Início Blogs Célio Pezza Com mil anos de atraso: Vaticano discute abusos cometidos por religiosos a...

Com mil anos de atraso: Vaticano discute abusos cometidos por religiosos a partir desta quinta (21)

- continua após a publicidade -

A partir desta quinta-feira (21), o Vaticano vai se reunir com representantes das conferências episcopais da Igreja Católica Romana de 130 países para discutir as denúncias de abusos sexuais cometidos por religiosos contra crianças e adolescentes.

No encontro, que está previsto para ocorrer até domingo (24), estarão presentes integrantes de grupos de vítimas de abusos. Os quatro dias de reuniões devem ser marcados por discussões como os deveres e atitudes pessoais dos bispos.

Com informações da rádio pública do Vaticano

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -
- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Torcida é liberada nos estádios do Rio

O decreto cita o retorno das torcidas nos estádios em países como Rússia, Dinamarca e Suíça para embasar a liberação.

Congresso de Líderes Cristãos – CLF terá mais uma edição para países que falam o idioma português

O preletor será o Pastor sul-coreano Ock Soo Park, o seminário terá também a participação de lideranças cristãs da américa do sul e central e haverá tradução simultânea.

Sessões de cinema drive-in realizadas em Jardinópolis ampliou corrente de solidariedade

Evento que marcou a chegada da Weclix na cidade e aconteceu em prol do Projeto de Equoterapia do Haras Manoel Leão e do Fundo Social de Solidariedade de Jardinópolis, também beneficiou o Cantinho do Céu

Triumph anuncia primeiras ações concretas do inédito projeto “Women For The Ride”

O anúncio foi realizado por Karina Simões, Embaixadora da Triumph no Brasil, em parceria com o Comitê Feminino da empresa.

Setembro termina quente e outubro começa um forno

A frente fria já se afastou e é o ar seco e quente que está ganhando força novamente sobre o Brasil. A temperatura está em elevação.