InícioSaúdeVoluntários doam 10 mil máscaras de proteção para Prefeitura de Ribeirão Preto

Voluntários doam 10 mil máscaras de proteção para Prefeitura de Ribeirão Preto

As máscaras são confeccionadas por membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e da comunidade

- continua após a publicidade -

Durante o mês de maio, voluntários de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, da região Leste de Ribeirão Preto, e da comunidade, estarão envolvidos na confecção de cerca de 10 mil máscaras de proteção e combate ao Covid-19, que serão doadas ao Fundo Social de Solidariedade da Prefeitura Municipal. 

A ação, que tem entre os voluntários jovens e adultos, é chamada ´Mãos Que Ajudam a Preservar Vidas’.

A presidente do Fundo Social de Solidariedade de Ribeirão Preto, Mariana Jábali, agradece o apoio e explica que esta ação é muito importante para a cidade.

“Parabéns a todos os voluntários da Igreja por estarem engajados como comunidade neste difícil momento. Juntos somos mais fortes”, diz.

As jovens da família da designer de moda, Viviane Varjão, foram envolvidas no trabalho junto com os responsáveis.

“Sempre incentivamos nossos filhos a trabalharem em ações que envolvam ajuda ao próximo. É uma experiência gratificante pois posso colocar em prática meus conhecimentos como modelista, enfestando e cortando as máscaras. É muito bom ajudar nesse momento de pandemia”, comenta. 

internet

Segundo Viviane, as filhas se dividem em cortar e embalar os elásticos para cada costureira e trabalham também nas marcações para facilitar a costura. Camilly Varjão, de 14 anos, está feliz por ter participado.

“É bem legal porque senti que vou ajudar alguém a se proteger contra essa doença. Sou grata por fazer parte desse trabalho de amor”, explica. 

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Para a confeiteira, Magali de Oliveira, costureira voluntária, neste tempo confuso e repleto de novas preocupações por causa da Covid-19, costurar máscaras se transformou em um ato de amor.

“O melhor que temos a fazer é servirmos ao nosso próximo com dedicação pensando no seu bem estar”, ressalta.

A voluntária, Andréia Moreno, uma das organizadoras do projeto na cidade, reforça a importância dessa iniciativa para a comunidade.

“É uma experiência inesquecível, uma experiência de vida, um importante auxílio para o município na preservação da saúde”, comenta.

arquivo

Sobre o Programa – A cada ano, o Programa ´Mãos que Ajudam´, organizado e desenvolvido por A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias realiza ações humanitárias e sociais que mobilizam milhares de voluntários em todos os estados da nação.

Este ano em decorrência da pandemia de Covid-19 o Programa atenderá a comunidade com a doação de máscaras de proteção. O projeto ‘Mãos Que Ajudam a Preservar Vidas’ tem como meta a produção e doação de 3 milhões de máscaras em todo o Brasil até o final do mês de maio.

Parte da confecção, 600 mil unidades, estão sendo produzidas por uma equipe de 32 profissionais da Igreja na fábrica de roupas do Centro de Distribuição, localizado no município de Embu, região metropolitana de São Paulo.

A equipe confecciona cerca de 12 mil máscaras por dia.

Esta iniciativa é outro esforço da Igreja de Jesus Cristo em atender as pessoas que necessitam de alguma forma de apoio e amor.

No entanto, outras cerca de 2 milhões e meio de máscaras serão produzidas por voluntários em todos o país.

A ação humanitária conta com a mão de obra de pessoas de todas as idades e de todas as religiões. É uma iniciativa para todos que desejam servir ao próximo, seguir o exemplo de Jesus Cristo e doar de si.

Para mais informações sobre o programa: https://www.facebook.com/maosqueajudambrasil/

arquivo

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

A economia a “gente vê depois” leva mais de 2 milhões a extrema pobreza

Pelo menos 2 milhões de famílias brasileiras tiveram a renda reduzida e caíram para a extrema pobreza entre janeiro de 2019 e junho deste...

Quem foi vacinado com coronavac continua proibido de entrar em países que aceitam turistas

A santa medicação do Doria, continua proibida em vários países que já abriram suas fronteiras. E como ficam os imunizados que precisam viajar?

‘Sofrimento global’ faz buscas por ajuda emocional e prevenção ao suicídio aumentarem

Psicológicos relatam aumento de transtornos alimentares e psicológicos na pandemia e falam em ‘crises potencializadas’; Centro de Valorização da Vida registrou 147 mil atendimentos a mais apenas em 2020

Dirigente do Botafogo esquece a tradição e coloca o time entre os da várzea

Agora a torcida vai precisar trocar os bumbos e tambores por rosário, bíblia e agua benta, se não quiser estar ao lado do Leão

Governo federal anuncia dose de reforço para profissionais de saúde

Aplicação extra ocorrerá a partir de seis meses da imunização completa
- PUBLICIDADE -