Início Cidades Alça de acesso ao Clube Vale do Sol será fechado entre Ribeirão...

Alça de acesso ao Clube Vale do Sol será fechado entre Ribeirão Preto e Sertãozinho

O fechamento será feito em caráter definitivo e integra o cronograma de obras para a construção de duas marginais contínuas.

- continua após a publicidade -

A Entrevias Concessionária de Rodovias, em continuidade à implantação dos projetos previstos no contrato de concessão com o Governo do Estado de São Paulo, sob fiscalização da Artesp, informa que fechará, a partir desta quarta-feira (10/06), a alça viária para o trevo de acesso ao Clube Vale do Sol, no quilômetro 332+600 leste da Rodovia Attílio Balbo (SP-322) em Sertãozinho. O fechamento será feito em caráter definitivo e integra o cronograma de obras para a construção de duas marginais contínuas. As vias serão executadas no sentido leste (Sertãozinho-Ribeirão Preto), totalizando 700 metros de extensão que vai do quilômetro 332+660 ao 332+360, e entre os quilômetros 332+360 ao 331+960.

Durante as obras, motoristas que trafegarem no sentido leste e precisarem acessar o trevo deverão fazer o retorno provisório no quilômetro 329 da Attílio Balbo, próximo à sede da Concessionária e base da Polícia Militar Rodoviária. Após a conclusão das intervenções, o acesso ao Clube será feito pela própria marginal.

O objetivo é manter o movimento intenso do viário urbano separado do tráfego rodoviário. As intervenções devem durar aproximadamente cinco meses.

Obras

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Em 1º de junho, também em decorrência das intervenções das marginais que estão em fase inicial de mobilização, a Concessionária interditou a alça de acesso da Rodovia Attílio Balbo à Vicinal Octávio Ferri, no km 332, no trevo de entrada de Sertãozinho. O retorno nesse caso está sendo feito no próximo acesso da Attílio Balbo, no km 335. A medida foi necessária para a implantação de aproximadamente mil metros de marginal, no sentido Oeste, entre os quilômetros 332+310 e 333+510.

A definição dessas obras ocorreu após estudos técnicos realizados pela concessionária e aprovados pela Artesp.

arquivo

“São obras que proporcionarão melhorias viárias ao tráfego local, ordenando as saídas dos trevos de forma segura para o usuário urbano, ao mesmo tempo em que o segregará do usuário rodoviário. Proporcionará mais segurança e reduzirá as necessidades de entrelaçamento entre veículos leves e pesados,” afirma o gerente de Engenharia da empresa, Fábio Milano.

Sobre a Entrevias Concessionária de Rodovias – A Concessionária é responsável pela operação, manutenção e modernização do lote Rodovias do Centro-Oeste Paulista, com um total de 570 quilômetros de vias no eixo entre Florínea, na divisa com o Paraná, e Igarapava, na divisa com Minas Gerais. O contrato de concessão assinado com o governo do Estado de São Paulo e fiscalizado pela Artesp (Agência de Transportes do Estado de São Paulo) prevê investimentos de R$ 3,9 bilhões na restauração de rodovias, ampliação da malha viária e implantação de tecnologias e inovações que contribuem para prestação de serviços de alta qualidade aos usuários. Visite o site da empresa: www.entrevias.com.br. Em caso de emergência nas rodovias ligue para 0800-3000-333.

divulgação

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Confira discurso do presidente Bolsonaro na Cúpula do Clima

O presidente Jair Bolsonaro participou hoje (22) da Cúpula do Clima. O evento virtual, que começou hoje (22) e vai até amanhã

Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em agosto

Também hoje, beneficiários do Bolsa Família com o Número de Inscrição Social (NIS) de dígito final 4 poderão sacar o benefício.

Onda de frio chega ao Brasil na próxima semana

Uma frente fria avança para o Brasil no próximo fim de semana, 23 e 24 de abril, e traz uma massa de ar frio, de origem polar, com intensidade moderada a forte.

Sertãozinho abre processo seletivo para estágio em serviço social

Serão selecionados 15 estagiários. Inscrições devem ser feitas até 27 de abril.

COVID-19 leva a escalada de mortes e colapso de hospitais no Peru

Uma onda brutal da doença atingiu o país nas últimas semanas, resultando em hospitais superlotados, enquanto o acesso à vacinação continua sendo um grande desafio
- PUBLICIDADE -