InícioCidadesFundo Social de Solidariedade levará o PIC para assistir ao espetáculo “Um...

Fundo Social de Solidariedade levará o PIC para assistir ao espetáculo “Um Certo Canto Brasileiro”

- continua após a publicidade -

O Fundo Social de Solidariedade de Ribeirão Preto levará os integrantes do Programa de Ação Comunitária (PIC) para assistir ao espetáculo Um Certo Canto Brasileiro. A apresentação está marcada para o dia 25 de agosto, às 21 horas, no Theatro Pedro II.

O espetáculo é uma produção da Studio3 Cia. de Dança, companhia brasileira de dança, e tem representado o país e em várias partes do mundo, em eventos significativos no cenário da dança. Já ocorreram apresentações em cidades como Milão, na Itália, Paris, Lyon e Biarritz, na França, Regensburg, na Alemanha, Lisboa e Porto, em Portugal e também nos palcos do Brasil.

Segundo a produção do espetáculo, o público poderá conferir músicas, dos anos 30 aos 80, que marcaram várias épocas e gerações. O idealizador do espetáculo, Anselmo Zolla, e o diretor musical, Felipe Venancio, apresentam canções populares brasileiras, atemporais e imortalizadas por suas letras e interpretações.

“A vida da gente é um filme repleto de lembranças em que a música faz a nossa trilha. Através da dança e do som, a plateia irá se emocionar com as pérolas brasileiras que foram resgatadas. As coreografias muito entrosadas com a música faz com que os espectadores sintam vontade de dançar e fazer parte da montagem. É um universo muito nosso, rico, que vai trazer à tona uma memória afetiva”, explica Zolla.

No palco, estão presentes as vozes únicas de Tim Maia, Maysa Matarazzo, Chico Buarque, Roberto Carlos, Bethânia, Cartola, Elizeth Cardoso, Angela Maria, Jamelão, Milton Nascimento, Tom e Elis.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Outro destaque do espetáculo fica por conta do cenário todo feito em papelão ondulado produzido pela Klabin, assinado por Antônio S. Lemes.

Studio3 Cia. de Dança – A criação da Studio3 Cia. de Dança representa a consolidação de um trabalho artístico cuidadosamente preparado pelo seu coreógrafo e diretor artístico Anselmo Zolla, sob a direção geral de Evelyn Baruque. Criada em 2005, a companhia hoje conta com 14 intérpretes em seu elenco, provenientes de diversas formações e origens profissionais.

Anselmo Zolla – Atuou como bailarino nos teatros alemães de Kaiserslautern e Wiesbaden. No exterior, onde permaneceu por oito anos, criou obras para as companhias Azet Dance Company, Teatro de Heidelberg, Teatro de Mannheim e Teatro de Kaiserslautern. No Brasil, trabalhou ao lado de Deborah Colker e também no Balé da Cidade de São Paulo, assim como na Quasar Cia. de Dança. Atualmente é diretor artístico da Studio3 Cia. de Dança.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Governo Lula Suspende ou Encerra Mais de 57 mil Benefícios do INSS

Essas ações de monitoramento resultaram em um impacto financeiro de R$ 750,85 milhões, referentes a pagamentos. Isso inclui bloqueio de crédito, suspensão ou cessação de benefícios.

BC Aperfeiçoa Segurança do Pix e Define Data para Pix Automático

Para pagadores, o Pix Automático oferece uma forma de pagamento recorrente sem necessidade de autenticação a cada transação, mediante autorização prévia.

Educação de SP divulga datas do Provão Paulista Seriado 2024

Para a 3ª série do Ensino Médio, a prova que dá acesso direto ao ensino superior será aplicada em 30 e 31 de outubro; Saresp para Ensino Fundamental também tem datas definidas

Após 12 Anos, BNDES Abre Concurso para Nível Superior com Cotas para Pessoas Negras e PcD

Este concurso oferece 150 vagas imediatas e outras 750 para formação de cadastro de reserva. O edital foi publicado nesta segunda-feira, 22 de julho, no Diário Oficial da União e está

Nipah: Causas e Sintomas do Vírus Sem Cura com Potencial Pandêmico

Não há tratamentos específicos ou vacinas para o vírus Nipah. O protocolo atual para os infectados é controlar os sintomas, como convulsões e pneumonia.
- PUBLICIDADE -