InícioSaúdeS.B. de Pediatria critica recomendação médica para vacinação de crianças

S.B. de Pediatria critica recomendação médica para vacinação de crianças

- continua após a publicidade -

Estados vão contra diretriz do Ministério da Saúde e irão vacinar crianças sem prescrição médica. E a historia de seguir a “CIÊNCIA”?

“Exigência de prescrição aumenta a desigualdade”, explica médico Renato Kfouri

O representante da SBIm também critica a medida de consulta pública aberta pelo Ministério.

“Não adianta criar esse mecanismo quando grupos antivacinas, comandados pelo presidente [Jair Bolsonaro (PL)] influenciam no levantamento. Ainda mais quando se tem diversos robôs que não representam a população e, consequentemente, descredenciam os imunizantes”.

Como saída, Kfouri apresenta duas oportunidades: realizar uma pesquisa encomendada com representatividade nos estados e economicamente, “não respondida por máquinas”, e “basta olhar o número de vacinação nos adolescentes de 12 a 17 anos que você saberá se a população tem interesse em vacinar.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Dados do Ministério da Saúde mostram que, ao todo, mais de 75% da população brasileira já recebeu a primeira dose, e mais de 65,5% das pessoas estão com o esquema vacinal completo – ou seja, tomaram duas doses ou a vacina de dose única.

Outra ideia que o médico critica é o pensamento de ‘não morreram crianças o suficiente para ser realizada a vacinação’. Ele diz que “patamares aceitáveis de morte é indiscutível. Não estamos falando de idosos com cerca de 90 anos, mas de uma vida inteira”.

Para Kfouri, a única chance de se ter uma carta médica é se “alguma criança em condição especial, segundo avaliações médicas, não precisar se vacinar por questões de saúde. Assim, gerando um atestado de dispensa”.

“É necessário celeridade, não atos protelatórios desnecessários”, finaliza.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Cientista chinês deserta para os EUA com segredos de armas hipersônicas

Ele estava disposto a fornecer informações detalhadas sobre o veículo hipersônico em troca de asilo para ele, sua esposa e seu filho.

Brasil já tem mais casos de covid-19 do que no periodo antes da vacina

A pergunta é: Fecha tudo e #fiqueemcasa? As picadas funcionam ou é apenas interesse financeiro?

Aulas da Rede Municipal retornam na próxima semana

Retorno será 100% presencial e obrigatório para os estudantes; todos os protocolos sanitários que dispõem sobre a Covid-19 serão cumpridos. Não é obrigatório apresentar passaporte sanitário.

Morre a cantora e pastora Ludmila Ferber aos 56 anos

"Quando tudo parece estranho ao redor ,Buscar tua face é preciso, Deus Quando a gente não sabe o que está ocorrendo Buscar tua face é preciso, Deus"

Prefeitura obriga funcionalismo apresentar passaporte sanitário

Seu corpo minhas regras: Funcionários que não apresentarem documento serão impedidos de trabalhar e terão descontada do salário.
- PUBLICIDADE -