InícioSaúdeSegundo Governo de SP, Ribeirão Preto tem má qualidade no tratamento do...

Segundo Governo de SP, Ribeirão Preto tem má qualidade no tratamento do covid

Ribeirão Preto não aparece no ranking, sendo inexplicável se comprarmos com a proximidade de Araraquara e São Carlos que estão entre as melhores do estado.

- continua após a publicidade -

Em coletiva de imprensa nesta terça (14), o secretário Marco Vinholi e integrantes do Governo de São Paulo abordaram a situação atual e as medidas tomadas contra a disseminação da pandemia no território paulista.

O secretário Vinholi anunciou na ocasião os dez municípios com a menor letalidade pelo coronavírus em todo o estado: “As cidades com população superior a cem mil habitantes que lideram esses bons indicadores são:

arquivo

Araraquara (1,17%), Taubaté (1, 89%), Bauru (2,06%), Botucatu (2,14%), São Carlos (2,37%), Presidente Prudente (2.39%), Bragança Paulista (2,57%), São José dos Campos (2.73%), Araçatuba (2,9%) e São José do Rio Preto (2,94%).”

Ribeirão Preto não aparece neste ranking, sendo inexplicável se comprarmos com a proximidade de Araraquara e São Carlos.

arquivo

Dois fatores principais explicam os bons resultados nestes municípios:

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

“Primeiro, a qualidade no tratamento de saúde; em seguida, a política de testagem para o vírus, que é fundamental para seguir avançando em todo o  estado junto com nosso programa de rastreamento, anunciado na última semana, que possibilitará melhoras na evolução da pandemia. Com essas ações mantemos o estado com atendimento pleno na área de saúde e com todas as pessoas em condições de atendimento”, afirmou Vinholi.

Quanto à situação epidemiológica na Região de Piracicaba, o Governo está tomando as seguintes medidas para enfrentamento da pandemia.

divulgação

A primeira  medida anunciada pelo Centro de Contingência da Covid-19 foi a inclusão de Piracicaba como região de encaminhamento preferencial para o hospital de campanha do Ibirapuera, na Capital.

No momento, Campinas e Piracicaba são origens preferenciais de pacientes com possibilidade de encaminhamento para o Ibirapuera. Além disso, houve a Implementação de 12 leitos de UTI no Hospital Regional Zilda Arns de Piracicaba.

“É importante ressaltar”, disse o secretário Vinholi, “que tivemos ao longo desses últimos dias o fortalecimento da capacidade hospitalar na região de Piracicaba, que agora conta com o Hospital de Campanha do Ibirapuera, na Capital, como uma referência preferencial.

Além disso, distribuímos 73 respiradores na região e um total de mais de R$ 6 milhões em apoio ao combate do coronavírus.”

Outra medida importante anunciada na entrevista coletiva de hoje (14) no Palácio dos Bandeirantes  foi a liberação de 179 respiradores para todo o estado. No total, o Governo do estado distribuiu até o momento 3.345 respiradores.

arquivo

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

STF julga liberação de crininosas para prender manifestantes de 8 de janeiro

Vão soltar criminosas para sobrar lugar para prender senhoras que se manifestavam dentro da constituição e acreditaram em um capitão e alguns generais

As críticas do New York Times a Moraes

O jornal norte-americano New York Times voltou a falar sobre o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Uma reportagem publicada neste domingo, 22,...

5 depredações da esquerda contra o patrimônio público

“Nunca vocês leram alguma notícia sobre um movimento ou partido de esquerda invadir o Congresso Nacional, a Suprema Corte ou o Palácio do Planalto”,...

Valor bloqueado de manifestantes sobe para R$ 18,5 milhões

A Justiça Federal autorizou hoje (21) novos bloqueios de bens de suspeitos de financiar os atos que resultaram na depredação dos prédios dos Três Poderes...

José Dirceu propõe reestruturar papel dos militares no Brasil

Militares precisam voltar para os quartéis e sair de órgãos do governo, sugere. José Dirceu de Oliveira e Silva, ex-ministro da Casa Civil de Lula,...
- PUBLICIDADE -