Início Cidades Fundo Social de Solidariedade levará o PIC para assistir ao espetáculo “Um...

Fundo Social de Solidariedade levará o PIC para assistir ao espetáculo “Um Certo Canto Brasileiro”

- continua após a publicidade -

O Fundo Social de Solidariedade de Ribeirão Preto levará os integrantes do Programa de Ação Comunitária (PIC) para assistir ao espetáculo Um Certo Canto Brasileiro. A apresentação está marcada para o dia 25 de agosto, às 21 horas, no Theatro Pedro II.

O espetáculo é uma produção da Studio3 Cia. de Dança, companhia brasileira de dança, e tem representado o país e em várias partes do mundo, em eventos significativos no cenário da dança. Já ocorreram apresentações em cidades como Milão, na Itália, Paris, Lyon e Biarritz, na França, Regensburg, na Alemanha, Lisboa e Porto, em Portugal e também nos palcos do Brasil.

Segundo a produção do espetáculo, o público poderá conferir músicas, dos anos 30 aos 80, que marcaram várias épocas e gerações. O idealizador do espetáculo, Anselmo Zolla, e o diretor musical, Felipe Venancio, apresentam canções populares brasileiras, atemporais e imortalizadas por suas letras e interpretações.

“A vida da gente é um filme repleto de lembranças em que a música faz a nossa trilha. Através da dança e do som, a plateia irá se emocionar com as pérolas brasileiras que foram resgatadas. As coreografias muito entrosadas com a música faz com que os espectadores sintam vontade de dançar e fazer parte da montagem. É um universo muito nosso, rico, que vai trazer à tona uma memória afetiva”, explica Zolla.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

No palco, estão presentes as vozes únicas de Tim Maia, Maysa Matarazzo, Chico Buarque, Roberto Carlos, Bethânia, Cartola, Elizeth Cardoso, Angela Maria, Jamelão, Milton Nascimento, Tom e Elis.

Outro destaque do espetáculo fica por conta do cenário todo feito em papelão ondulado produzido pela Klabin, assinado por Antônio S. Lemes.

Studio3 Cia. de Dança – A criação da Studio3 Cia. de Dança representa a consolidação de um trabalho artístico cuidadosamente preparado pelo seu coreógrafo e diretor artístico Anselmo Zolla, sob a direção geral de Evelyn Baruque. Criada em 2005, a companhia hoje conta com 14 intérpretes em seu elenco, provenientes de diversas formações e origens profissionais.

Anselmo Zolla – Atuou como bailarino nos teatros alemães de Kaiserslautern e Wiesbaden. No exterior, onde permaneceu por oito anos, criou obras para as companhias Azet Dance Company, Teatro de Heidelberg, Teatro de Mannheim e Teatro de Kaiserslautern. No Brasil, trabalhou ao lado de Deborah Colker e também no Balé da Cidade de São Paulo, assim como na Quasar Cia. de Dança. Atualmente é diretor artístico da Studio3 Cia. de Dança.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Da ala bolsonarista raiz Rodrigo Junqueira traz o PSL para disputa real a prefeitura

Entenda o que esta em jogo nas eleições de 2020, e quais os reais interesses para o futuro de Ribeirão Preto

O desespero do “Fique em Casa”, impediu a visão dos mais humildes ou desinformados

A politica da "reclusão" do povo, exemplificando o Estado de São Paulo, com a impossibilidade de tratamento antecipado de muitas pessoas, atrapalhou um resultado promissor

O preço do arroz subiu, e agora? Bora substituir o cereal em grande estilo

O chef Melchior preparou uma receita saborosa com um acompanhamento ideal para substituir o arroz e salvar o seu bolso em grande estilo.

Mortes no trânsito sobem na região de Ribeirão Preto

Vítimas fatais aumentam em 17% no mês de agosto segundo o Infosiga SP. Índices reduziram em todo o Estado

Dia do Idoso: Autocuidado é ainda mais importante na terceira idade

Podóloga da Doctor Feet ensina rotina de cuidados com o pés, pernas e unhas, na melhor fase da vida