InícioSaúdeRibeirão Preto imuniza 79% da população contra a gripe

Ribeirão Preto imuniza 79% da população contra a gripe

- continua após a publicidade -

Levantamento realizado pelo Programa de Imunização da Secretaria da Saúde de Ribeirão Preto mostra que o município praticamente atingiu sua meta de cobertura de vacinação:
já vacinou 79,15% do público prioritário, isso quer dizer que cerca de 150 mil pessoas foram imunizadas.

“Estamos perto de atingir nossa meta que é vacinar 80% do público alvo”, diz a coordenadora do Programa de Imunização, Mayra Fernanda de Oliveira.

Segundo a enfermeira, foram vacinadas 63% das crianças, 100% dos trabalhadores da saúde, 47% das gestantes, 97% das puérperas, 79% dos idosos e 100% das pessoas portadoras de doenças crônicas.

“Crianças e gestantes ainda estão abaixo da expectativa. Por isso alertamos aos pais que as levem às salas de vacina”,

completa ela.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Para o secretário da Saúde, Stenio Miranda, a vacina, além de proteger os grupos mais vulneráveis, também evita que eles contraíam as formas mais graves de doenças respiratórias.

As pessoas que não fazem parte dos grupos prioritários também são beneficiadas com aimunização, uma vez que ela limita a circulação do vírus”,

justificou.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Colégio Metodista suspende atividades em Ribeirão Preto

Instituição contava com 122 anos de atuação na cidade encerra atividades por conta da situação financeira da instituição de ensino. A economia vemos depois.

O fundo do posso sem fundo: Fiocruz indica atenção com dengue

Períodos chuvosos atrelados ao calor são favoráveis à proliferação do Aedes aegypti, que é também transmissor do vírus da zika e chikungunya.

Mãe do presidente Jair Bolsonaro morre aos 94 anos

De Uma família humilde do interior de São Paulo, dona Olinda, partiu mas pode ver os feitos do filho. Nossos sentimentos ao @jairmessias.bolsonaro

Coronavac é liberada e SP confirma dose para crianças em até 3 semanas

Eles garantem que o medicamento é seguro, e casos de mortes não são relacionados com a picada salvadora. Se ele garante nós acreditamos na ciência.

Criança de 10 anos infartou depois da picada mas o motivo não foi a vacina

Prefeitura diz que criança teve parada cardíaca após vacina, mas estado rapidamente concluiu que criança tinha doença rara no coração que os pais não sabiam. E nós acreditamos no trancarua
- PUBLICIDADE -