Home » Cidades » Policial » PCC agora tem site e diz que ‘Polícia e agentes do governo não terão paz’

PCC agora tem site e diz que ‘Polícia e agentes do governo não terão paz’

Por incrível que possa parecer o site divulga carta aos criminosos, dicionário, estatuto e vários assuntos relacionados a facção

O PCC primeiro comando da Capital, a maior e mais temida facção criminosa do país, ganhou um site na internet.

A página, intitulada “PCC Primeiro Comando da Capital 1533”, exibe notícias, artigos e estatísticas sobre a organização criminosa.

O site divulga ainda o estatuto da facção e uma cartilha criada pelo grupo, contendo orientações de conduta para seus integrantes.

E também traz o “Dicionário PCC” considerado pela organização como “uma ferramenta na condução e preparação de novos líderes”.

Numa de suas mais recentes publicações, no último dia 4, o site traz uma carta endereçada “PARA O CRIME DO PAÍS

O PCC vem deixar a todos os criminosos do país ciente que o nosso objetivo de expansão pelos estados tem por prioridade fortalecer o crime contra a opressão, covardia e inveja imposta dentro e fora do regime prisional, não buscando inimizades de ninguém, muito pelo contrário, somos de unir forças e buscar nossos objetivos em prol de todos, e tudo para os fracos e oportunistas somos um obstáculo para suas intenções capitalistas

Site

Apresentando-se como “maior site específico de estudos, histórias e estatísticas da facção”.

A facção não admite, por exemplo, homossexualismo, pederastia, uso abusivo de drogas e uso de drogas não permitidas – como óxi e crack –, “talaricagem” (se relacionar como a mulher de outro) e traição.

Os integrantes que cometerem essas infrações são punidos com penas que variam da suspensão de 90 dias até a exclusão sem retorno, pena prevista para os homossexuais e pederastas. Para os traidores da organização – aqueles que passam informação da organização para outras facções ou para a polícia –, não há perdão: é pena de morte mesmo.

O Site traz ainda o dicionário do PCC

Esse dicionário é uma ferramenta de extrema importância na condução e na preparação de novos líderes. Deve-se analisar com muita prudência um item antes de aplicar, pois o intuito é facilitar as condições e nas aplicações dos itens, conforme análise da Sintonia.

1. Ato de Talarico:
Quando o envolvido tenta induzir a companheira de outro e não é correspondido, usa de meios como, mensagens, ligações, ou gestos.
Punição: exclusão sem retorno, fica a cobrança a critério do prejudicado e é analisado pela Sintonia.

2. Ato de Esperteza:
Quando usa de má fé ou abusa da confiança depositada, se parece com ratinagem, muda que o prejudicado confia e acaba sendo lesado.
Punição: exclusão sem retorno, cobrança a ser analisada.

3. Ato de malandrismo:
É caracterizado quando usa de pressão psicológica, força física para subtrair algo de alguém, ou quando usa de força ou poder para agredir fisicamente ou verbalmente.
Punição: exclusão e cobrança dentro da Disciplina do Comando, analisada pela Sintonia.

e mais 43 termos usados.

Na página www.aconteceuemitu.org, um aviso adverte que “site, seus criadores e colaboradores não possuem nenhum vínculo com a facção criminosa”.

Até a conclusão deste texto, o endereço do site na internet era: www.aconteceuemitu.org.

Comente

Deixe uma resposta