InícioSaúdeProibições: Praças, compra em mercados em família, policia multa cidadão e esquece...

Proibições: Praças, compra em mercados em família, policia multa cidadão e esquece bandidos, lei seca a noite. Isso é em Cuba não é em Ribeirão Preto. SQN

Mesmo após 120 dias de quarentena o prefeito não nega a determinação de um lockdown. Para que ficamos parado todo este tempo?

- continua após a publicidade -

Até o inicio da pandemia, o Brasil era uma republica federativa, mas conforme decisão do STF, agora cada estado tem o seu presidente.

arquivo

Mas não basta esta mudança, o Ministério Público vem legislando e criando novas leis. Em Ribeirão Preto não é diferente.

Quem manda na cidade é Sebastião Sérgio da Silveira, promotor do Ministério Público.

Pagamos o salário de prefeito, assessores, cargos de confiança, bem como na câmara de vereadores que recebem inúmeros benefícios para se portarem de forma omissa e covarde.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

O Ministério Público de São Paulo encaminhou, na manhã desta sexta-feira (3), um ofício para a Prefeitura de Ribeirão Preto solicitando medidas de restrição em comércios, transporte público e fiscalização.

Basicamente a intenção é que após 120 dias de ações ineficazes contra a pandemia, mas muito efetiva com a intenção de quebrar a economia, agora atingem os supermercados, única área que continuava contratando.

Entre as providências estão:

  • Interdição das praças e vias públicas.
  • Limitação do número de passageiros nos transportes coletivos com obrigatoriedade do uso de máscara; mesmo mantendo número reduzido de ônibus circulando.
  • Controle de acesso dos consumidores em supermercados.
  • Retirar a PM de sua função vital que é coibir crimes e proteger o cidadão, passando a obrigar os policias a multarem cidadãos e comércio.

Mesmo após 120 dias de quarentena o prefeito não nega a determinação de um lockdown. A pergunta é: Para o que ficamos parados todo este tempo?

Mapa das distritais / Reprodução

Confira a lista de exigências

  1. Limitação do número de passageiro em veículos de transporte coletivo, de forma a garantir o distanciamento mínimo entre as pessoas transportadas;
    mas o número de ônibus circulando na cidade continua reduzido.
  2. Determinar à concessionária de transporte coletivo que não admita passageiros sem o uso correto de máscaras em seus veículos;
  3. Supermercados e outros estabelecimentos essenciais devem controlar o acesso de consumidores.
  4. Tais estabelecimentos devem proibir o ingresso de pessoas da mesma família e fica proibida a permanência nos estabelecimentos jovens abaixo dos 16 anos.
  5. Interdição das praças e vias públicas proibindo aglomerações ou atividades que gerem aglomeração;
  6. Intensificar o Setor de Fiscalização Geral, Vigilância Sanitária e Guarda Civil Metropolitana, para ações de fiscalização e multas.
  7. Incrementar a fiscalização com maior número de funcionários.
  8. Fornecer equipamentos de proteção individual adequados e realizar testagens periódicas em todos os servidores envolvidos nos procedimentos de fiscalização;
  9. A Polícia Militar deve priorizar ações de fiscalização, deixando sua principal função que é cuidar da segurança publica.
  10. Para os casos mais graves, a Polícia Militar e a Guarda Civil Metropolitana deverão encaminhar boletim de ocorrência ao Ministério Público, sem a necessidade de apresentação das parte denunciada.
  11. Proibição da venda de bebidas alcoólicas em lojas de conveniência no período noturno e aos finais de semana;
  12. Redefinição das atividades essenciais
  13. Ratificação da proibição de funcionamento de presencial
  14. Estabelecimento de um prazo mínimo de 15 dias para a manutenção das restrições.

Ou seja, tudo ficará igual até o dia 20 de julho, no mínimo.

ARQUIVO

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Valor bloqueado de manifestantes sobe para R$ 18,5 milhões

A Justiça Federal autorizou hoje (21) novos bloqueios de bens de suspeitos de financiar os atos que resultaram na depredação dos prédios dos Três Poderes...

José Dirceu propõe reestruturar papel dos militares no Brasil

Militares precisam voltar para os quartéis e sair de órgãos do governo, sugere. José Dirceu de Oliveira e Silva, ex-ministro da Casa Civil de Lula,...

Lula quer endurecer penas para crimes ‘contra a democracia’

O Ministério da Justiça e Segurança Pública trabalha em uma proposta para endurecer as punições para crimes “contra a democracia”. O projeto, ainda a...

Lula nomeia novo comandante do Exército; Saiba quem é o General Tomás

O governo federal anunciou na tarde deste sábado (21) que o general Tomás Miguel Ribeiro Paiva é novo comandante do Exército. O ex-comandante Militar...

General demitido por Lula reúne Alto Comando do Exército

Objetivo é anunciar a decisão do presidente de demiti-lo
- PUBLICIDADE -