InícioDiversosGenival Lacerda morre aos 89 anos de idade.

Genival Lacerda morre aos 89 anos de idade.

O mundo musical perde mais uma nota de sua melodia, morreu na manhã desta quinta-feira (7), o cantor e compositor Genival Lacerda (89).

- continua após a publicidade -

Bem humorado, com letras irreverentes e nascido na capital da festa de São João, Campina Grande (PB), cidade que levava com orgulho por onde passava. O cantor e compositor Genival Lacerda (89) morreu na manhã desta quinta-feira (7) após complicações em seu quadro clínico, vítima do agravamento de uma Pneumonia.

Os amantes do forró e a música brasileira perdem uma figura icônica. O Rei da Munganga, como era conhecido, deixou uma lista com vários sucessos nacionais em sua carreira com destaque para músicas como “De Quem é Esse Jegue?” e “Severina Xique-Xique”.

O falecimento foi comunicado nas redes sociais do seu filho, que postou fotos ao lado do pai e um texto em sua homenagem. A assessoria do cantor confirmou em nota (abaixo);

Nota da Equipe de Genival Lacerda:

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

“O cantor Genival Lacerda morreu nessa manhã de quinta-feira (07) vitima da COVID-19. O artista deu entrada no hospital no último dia 30 de novembro para tratamento da doença e chegou até a ter uma breve melhora no quadro clínico. Aos 89 anos de idade e 68 anos de carreira, Genival, que era paraibano e cidadão recifense, seguiu lutando até o último minuto.

O Rei da Munganga, como ficou conhecido em todo o Brasil, será eterno na memória de todos que o acompanharam durante mais de meio século; Eram crianças, adolescentes, jovens e idosos que admiravam o trabalho desse artista que elevou o nome da sua cidade natal, Campina Grande, e que representou o povo do Nordeste bravamente com a irreverência que será lembrada para sempre por todos os Brasileiros.

O Paraibano ficou conhecido pelo estilo musical e pelo espírito cômico que tinha. Também com o estilo próprio de cantar, pela alegria de ser nordestino e mostrar que música pode ter bom humor. Genival começou os trabalhos como radialista nas rádios Borborema e Caturité, o programa era líder em audiência e se chamava O Forró de Seu Vavá. A música Severina Xique Xique foi um marco na carreira para os outros sucessos como Radinho de Pilha, fenômeno, que vendeu mais de quinhentas mil cópias em todo o Brasil. Emplacando logo em seguida Mate o Véio que caiu rapidamente no gosto popular. A música Quem Dera ficou em primeiro lugar de audiência nas rádios de todo o Brasil durante muitos anos”.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Dois lotes de parques municipais serão administrados por iniciativas privadas

Gestão e encerramento do contrato (até cinco anos de contrato com a possibilidade de prorrogação por mais cinco anos).

Ribeirão Preto estende abertura do comércio a partir desta sexta-feira, dia 30

Medida se antecipa ao Plano São Paulo. Veja como ficam os horários.

GCMs realizam doação de sangue em Ribeirão Preto

Ação contribuiu com o estoque de sangue do hospital São Lucas; tipos O-, O+ e A - são os mais críticos, com menos da metade das bolsas necessárias

Brasil gera 309 mil empregos formais em junho

Governo deve lançar programas para inclusão de jovens no mercado

Anvisa alerta sobre casos de Guillain-Barré após vacinação

A Anvisa explica que a SGB é um distúrbio neurológico autoimune raro, no qual o sistema imunológico danifica as células nervosas.
- PUBLICIDADE -