InícioSaúdeSanta Lydia é selecionado para participar do projeto “Saúde em Nossas Mãos”

Santa Lydia é selecionado para participar do projeto “Saúde em Nossas Mãos”

Objetivo é melhorar a segurança dos pacientes com a implementação de práticas de prevenção de infecções relacionadas à ventilação mecânica, uso de cateteres e de sondas vesicais

- continua após a publicidade -

Objetivo é melhorar a segurança dos pacientes com a implementação de práticas de prevenção de infecções relacionadas à ventilação mecânica, uso de cateteres e de sondas vesicais

O Hospital Santa Lydia foi selecionado pelo Ministério da Saúde para integrar o projeto “Saúde em Nossas Mãos”, com o objetivo de melhorar a segurança do paciente e na redução das infecções.

Durante 24 meses, uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do hospital será acompanhada e a equipe terá suporte educativo para aprimorar as práticas seguras na UTI.

Cada grupo de 34 hospitais selecionados no Brasil, serão acompanhados por profissionais dos hospitais PROADI-SUS e pelo Ministério da Saúde, sendo ambos responsáveis pela condução das sessões virtuais de treinamento, suporte contínuo e visitas.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

“A segurança do paciente e de nossos profissionais, sempre foi o cerne de nossa gestão. Será um período de muito trabalho e desenvolvimento profissional para atingirmos um único objetivo, cuidar ainda melhor de nossos pacientes, com técnicas e aprimoramento de processos que gerarão maior segurança assistencial, evitando infecções e, consequentemente, desperdícios de dinheiro público”, explicou o superintendente da Fundação Hospital Santa Lydia, Marcelo Carboneri.

divulgação

Projeto Saúde em Nossas Mãos

O Projeto Saúde em Nossas Mãos tem como objetivo melhorar a segurança dos pacientes com a implementação de práticas das diretrizes de prevenção de infecções relacionadas à ventilação mecânica, uso de cateteres e de sondas vesicais em 119 UTIs das cinco regiões do Brasil.

Os cinco Hospitais PROADI-SUS do Brasil são: Hospital Moinhos de Vento, Hospital Alemão Oswaldo Cruz, Hospital do Coração, Hospital Israelita Albert Einstein e Hospital Sírio Libanês. Todos trabalham de forma colaborativa para a execução do projeto, utilizando métodos de melhoria contínua com o apoio técnico do Institute for Healthcare Improvement (IHI).

Cada Hospital PROADI-SUS apoia 24 UTIs por meio de visitas técnicas de suas equipes aos hospitais participantes, encontros regionais para troca de experiências e sessões de aprendizagem presencial. Além disso, há apoio contínuo à distância e sessões de aprendizagem virtual (SAV).

Após a implementação do projeto foi possível observar que o conjunto de UTIs participantes já reduziram as taxas de infecção de corrente sanguínea em 41%, taxas de infecção do trato urinário em 48% e taxas de infecção de PAV em 28% até maio de 2019.

arquivo

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Projeto “Sorri Ribeirão” vai atender pacientes que aguardam prótese dentária

Ação acontece no próximo sábado, dia 4 de fevereiro, no NGA e irá atender mil pacientes previamente agendados pela Secretaria da Saúde

Prêmio Brasil Olímpico marca anúncio de RP como sede dos Jogos da Juventude 2023

Cerimônia foi realizada na noite desta quinta-feira, 2 de fevereiro, no Rio de Janeiro

Inscrições para Concurso Público da Câmara de Sertãozinho terão início

na próxima terça-feira, dia 07 A Presidência da Câmara de Sertãozinho anunciou, recentemente, um concursopúblico para uma vaga de Analista de Licitações e Contratos.A organização,...

Sessões ordinárias na Câmara de Sertãozinho serão retomadas nesta

segunda-feira, dia 06, a partir das 18h Na próxima segunda-feira, dia 06, a partir das 18h, ocorrerá a primeira sessãoordinária da Câmara Municipal de Sertãozinho...

Programa Inclusão Produtiva tem vagas abertas

Inscrições são para cursos de higienização e manipulação de alimentos e desenvolvimento de vitrines
- PUBLICIDADE -