Início Saúde Segundo Governo de SP, Ribeirão Preto tem má qualidade no tratamento do...

Segundo Governo de SP, Ribeirão Preto tem má qualidade no tratamento do covid

Ribeirão Preto não aparece no ranking, sendo inexplicável se comprarmos com a proximidade de Araraquara e São Carlos que estão entre as melhores do estado.

- continua após a publicidade -

Em coletiva de imprensa nesta terça (14), o secretário Marco Vinholi e integrantes do Governo de São Paulo abordaram a situação atual e as medidas tomadas contra a disseminação da pandemia no território paulista.

O secretário Vinholi anunciou na ocasião os dez municípios com a menor letalidade pelo coronavírus em todo o estado: “As cidades com população superior a cem mil habitantes que lideram esses bons indicadores são:

arquivo

Araraquara (1,17%), Taubaté (1, 89%), Bauru (2,06%), Botucatu (2,14%), São Carlos (2,37%), Presidente Prudente (2.39%), Bragança Paulista (2,57%), São José dos Campos (2.73%), Araçatuba (2,9%) e São José do Rio Preto (2,94%).”

Ribeirão Preto não aparece neste ranking, sendo inexplicável se comprarmos com a proximidade de Araraquara e São Carlos.

arquivo

Dois fatores principais explicam os bons resultados nestes municípios:

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

“Primeiro, a qualidade no tratamento de saúde; em seguida, a política de testagem para o vírus, que é fundamental para seguir avançando em todo o  estado junto com nosso programa de rastreamento, anunciado na última semana, que possibilitará melhoras na evolução da pandemia. Com essas ações mantemos o estado com atendimento pleno na área de saúde e com todas as pessoas em condições de atendimento”, afirmou Vinholi.

Quanto à situação epidemiológica na Região de Piracicaba, o Governo está tomando as seguintes medidas para enfrentamento da pandemia.

divulgação

A primeira  medida anunciada pelo Centro de Contingência da Covid-19 foi a inclusão de Piracicaba como região de encaminhamento preferencial para o hospital de campanha do Ibirapuera, na Capital.

No momento, Campinas e Piracicaba são origens preferenciais de pacientes com possibilidade de encaminhamento para o Ibirapuera. Além disso, houve a Implementação de 12 leitos de UTI no Hospital Regional Zilda Arns de Piracicaba.

“É importante ressaltar”, disse o secretário Vinholi, “que tivemos ao longo desses últimos dias o fortalecimento da capacidade hospitalar na região de Piracicaba, que agora conta com o Hospital de Campanha do Ibirapuera, na Capital, como uma referência preferencial.

Além disso, distribuímos 73 respiradores na região e um total de mais de R$ 6 milhões em apoio ao combate do coronavírus.”

Outra medida importante anunciada na entrevista coletiva de hoje (14) no Palácio dos Bandeirantes  foi a liberação de 179 respiradores para todo o estado. No total, o Governo do estado distribuiu até o momento 3.345 respiradores.

arquivo

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Depois de ataque hacker, 17 Estados dos EUA entram em emergência

Passando a atual situação está será a nova pandemia com estragos piores que atual. O caminho esta aberto e os avisos são diarios

Trabalhadores nascidos em julho podem sacar auxílio emergencial

O dinheiro havia sido depositado nas contas poupança digitais da Caixa Econômica Federal em 20 de abril.

Botafogo se mantém na elite e vai em busca da taça do interior

Nos últimos oito jogos, o Tricolor conquistou duas vitórias, cinco empates e uma derrota.

Dia das Mães: isolamento social mudou as relações entre mães e filhos

Pelo segundo ano seguido, o Dia das Mães será comemorado durante a pandemia da covid-19

Restos de foguete chinês descontrolado chegam à Terra

Destroços foram localizados no Oceano Índico, a oeste das Ilhas Maldivas
- PUBLICIDADE -