacinação e suspensão de algumas restrições, foi um pouco melhor, mas não alcançou a recuperação de que precisávamos naquela época. Agora, em 2022, mesmo com o atual cenário de pressão inflacionária, renda fraca e juros elevados, acreditamos que os filhos não deixarão de presentear as mães”, afirma.


Indicadores

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Levantamento feito pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com a Offerwise, nas principais capitais do país, projeta que 79% dos consumidores brasileiros devem realizar pelo menos uma compra no período do Dia das Mães. Em números absolutos, a expectativa é de que aproximadamente 127,2 milhões de brasileiros presenteiem alguém este ano, o que deve movimentar uma cifra próxima de R$ 28,16 bilhões nos segmentos de comércio e de serviços. Apenas no Estado de São Paulo, devem ser movimentados R$ 12 bilhões, segundo apurou a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado de São Paulo (FCDLESP).

A pesquisa ainda revela que no Dia das Mães desse ano, os produtos campeões de vendas devem ser roupas, calçados ou acessórios (44%), perfumes (37%), chocolates (23%) e cosméticos (23%). Em média, cada cliente deve adquirir dois presentes e as principais presenteadas serão a mãe (76%), a esposa (19%) e a sogra (18%).

As lojas físicas aparecem como o principal local de compras dos brasileiros, 75% dos entrevistados afirmaram que pretendem comprar a maioria dos presentes fisicamente. A internet aparece como local de compra de 44% dos consumidores. Já os fatores que mais pesam na escolha do local de compra são a atratividade do preço (42%), a qualidade dos produtos (36%) e as promoções (32%).

arquivo pessoal

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

A Vergonha da Negligência com Nossos Idosos

Este é um grito de revolta contra a administração de um prefeito insensível e seus vereadores, que preferem fechar os olhos para a realidade dura e cruel que atinge os cidadãos que ajudaram a construir esta cidade.

🌟 Estudante de Odontologia Coroa a Festa do Peão de Barretos 2024 🌟

🎉 Veja como Rebecca Almeida conquistou o título de rainha em grande estilo! 🎉

Cabeça de Ozempic: o remédio pode deixar a cabeça maior? Entenda

O termo "cabeça de Ozempic" viralizou nas redes sociais após diversas celebridades aparecerem mais magras, mas com a cabeça desproporcionalmente maior em relação ao corpo.

Mitos e verdades sobre o consumo de bebidas alcoólicas e o desenvolvimento de câncer

Segundo relatório da American Association for Cancer Research (AACR), o consumo de bebida alcoólica ocupa a terceira posição nas causas de tumores, perdendo apenas para o tabagismo e o excesso de massa corporal.

Brasil pode ter o maior IVA do mundo com apoio de Ricardo Silva e Baleia Rossi

Reforma Tributária aprovada, Imposto sobre Valor Agregado (IVA) torna os impostos o maior do planeta com apoio dos deputados
- PUBLICIDADE -