Início Economia Após pressão de sindicatos, João Dória revoga aumento de alguns impostos

Após pressão de sindicatos, João Dória revoga aumento de alguns impostos

Com baixa popularidade e prestes a enfrentar manifestações contra seu governo, João Dória usa a pandemia como muleta para ações contra a população.

- continua após a publicidade -

O Governador João Dória determinou nesta quarta-feira (6) a suspensão no aumento do ICMS para alguns alimentos e medicamentos genéricos que haviam sido publicadas em outubro do ano passado em meio a pandemia. O aumento no imposto visa garantir o incremento nos cofres públicos, que sofreram uma redução na arrecadação graças às medidas restritivas impostas pelo próprio Governo.

Em nota publicada na noite desta quarta (6), o Governo admite que a suspensão de isenções e benefícios definidas em outubro visa o aumento na arrecadação, e que as novas regras só foram definidas porque o índice de casos de coronavírus no estado estava em queda. Ou seja, o governador tranca rua mandou fechar tudo, faliu empresas, aumentou o desemprego, manteve a quarentena no estado, mas para ele, estava na hora de aumentar os impostos. O vírus estava grave o suficiente para manter a população em casa com comércios fechados mas não tão grave para aumentar os impostos.

A revogação no aumento do imposto para alguns setores, de acordo com o Governo, é para evitar o aumento nos preços de alimentos e remédios diante, do que chamaram, da 2ª onda do vírus que atinge o estado.

Com a movimentação dos sindicatos, associações e cooperativas contra o Governador, a lei que previa aumento de impostos foi revista e alterada, mas a manifestação prevista para esta quinta-feira (7) será mantida.

Manifestações de sindicatos e setores

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Representantes de setores da saúde já haviam manifestado sua insatisfação com o Governo pelo aumento do imposto. Esta semana em diversas notas divulgadas a imprensa, sindicatos e representantes de setores ligados ao Agronegócio divulgaram a realização de um “tratoraço”, agendado para esta quinta-feira (7). O movimento foi aderido por mais de 300 cidades paulistas e 100 sindicatos rurais, associações e cooperativas.

Mesmo com o comunicado do Governo, a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo (FAESP) manterá a manifestação desta quinta-feira, prevista para começar às 7hs. De acordo com a nota enviada pela Federação, o Governo do Estado atendeu parte das propostas do agronegócio, mas outros pleitos importantes ficaram de fora como energia elétrica, leite pasteurizado e hortifrutigranjeiros.

Ainda de acordo com a nota, os aumentos no ICMS que não foram revogados pelo Governador ainda causam grandes impactos no agronegócio paulista, principalmente para os pequenos produtores rurais, que representam 78% do estado, e para a sociedade como um todo.

Foto: Montagem

O aprendiz de ditador aterroriza o Estado de São Paulo, prejudica a economia, aumenta a pobreza e indiferente com as dificuldades da população aumenta impostos sobre itens essenciais, desencadeando o aumento nos preços de produtos e serviços.

A pergunta que fica é: Até quando a população de São Paulo vai aguentar este desGoverno, onde estão os Deputados Estaduais que se omitem e permitem que Dória brinque de ditador em São Paulo?

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

COVID-19 atinge natalidade e Cartórios de Ribeirão Preto registram o menor número de nascimentos em janeiro

Nove meses após o primeiro mês com a pandemia instalada no Brasil, casais optam por não ter filhos e número de registros de nascimentos atinge o menor patamar, em relação à 2020

Renault anuncia investimento de R$ 1,1 bi no Brasil

O anúncio foi feito pelo presidente da Renault do Brasil, Ricardo Gondo, ao governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Jr.

Varejo do Brasil perdeu 75 mil lojas em 2020

O número é o saldo entre abertura e fechamento, São Paulo esta em primeiro lugar em fechamentos definitivos.

OMS condena o lockdown: não salva vidas e faz os pobres muito mais pobres

O Dr. David Nabarro, da OMS, apelou aos governantes para pararem de “usar lockdown como seu método de controle primário” do vírus da Covid....

Prouni abre inscrições para lista de espera nesta segunda-feira

Candidatos têm até terça-feira para manifestar interesse
- PUBLICIDADE -