InícioDiversosCasa da Mulher: RP terá centro de acolhimento com apoio jurídico, psicológico,...

Casa da Mulher: RP terá centro de acolhimento com apoio jurídico, psicológico, qualificação e acessibilidade

Nesta primeira, fase o governo de São Paulo será responsável pela construção de 20 Casas em todo estado, com investimento total de R$ 725 mil em cada uma. A administração ficará por conta do governo municipal.

- continua após a publicidade -

A secretária municipal de Assistência Social, Renata Corrêa, esteve no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do Estado, na manhã desta segunda-feira, 23 de agosto, representando o prefeito Duarte Nogueira no lançamento do programa “Casa da Mulher”, que prevê locais específicos de acolhimento, apoio jurídico e psicológico, além de qualificação para as mulheres.

Nesta primeira, fase o governo de São Paulo será responsável pela construção de 20 Casas em todo estado, com investimento total de R$ 725 mil em cada uma. A administração ficará por conta do governo municipal.

“A Casa da Mulher vai permitir o acolhimento, suporte jurídico e psicológico, qualificação e acessibilidade. Serão 20 unidades no estado de São Paulo.

O projeto prevê a integração entre seis secretarias estaduais: Secretaria de Desenvolvimento Regional, Justiça e Cidadania, Desenvolvimento Social, Desenvolvimento Econômico, Segurança Pública, Direitos da Pessoa com Deficiência e Saúde.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

A Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, através do programa Casa da Mulher, vai disponibilizar 11 mil vagas (presenciais e virtuais) do SP Tech Mulher para as cidadãs atendidas pelo projeto. Por meio do programa, elas terão a oportunidade de participar de cursos gratuitos de formação continuada na área de Tecnologia da Informação.

Além disso, também vai promover, dentro das unidades, ações do programa Empreenda Mulher, que incentiva a autonomia financeira possibilitando oferta de 26 mil vagas de qualificação empreendedora, em parceria com o Sebrae e a Aliança Empreendedora, disponibilização de R$ 50 milhões em microcrédito em 2021 e outras ações para geração de renda. Com as iniciativas, a meta é atender 37 mil mulheres na Casa da Mulher nos próximos 12 meses.

“É muito gratificante estar entre as 20 cidades que serão contempladas já nesse primeiro momento com o projeto e saber que vamos contribuir de maneira efetiva para assegurar autonomia e qualidade de vida às mulheres de Ribeirão Preto”, comemorou o prefeito Duarte Nogueira.

Em sintonia com o Estado

Em Ribeirão Preto, a Secretaria de Assistência Social realizou, entre 16 e 21 de agosto, a semana #RendaMulher, em parceria com Secretaria de Inovação e Desenvolvimento, Centro de Qualificação, SEBRAE e Banco do Povo. Foram realizadas palestras para mulheres empreendedoras ou que desejam empreender, explicando os cursos de capacitação oferecidos e como ter acesso às linhas de crédito do Banco do Povo, oferecidas exclusivamente para as mulheres.

O encerramento aconteceu na Esplanada do Teatro Pedro II, com a presença da SEMAS e todos os parceiros do projeto. Mais de 100 mulheres foram atendidas e já fizeram suas inscrições para transformarem sua realidade.

Renata Corrêa esteve no lançamento do programa Casa da Mulher e fala da sintonia com o governo estadual.

“É uma coincidência muito feliz saber que estamos olhando para o mesmo horizonte, que nossa cidade caminha junto com o estado. Nossas ações em Ribeirão Preto foram para registrar os 15 anos da lei Maria da Penha, e uma forma de ajudar as mulheres vitimizadas ou em vulnerabilidade social é oferecer acolhimento e oportunidades, seja com cursos de capacitação, ou facilitar o acesso às linhas de crédito. Com certeza é o início de um novo tempo para as mulheres”, concluiu.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Cientista chinês deserta para os EUA com segredos de armas hipersônicas

Ele estava disposto a fornecer informações detalhadas sobre o veículo hipersônico em troca de asilo para ele, sua esposa e seu filho.

Brasil já tem mais casos de covid-19 do que no periodo antes da vacina

A pergunta é: Fecha tudo e #fiqueemcasa? As picadas funcionam ou é apenas interesse financeiro?

Aulas da Rede Municipal retornam na próxima semana

Retorno será 100% presencial e obrigatório para os estudantes; todos os protocolos sanitários que dispõem sobre a Covid-19 serão cumpridos. Não é obrigatório apresentar passaporte sanitário.

Morre a cantora e pastora Ludmila Ferber aos 56 anos

"Quando tudo parece estranho ao redor ,Buscar tua face é preciso, Deus Quando a gente não sabe o que está ocorrendo Buscar tua face é preciso, Deus"

Prefeitura obriga funcionalismo apresentar passaporte sanitário

Seu corpo minhas regras: Funcionários que não apresentarem documento serão impedidos de trabalhar e terão descontada do salário.
- PUBLICIDADE -