Início Cidades Ribeirão não pode Parar: Vigas instaladas, viaduto da Maria de Jesus Condeixa...

Ribeirão não pode Parar: Vigas instaladas, viaduto da Maria de Jesus Condeixa começa a receber mais seis estruturas de 22 toneladas

Serão 12 vigas de 16 metros e 22 toneladas para ligação com a Antônio Diederichsen e outras 12, de 33 metros e 56 toneladas, sobre a Francisco Junqueira

- continua após a publicidade -

O viaduto da avenida Maria de Jesus Condeixa, que permitirá a ligação com a Antônio Diederichsen sobre a Dr. Francisco Junqueira, já instalou metade das vigas de concreto pré-moldadas que irão sustentar a obra de arte. Ao todo, serão implantadas 12 estruturas de 16 metros de extensão e 22 toneladas, sendo seis na avenida Antônio Diederichsen e as outras seis na Maria de Jesus Condeixa.

A etapa teve início na semana passada, quando metade delas foi instalada no sentido Condeixa – Presidente Vargas. Na manhã desta quinta-feira (7), a empresa responsável pela construção iniciou o processo no sentido contrário. O projeto faz parte das mais de 30 intervenções viárias do Programa Ribeirão Mobilidade.

foto ilustrativa

“As peças darão a sustentação para receber a construção de laje de concreto, que receberá a pista de rolamento. Na sequência, serão implantadas outras 12 vigas pré-moldadas, de 33 metros e 56 toneladas cada, para sustentar o trecho do viaduto que passará sobre a avenida Dr. Francisco Junqueira”

Para garantir a segurança dos operários durante o processo, a CPFL cortou a energia dos fios de alta tensão.

O alteamento da rede elétrica será realizado logo após a conclusão desta etapa do projeto.

“Por questões de segurança, a distância mínima do veículo que passa sobre a ponte e a catenária de energia elétrica tem que ser de oito metros. Teremos, aproximadamente, três mil metros cúbicos de concreto utilizados nesta obra, meia tonelada de aço a serem colocados nessas torres e 24 vigas pré-moldadas protendidas”, explicou o secretário de Obras Públicas, Pedro Luiz Pegoraro.

Foto Divulgação
- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Benefícios

“O viaduto fará uma ligação, até então inexistente, entre as zonas Oeste e Sul com a Leste. É uma obra que irá tirar um ponto muito crítico no trânsito da nossa cidade e que era necessário há muito tempo. Além da funcionalidade que trará pra Ribeirão Preto, garantirá maior qualidade de vida a todos os motoristas e usuários do transporte público no nosso município”, afirmou o prefeito Duarte Nogueira.


Com investimento inicial previsto em R$ 20.180.431,35, a Construtora Hejos foi contratada via processo licitatório por R$ 15.285.365,82, gerando uma economia de R$ 4.895.065,53 aos cofres públicos. Com prazo de execução de 18 meses, o serviço irá beneficiar os moradores dos bairros Castelo Branco, Iguatemi, Santa Cruz do José Jacques, Vila Seixas, Jardim Macedo, Jardim América e Centro.

As obras tiveram início no final de agosto de 2019.
Ao todo, serão 98 metros lineares de obras de arte e cerca de 200 metros de estruturado, três mil metros cúbicos de concreto utilizados, meia tonelada de aço a serem colocados nas torres e 24 vigas pré-moldadas protendidas.

divulgação

Ribeirão Mobilidade

A construção do viaduto entre as avenidas Maria de Jesus Condeixa e Antônio Diederichsen é um dos três viadutos que estão sendo construídos no município. O da avenida Brasil sobre a Mogiana teve início em novembro de 2019, enquanto a construção do viaduto da Brasil sobre a Thomaz Alberto Whately está em fase inicial de construção.

Dos mais de 30 projetos de intervenção viária previstos no Programa Ribeirão Mobilidade, já foram entregues as três pontes da avenida Francisco Junqueira, a duplicação e prolongamento da avenida Prof.ª Dina Rizzi, a recuperação da Estrada do Piripau e diversas frentes de recapeamento asfáltico.

arquivo pessoal
- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Oito adequações estão em execução, quatro estão em processo licitatório e, o restante, em processo de abertura de licitação.

O investimento total se aproxima de R$ 500 milhões, sendo R$ 310 milhões provenientes de recursos do Governo Federal e, o restante, do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa) e outras agências de crédito.

Ao todo, serão 11 corredores de ônibus implantados em Ribeirão Preto, além de um túnel que será construído entre as avenidas Independência e Presidente Vargas, passando por baixo da Nove de Julho. Serão 56 quilômetros de corredores de ônibus percorrendo as principais avenidas do município, além de pontes, túneis e viadutos que irão proporcionar maior conforto a 4.154.118 usuários do transporte público.

divulgação

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Ação do Dia Mundial da Limpeza recolheu 5 toneladas de resíduos sólidos em Ribeirão Preto

Centenas de pessoas participaram do evento. Material recolhido foi encaminhado para destinação adequada

Da ala bolsonarista raiz Rodrigo Junqueira traz o PSL para disputa real a prefeitura

Entenda o que esta em jogo nas eleições de 2020, e quais os reais interesses para o futuro de Ribeirão Preto

O desespero do “Fique em Casa”, impediu a visão dos mais humildes ou desinformados

A politica da "reclusão" do povo, exemplificando o Estado de São Paulo, com a impossibilidade de tratamento antecipado de muitas pessoas, atrapalhou um resultado promissor

O preço do arroz subiu, e agora? Bora substituir o cereal em grande estilo

O chef Melchior preparou uma receita saborosa com um acompanhamento ideal para substituir o arroz e salvar o seu bolso em grande estilo.

Mortes no trânsito sobem na região de Ribeirão Preto

Vítimas fatais aumentam em 17% no mês de agosto segundo o Infosiga SP. Índices reduziram em todo o Estado