Início Saúde Extrativismo sustentável estimula o equilíbrio natural do planeta

Extrativismo sustentável estimula o equilíbrio natural do planeta

- continua após a publicidade -

* por Érica Pereira

Quando pensamos em maneiras de preservar o meio ambiente e ainda contribuir com o desenvolvimento social do Brasil, diversas iniciativas são discutidas. No entanto, uma atividade que merece atenção especial é o extrativismo sustentável, cujo objetivo é trazer renda para as famílias que vivem em áreas com poucas oportunidades de mercado – como a região amazônica – que não é necessário depender apenas da agricultura familiar e da pesca.

A proposta principal é estimular atividades que contribuam com o equilíbrio dos ecossistemas, principalmente a coleta sustentável de sementes oleaginosas, que reduz a pressão sobre os recursos naturais. Dessa maneira, é possível respeitar as sazonalidades e também beneficiar as comunidades extrativistas com uma fonte de renda extra no período de entressafra ou de defeso, por exemplo.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Para se ter uma ideia da efetividade desse modelo de negócio, um estudo realizado pela parceria entre a Beraca, a Universidade de São Paulo (USP) e a Columbia University, de Nova York, concluiu que, em um município com histórico de atividade madeireira ilegal, a cada R$ 1,5 investido no extrativismo sustentável, são retirados R$ 3,6 da mão de obra de serrarias ilegais.

No entanto, além de estimular a coleta de frutos e sementes de forma consciente, é necessário criar mecanismos capazes de proporcionar uma melhora na condição de vida. Do contrário, se houver apenas a preocupação com o meio ambiente e deixar a questão socioeconômica de lado, a necessidade pela sobrevivência, mais cedo ou mais tarde, fará com que a pessoa volte a atuar de maneira ilegal.

A alternativa, então, é promover parcerias entre diferentes instituições, como empresas, comunidades, cooperativas, governos, ONGs e órgãos de pesquisas. Apenas por meio de um trabalho conjunto, é possível obter uma cadeia de valor da biodiversidade capaz de garantir a perenidade e o aperfeiçoamento da atuação da Beraca em linha com a sustentabilidade: o valor agregado do próprio negócio; a melhoria do bem-estar de populações localizadas em áreas remotas; e a conservação do meio ambiente.

O mais relevante disso tudo é enxergar que existem inúmeras possibilidades de transformar a realidade do planeta e contribuir de maneira efetiva com a sua conservação – ou seja, o engajamento da sociedade é apenas uma delas. Ao acreditar que o importante é sempre fazer algo que tenha um verdadeiro sentido, é possível contribuir para que o desenvolvimento econômico e a conservação de biomas naturais caminhem na mesma direção.

 

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

* Érica Pereira atua na área de Sustentabilidade da Beraca, líder global no fornecimento de ingredientes naturais provenientes da biodiversidade brasileira para as indústrias de cosméticos, produtos farmacêuticos e cuidados pessoais.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Se­gre­gação: Ma­ga­zine Luiza só contratará ne­gros

Imagine uma loja dizendo “não contratamos negros, apenas brancos”. Isso é crime!, lei 7.716/89 art. 4º,§ 1º.

Lives do final de semana (19 e 20 de setembro)

Os shows presenciais e casas noturnas ainda estão proibidas, então a opção e separar a bebida e os petiscos e escolher a melhor opção

Nasce o Aliança o partido de Bolsonaro

Confira os documentos de petição e despacho. Vem ai o partido de direita que a esquerda tanto teme.

Hospital de Câncer de Ribeirão Preto inicia campanha para compra de novo mamógrafo

Equipamento atual tem mais de 10 anos e precisa de constantes manutenções que tem alto custo

Quais interesses estão em jogo? Lincoln Fernandes é mais um a desistir da prefeitura

Algo estranho e forças ocultas estão agindo nos bastidores, normalmente a luta é para ser candidato, mas este ano vários abandonam o barco. A pergunta é quais interesses?