Início Cidades Viaduto na Av. Brasil sobre a Mogiana toma forma na região Norte...

Viaduto na Av. Brasil sobre a Mogiana toma forma na região Norte da cidade

- continua após a publicidade -

Uma das mais de 30 intervenções viárias previstas no Programa Ribeirão Mobilidade, a construção do viaduto na avenida Brasil sobre a Mogiana, na zona Norte, já chama a atenção de quem passa pela região.

Com seis dos sete pilares de concreto construídos e com a fundação praticamente concluída, as obras seguem o cronograma e estão em etapa de construção da laje, que sustentará as pistas de rolamento.

divulgação

Nesta semana, também inicia-se a etapa de ampliação da ponte sobre a linha férrea na avenida Brasil, entre as ruas Colômbia e América do Sul.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

A Prefeitura de Ribeirão Preto iniciou o projeto em novembro de 2019, após a empresa Contersolo ser licitada por R$ 19.870.000,00. O valor representou uma economia de 20% aos cofres públicos, visto a estimativa inicial de R$ 24.848.629,88. No total, cerca de 40 operários trabalham diariamente no local.

“Essa obra terá a tarefa de reduzir o ponto crítico de quem transita na confluência das avenidas Brasil e Mogiana, gerando mais fluidez por meio do viaduto que vai passar por cima dessa rotatória em direção ao alargamento da ponte da linha férrea, e em direção à avenida Thomaz Alberto Whately. Lá também será feito um viaduto na avenida Brasil, passando por cima da Thomaz Alberto Whately, garantindo à cidade mais fluidez no trânsito, mais segurança viária e diminuição de acidentes”, disse o prefeito Duarte Nogueira.

Até o momento, foram construídos seis dos sete pilares de concreto que irão sustentar o viaduto. Além disso, 95% da fundação estão concluídos e, agora, a empresa está em fase de execução da laje do viaduto. A próxima etapa será implantar o sistema de pavimentação, onde os veículos irão transitar, assim como os muros de contenção.


“Em relação à ampliação da ponte sobre a linha férrea, a empresa fez esta semana uma via de acesso. Vamos demolir a existente e construir uma completamente nova, com mais segurança e com o dobro de largura, passando a ter 12 metros de largura”, ressaltou o chefe do Executivo.

Com dez metros de altura em seu ponto mais alto e 165 metros de extensão, a intervenção irá beneficiar 693.782 usuários do transporte público que passam pelos bairros Ribeirão Verde, Jd. Aeroporto, Avelino Palma, Adelino Simioni, Heitor Rigon, Distrito Empresarial, Quintino Facci I e II, Tanquinho, Vila Elisa e Vila Brasil. O prazo de execução é de 14 meses.

divulgação

Viaduto na Av. Thomaz Alberto Whately
Dando sequência ao plano de mobilidade urbana na região Norte, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Obras Públicas, também irá construir um viaduto na avenida Brasil sobre a Thomaz Alberto Whately, garantindo uma sequência significativa de rota com maior segurança viária aos motoristas e usuários do transporte público.
A ordem de serviço que autoriza a construção foi assinada no dia 30 de abril e, nesta semana, a empresa iniciou a instalação do canteiro de obras para seguir com as primeiras etapas. Inicialmente, serão construídos dez tubulões em concreto, com 12 metros de profundidade, para receber toda a estrutura do viaduto.
Via processo licitatório, a empresa Contersolo foi contratada por R$ 13.284.955,62, uma economia de 23% aos cofres públicos frente ao orçamento estimado inicialmente, de R$ 17.303.723,67. O prazo de execução é de 14 meses.
Com nove metros de altura em seu ponto mais alto e 110 metros de extensão, a intervenção irá beneficiar cerca de 3,2 mil veículos que passam pela avenida Brasil e 2,8 mil que passam pela Thomaz Alberto Whately nos horários de pico.

divulgação

Programa Ribeirão Mobilidade

A Prefeitura conta com cerca de 90% das obras do Programa Ribeirão Mobilidade licitadas e em processo de licitação.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

São mais de 30 intervenções viárias planejadas para garantir mais acessibilidade, segurança no trânsito e qualidade de vida à população de Ribeirão Preto.

Destas, já foram entregues as três pontes da avenida Francisco Junqueira, a duplicação e prolongamento da avenida Prof.ª Dina Rizzi, a recuperação da Estrada do Piripau e diversas frentes de recapeamento asfáltico. Nove adequações estão em execução, três estão em processo licitatório e, o restante, em processo de abertura de licitação.

O investimento total se aproxima de R$ 500 milhões, sendo R$ 310 milhões provenientes de recursos do governo federal e, o restante, do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa) e outras agências de crédito.

Ao todo, serão 11 corredores de ônibus implantados em Ribeirão Preto, além de um túnel que será construído entre as avenidas Independência e Presidente Vargas, passando por baixo da Nove de Julho.

Serão 56 quilômetros de corredores de ônibus percorrendo as principais avenidas do município, além de pontes, túneis e viadutos que irão proporcionar maior conforto a 4.154.118 usuários do transporte público.

divugação

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Restaurantes abrem novos postos de trabalho em Ribeirão Preto

No Shopping Iguatemi Ribeirão Preto as novas unidades do Outback Steakhouse e Paris 6 e ainda Coco Bambu - já instalado no empreendimento - estão com processos seletivos abertos

Em meio à pandemia, startup de Ribeirão Preto ganha mercado na América Latina

Plataforma de gestão de despesas corporativas VExpenses cresceu 50% entre os meses de abril e setembro; a estimativa é que o faturamento cresça mais 30% até dezembro

Quem esta mentindo, Doria ou Pazuello? Ministério da Saúde nega compra da Coronavac

“Não houve nenhum compromisso com o governo do Estado de São Paulo no sentido de aquisição de vacinas contra covid-19”, informou a pasta

Medico voluntario da vacinação contra Covid morre no RJ

Médico de 28 anos teve complicações da covid-19 e morreu. Anvisa já repassou informação aos responsáveis pelo estudo

Homem que se declarar mulher terá o direito de ficar em presídio feminino

O detento pode escolher onde ficará preso, conforme seu gênero declarado, e não precisará dar nenhuma prova, basta sua declaração.