InícioEconomiaApós despencar em maio, vendas do Comércio de Ribeirão Preto crescem 4,83%...

Após despencar em maio, vendas do Comércio de Ribeirão Preto crescem 4,83% em junho

Após um “tombo” de -15,75%, em maio, as vendas do comércio de Ribeirão Preto tiveram recuperação média de 4,83%, em junho, devido a maior flexibilização.

- continua após a publicidade -

O bom resultado impulsionou o Índice de Confiança do Varejo que recuperou otimismo para o restante do ano. O ICV/SINCOVARP/CDL é medido desde dezembro de 2020 pelas duas entidades que representam oficialmente o comércio local e regional   

Após um “tombo” de -15,75%, em maio, as vendas do comércio de Ribeirão Preto tiveram recuperação média de 4,83%, em junho, na comparação com o mesmo período do ano passado. Em relação ao mês anterior, o crescimento das vendas foi de 2,83%. O levantamento é do Centro de Pesquisas do Varejo (CPV), mantido pelo SINCOVARP – Sindicato do Comércio Varejista de Ribeirão Preto e Região, e pela CDL Ribeirão Preto – Câmara de Dirigentes Lojistas.  

“Um dos fatores que influenciaram nesse cenário foi a maior flexibilização das normas restritivas do Plano São Paulo, decorrentes do progresso da vacinação e, consequente, a diminuição do número de casos de Covid19. Aos poucos os consumidores estão voltando às compras”, analisa Diego Galli Alberto, pesquisador e coordenador do CPV. 

Emprego 

Em junho de 2021 a tendência de estabilização do nível de emprego no Comércio, detectada pela pesquisa de maio, se confirmou totalmente. “É o primeiro passo para a reversão da curva de emprego que agora apresenta tendência positiva para os próximos meses, ainda mais no final do ano com a contratação dos trabalhadores temporários”, explica. 

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Otimismo de volta 

O CPV também perguntou aos lojistas qual seria a perspectiva de vendas para julho de 2021, levando em conta o cenário atual. A pesquisa projeta um aumento médio de 7,33% nas vendas deste mês.  

Índice de Confiança 

Medido desde dezembro de 2020, pelo CPV, o Índice de Confiança do Varejo (ICV/SINCOVARP/CDL), também revela uma retomada do otimismo em relação ao segundo semestre de 2021. Em uma escala de 1 a 5, em que 1 significa “muito pessimista” e 5 “muito otimista”, o índice ficou em 3,5. 

“Em maio, o ICV constatou que quase metade dos lojistas estava pessimista, o viés era de baixa. Agora, o nível de confiança subiu um pouco com a perspectiva de fim de ano aquecido por uma grande demanda reprimida existente”, afirma o pesquisador. 

E-commerce 

A pesquisa também investigou as vendas online, em junho. Foi apurado que 33% dos lojistas não realizam vendas pela internet no período; 40% usaram pouco os canais online; 20% usaram razoavelmente; e apenas 7% concentraram a maior parte de suas vendas no E-commerce. 

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Colégio Metodista suspende atividades em Ribeirão Preto

Instituição contava com 122 anos de atuação na cidade encerra atividades por conta da situação financeira da instituição de ensino. A economia vemos depois.

O fundo do posso sem fundo: Fiocruz indica atenção com dengue

Períodos chuvosos atrelados ao calor são favoráveis à proliferação do Aedes aegypti, que é também transmissor do vírus da zika e chikungunya.

Mãe do presidente Jair Bolsonaro morre aos 94 anos

De Uma família humilde do interior de São Paulo, dona Olinda, partiu mas pode ver os feitos do filho. Nossos sentimentos ao @jairmessias.bolsonaro

Coronavac é liberada e SP confirma dose para crianças em até 3 semanas

Eles garantem que o medicamento é seguro, e casos de mortes não são relacionados com a picada salvadora. Se ele garante nós acreditamos na ciência.

Criança de 10 anos infartou depois da picada mas o motivo não foi a vacina

Prefeitura diz que criança teve parada cardíaca após vacina, mas estado rapidamente concluiu que criança tinha doença rara no coração que os pais não sabiam. E nós acreditamos no trancarua
- PUBLICIDADE -