InícioSaúdeMinistro da Saúde quer encerrar uso da CoronaVac no país

Ministro da Saúde quer encerrar uso da CoronaVac no país

Marcelo Queiroga afirma que há muitos casos de pessoas que tomaram o imunizante e foram infectadas, mesmo após as duas doses.

- continua após a publicidade -

Está em andamento no Ministério da Saúde a criação de um plano de ação para vetar o uso da Coronavac no Brasil, segundo informa o jornal Correio Braziliense.

O ministro Marcelo Queiroga acredita que o imunizante tem eficácia baixa e alega a interlocutores que existem muitos casos de pessoas que tomaram o imunizante e foram infectados mesmo após as duas doses.

De acordo com fontes no governo, Queiroga pretende encerrar contratos de compra da vacina produzida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac.

A intenção seria adquirir apenas as doses que já foram contratadas, e reforçar aquisições das vacinas da Astrazeneca e da Pfizer. No entanto, o governo esbarra na dificuldade em adquirir mais doses. Outra solução pode ser a Butanvac, imunizante brasileiro que está sendo testado e pode ser aprovada no segundo semestre, também no Butantan.

João Dória - Vacina Corona Vírus
João Dória apresenta a CoronaVac / Foto: Divulgação
- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

EFICÁCIA

Os estudos durante a fase de testes da Coronavac apontaram eficácia global de 50,38%, que pode chegar a 100% para evitar internações e mortes. O que incomoda Queiroga é a baixa proteção em idosos. Um estudo denominado Vaccine Effectiveness in Brazil Against Covid-19 apontou que a eficácia geral para quem tem mais de 80 anos está em torno de 28%.

Durante a semana, o ministro colocou em dúvida a segurança das vacinas para agradar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Ele disse que o presidente tem razão quando fala que “não se tem ainda todas as evidências científicas” dos imunizantes. No entanto, todos os imunizantes em aplicação no Brasil passaram por testes e foram aprovados.

A Coronavac também está no centro de uma disputa política entre Bolsonaro e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB). O chefe do executivo paulista é o responsável por apoiar o desenvolvimento da vacina, as pesquisas e pela comunicação com a China para o fornecimento de insumos, o que desagrada os planos eleitorais do presidente.

Foto:: Montagem

CONTRAPONTO

Levantamento sobre a eficácia das vacinas contra a Covid-19 aponta que a vacina Coronavac é o imunizante que mais protege contra casos graves da doença, prevenindo até 97% das mortes de pessoas infectadas, segundo noticiou o portal UOL.

Os números foram levantados pelo ex-secretário Nacional de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde e atual secretário de Serviços Integrados de Saúde do STF (Supremo Tribunal Federal), Wanderson de Oliveira, por meio do sistema OpenDataSus, do Ministério da Saúde.

O secretário chama atenção para o fato da vacina, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac Biotech, ter a taxa mais alta de prevenção contra mortes. O estudo também analisou as taxas de eficácia contra casos graves das outras vacinas como da Astrazeneca (90%), Pfizer (80%), Janssen (85%) e Sputnik V (85%).

“A vacina está cumprindo o papel dela: evitar gravidade de casos críticos. Baseado nesses dados, nas informações do sistema oficial do Ministério da Saúde, a vacina se prova mais uma vez eficaz”, disse o epidemiologista ao UOL.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Aquário Municipal é reaberto para visitação em Ribeirão Preto

Para a reabertura, além de nova decoração externa, foi feita a substituição da iluminação interna

Ribeirão Preto terá Centro de Saúde Mental com atendimento 24 horas

Projeto foi apresentado e aprovado pelo Conselho Municipal de Saúde; serviço será implantado no prédio da UBDS Central

Olimpíada: em treze dias, Brasil soma 15 medalhas, sendo 4 de ouro

Com Ana Marcela, Brasil bate recorde de mulheres medalhistas, e provavel que Brasil bata recorde de medalhas em todas participações.

Buraco, vazamento de esgoto e pedidos de roçada figuram entre principais reclamações de munícipes

Fica evidente a quantidade de problemas a resolver em Ribeirão Preto e a grande expectativa do cidadão em obter resposta e solução para suas demandas"

Serrana: 100% vacinada em adultos suspende aulas por contaminação de crianças

Os casos positivos são de crianças e adolescentes que foram infectados fora do ambiente escolar.
- PUBLICIDADE -