InícioSaúdeGripe, resfriado ou Covid-19: como saber a diferença?

Gripe, resfriado ou Covid-19: como saber a diferença?

Telemedicina é grande aliada na avaliação precoce dos sintomas, melhor identificação das doenças e da necessidade de ir ou não a uma unidade hospitalar

- continua após a publicidade -

A baixa umidade do ar somada à queda de temperatura cria o ambiente perfeito para a proliferação de doenças respiratórias como a gripe, o resfriado e a Covid-19. Mas, a grande dúvida é: como diferenciá-las e quando buscar ajuda médica?

A infectologista Sílvia Fonseca, diretora Regional de Infectologia do Grupo São Francisco, que faz parte do Sistema Hapvida, explica que os sintomas são determinantes no diagnóstico das doenças.

“O resfriado comum é caracterizado por poucos sinais sistêmicos, ou seja, a pessoa tem febre baixa, pouca dor no corpo, pouca tosse, mas tem muito espirro e congestão nasal. Além disso, é uma condição que dura de dois a três dias e costuma curar sem nenhuma complicação”, diz.

Por outro lado, ela reforça que a síndrome gripal possui sinais e sintomas semelhantes ao resfriado, mas em maior intensidade e duração. “A gripe é caracterizada por febre alta, dores no corpo, de garganta, cabeça, nas juntas e, normalmente, dura mais dias e pode haver complicações, como uma pneumonia.”

Já a Covid-19, de acordo com a infectologista, pode fazer tanto o resfriado comum quanto a síndrome gripal.

arquivo

“O problema é que algumas pessoas, além de terem a síndrome gripal, pioram e progridem para uma resposta inflamatória, que afeta muito o pulmão”, diferencia. “Mas, só quem pode dizer se o paciente está com resfriado comum, síndrome gripal ou Covid-19 é o médico”, completa.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Para Sílvia Fonseca, neste contexto de pandemia, a telemedicina se tornou a grande aliada na avaliação precoce dos sintomas, melhor identificação das doenças e da necessidade de ir ou não a uma unidade hospitalar.

“Ter acesso a um médico e a um diagnóstico, mesmo que de forma remota, é a melhor alternativa neste momento que estamos vivendo e que devemos evitar sair de casa sem necessidade”, frisa.

Eduardo Younes, superintendente regional médico do Grupo São Francisco, afirma que a teleconsulta pode esclarecer grande parte das dúvidas dos pacientes.

“Ao ter acesso a um médico que saberá identificar seu problema, a pessoa também será orientada se deve ou não ir a um Pronto-Atendimento, evitando uma ida desnecessária ao hospital neste período de pandemia”, conclui.

foto internet

Telemedicina

A teleconsulta por vídeo foi uma forma encontrada pelo Sistema Hapvida para dar suporte seguro aos beneficiários, sem exigir a presença física nos Pronto-Atendimentos e consultórios nesse momento de combate ao novo coronavírus. Por meio de inteligência própria em telemedicina e plataformas já existentes no mercado, o Hapvida – do qual o Grupo São Francisco faz parte – já atingiu a marca de mais de 72 mil atendimentos realizados desde que o serviço foi lançado, em abril. Diariamente, são feitas cerca de 1 mil orientações médicas por teleconsulta, referente a Covid-19 e urgências simples.

arquivo

Dentre os atendimentos realizados, apenas 5% precisaram recorrer a alguma unidade física da rede de saúde, configurando casos de maior urgência. Os demais pacientes seguiram os protocolos indicados pela plataforma e foram atendidos remotamente, de forma customizada, por médicos, enfermeiros, psicólogos e nutricionistas da rede credenciada.

Para o paciente ter acesso ao serviço oferecido pelo Sistema Hapvida, tanto para teleconsulta de urgência simples como de Covid-19, basta acessar o site do Grupo São Francisco, http://www.saofrancisco.com.br/. O serviço funciona todos os dias, 24 horas.

arquivo

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Colégio Metodista suspende atividades em Ribeirão Preto

Instituição contava com 122 anos de atuação na cidade encerra atividades por conta da situação financeira da instituição de ensino. A economia vemos depois.

O fundo do posso sem fundo: Fiocruz indica atenção com dengue

Períodos chuvosos atrelados ao calor são favoráveis à proliferação do Aedes aegypti, que é também transmissor do vírus da zika e chikungunya.

Mãe do presidente Jair Bolsonaro morre aos 94 anos

De Uma família humilde do interior de São Paulo, dona Olinda, partiu mas pode ver os feitos do filho. Nossos sentimentos ao @jairmessias.bolsonaro

Coronavac é liberada e SP confirma dose para crianças em até 3 semanas

Eles garantem que o medicamento é seguro, e casos de mortes não são relacionados com a picada salvadora. Se ele garante nós acreditamos na ciência.

Criança de 10 anos infartou depois da picada mas o motivo não foi a vacina

Prefeitura diz que criança teve parada cardíaca após vacina, mas estado rapidamente concluiu que criança tinha doença rara no coração que os pais não sabiam. E nós acreditamos no trancarua
- PUBLICIDADE -