InícioEconomiaBrasil fechou 1,1 milhão de vagas de trabalho de janeiro a maio...

Brasil fechou 1,1 milhão de vagas de trabalho de janeiro a maio deste ano

A pandemia do novo coronavírus levou diversas cidades a adotarem medidas de distanciamento social e o impacto econômico foi imediato.

- continua após a publicidade -

A pandemia do novo coronavírus levou diversas cidades a adotarem medidas de distanciamento social e o impacto econômico foi imediato. O Fundo Monetário Internacional (FMI) prevê que, este ano, a economia brasileira encolha 9%.

A consequência foi o aumento do desemprego. Somente nos cinco primeiros meses do ano o país perdeu 1.144.875 vagas de trabalho. O recorde histórico negativo foi divulgado nesta segunda-feira (29) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

O secretário do Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Dalcolmo, destacou a relação do emprego com o cenário econômico nos meses afetados pela pandemia – março, abril e maio.

foto internet

O levantamento de maio mostra que, no mês passado, o Brasil fechou 331 mil postos de trabalho. Em abril, o número tinha sido bem maior, com 902 mil vagas fechadas.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

O secretário Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Bianco, avaliou que essa melhora pode indicar uma retomada econômica.

Uma das medidas do governo para tentar manter os empregos durante a crise provocada pela pandemia é o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEm).

arquivo

Entre as medidas, o programa prevê acordos entre empresários e empregados para, até o fim do ano, suspender o trabalho por até dois meses, ou reduzir a jornada e o salário em até 70%, por três meses. Quando voltar, o trabalhador terá estabilidade pelo mesmo período em que vigorou o acordo.

A expectativa era de que, após esses dois ou três meses, já seria possível voltar normalmente ao trabalho, mas isso não ocorreu.

arquivo

Muitas cidades ainda não têm previsão para liberar todas as atividades econômicas.

O benefício foi instituído por uma medida provisória, que já foi aprovada, com modificações, no Congresso Nacional. Agora, diferentes setores do governo analisam essas mudanças, para que o presidente Jair Bolsonaro possa sancionar e transformar o texto em lei.

E o secretário especial Bruno Bianco explicou que o governo já prepara um decreto para prorrogar a vigência desses acordos para manter os empregos.

arquivo

Quase 12 milhões de empresas aderiram ao benefício para manutenção de empregos.

Os empresários que quiserem prorrogar as medidas de suspensão ou redução de trabalho e pagamento vão precisar firmar novos acordos com os funcionários.


O levantamento feito pelo Caged indica, ainda, redução de salário. Em média, uma pessoa que começou a trabalhar em maio recebeu R$ 1.731. O valor é 4,35% abaixo, ou R$ 78 menor, que a remuneração média de abril. O salário de maio foi também o menor deste ano.

arquivo

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Justiça obriga Globo a publicar direito de resposta a Ana Paula Henkel por ofensas proferidas por Walter Casagrande

Casagrande publicou texto alegando que "uma pessoa intragável, prepotente, arrogante, defensora de armas, que se disfarçou de jogadora de vôlei"

Saúde distribui mais 10 milhões de vacinas para todo o país

De acordo com a pasta, serão distribuídas 4,8 milhões de doses da AstraZeneca, 3,3 milhões da Coronavac e 2,1 milhões da Pfizer.

Oportunidade de emprego: Ribeirão Preto tem 330 vagas em diversas áreas

Confira as opções das funções para vagas e formas de entrar em contato com o contratante. Compartilhe e marque amigos que procuram emprego.

Rayssa Leal, a Fadinha, fatura prata no skate street em Tóquio 2020

Com apenas 13 anos atleta é a mais jovem na história a conquistar uma medalha para o país

De virada Fogão vence o Ituano e cola no G-4

Com a vitória, o Pantera chegou a 16 pontos —mesma pontuação do Ituano, quarto colocado
- PUBLICIDADE -