Início Saúde Doenças circulatórias e tumores representam 40% das mortes na região de RP

Doenças circulatórias e tumores representam 40% das mortes na região de RP

- continua após a publicidade -

Doenças do aparelho circulatório – como infarto, febre reumática aguda, doenças hipertensivas, doenças cerebrovasculares, doenças das artérias e das veias –, neoplasias (tumores), doenças respiratórias, lesões, envenenamentos e causas externas e doenças do aparelho digestivo estão entre as principais causas de morte nas cidades que compõem a região de saúde  de Ribeirão Preto. Doenças do aparelho circulatório e tumores representam juntas aproximadamente 40% do total de mortes na região. 

As constatações fazem parte do Boletim Saúde do Ceper/Fundace. Os dados foram coletados a partir das bases de dados do DATASUS, como o CNES (Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde) e CID 10 (Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde). 

Definida pelo Ministério da Saúde, a região de Ribeirão Preto é composta por 26 cidades, que são: Altinópolis, Barrinha, Batatais, Brodowski, Cajuru, Cássia dos Coqueiros, Cravinhos, Dumont, Guariba, Guatapará, Jaboticabal, Jardinópolis, Luís Antônio, Monte Alto, Pitangueiras, Pontal, Pradópolis, Ribeirão Preto, Santa Cruz da Esperança, Santa Rita do Passa Quatro, Santa Rosa de Viterbo, Santo Antônio da Alegria, São Simão, Serra Azul, Serrana e Sertãozinho. 

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

O estudo do Ceper/Fundace observou também que muitas das principais enfermidades que provocam morbidade hospitalar – que é o número de internações geradas por determinada doença – na região também figuram na lista das que mais causam óbitos. 

De acordo com o Boletim, as sete doenças que mais causam internações na região são: gravidez, parto e puerpério; doenças do aparelho circulatório; causas externas, doenças do aparelho digestivo; doenças respiratórias; neoplasias e doenças do aparelho geniturinário. 

Analisando a evolução de janeiro a junho de 2017, verifica-se que essas doenças variam e trocam de posição a cada mês, com exceção do item gravidez, parto e puerpério, que ocupa sempre a primeira posição e provoca o número mais alto de internações, aponta o pesquisador do Ceper André Lucirton Costa, que coordenou o estudo sobre a saúde na região de Ribeirão Preto. 

Costa também alerta que essas doenças vêm apresentando evolução, acometendo um número maior de pessoas a cada ano, despertando atenção para a necessidade da prevenção, diagnóstico e tratamento em virtude do grande número de mortes na região. 

“Lesões, envenenamentos e causas externas, por exemplo, que é composta por acidentes domésticos e de trânsito e violência urbana e doméstica, já chegou a ocupar neste ano, a segunda posição no ranking das principais doenças que provocam morbidade, e isso gera custos para as prefeituras e governo que poderiam ser facilmente evitados com o aumento de instrução, fiscalização e segurança nas ruas”, alerta o pesquisador. 

Recursos físicos e humanos – O estudo do Ceper mostra que a região de Ribeirão Preto conta com vasta opção e quantidades de estabelecimentos de saúde, bem como de profissionais da área, o que lhe garante uma boa estrutura.

Em termos gerais, a região possui 3.666 estabelecimentos, dentre eles academias de saúde, postos de saúde, hospitais gerais e especializados, clínicas, unidades móveis de saúde, entre outros. Possui também uma vasta opção de equipamentos: 21.249, além de (dados de julho de 2017) mais de 21 mil profissionais de saúde e mais de 3900 médicos (dados de julho de 2017), o que faz com que a região de Ribeirão Preto fique acima do determinado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), comprovando estará bem estruturada e organizada em seus recursos. 

A cidade com maior índice de profissionais da saúde em relação à população é Santa Cruz da Esperança (20,98/1000 habitantes), seguida por Santa Rita do Passa Quatro (19,13/1000 habitantes). Em terceiro lugar aparece Ribeirão Preto (18,88/1000 habitantes). As três seguem acima da média da região (14,69/1000 habitantes), sendo as duas primeiras favorecidas pela pequena população que possuem. 

A Organização Mundial de Saúde (OMS) preconiza como parâmetro ideal de atenção à saúde da população a relação de 1 médico para cada 1.000 habitantes. Observa-se assim o bom desempenho da região, que possui uma média de 2,69 méd./1000 habitante. Ribeirão Preto é a cidade com maior valor no índice: aproximadamente 4,26.

Ceper – O Centro de Pesquisa em Economia Regional foi criado em 2012 e tem como objetivo desenvolver análises regionais sobre o desempenho econômico e administrativo regional do País. Sua criação reúne a experiência de diversos pesquisadores da FEA-RP (Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto) da Universidade de São Paulo em pesquisas relacionadas ao Desenvolvimento Econômico e Social em nível regional, a análise de Conjuntura Econômica, Financeira e Administrativa de municípios e Gestão de Organizações municipais, entre outros. A iniciativa de criação do Centro foi dos pesquisadores Rudinei Toneto Junior, Sérgio Sakurai, Luciano Nakabashi e André Lucirton Costa, todos da FEA-RP/USP. Os Boletins Ceper têm o apoio do Banco Ribeirão Preto, Stéfani Nogueira Incorporação e Construção, São Francisco Clínicas, Citröen Independance e CM Agropecuária e Participações.

Fundace – A Fundação para Pesquisa e Desenvolvimento da Administração, Contabilidade e Economia (Fundace) é uma instituição privada sem fins lucrativos criada em 1995 para facilitar o processo de integração entre a FEA-RP e a comunidade. Oferece cursos de pós-graduação (MBA) e extensão em diversas áreas. Também realiza projetos de pesquisa in company além do levantamento de indicadores econômicos e sociais nacionais regionais.

publicidade
publicidade

Últimas Notícias

Morre Danny Aiello, ator de ‘Faça a Coisa Certa’ e ‘O Poderoso Chefão 2’...

Integrou o elenco de O Poderoso Chefão 2, cravando uma frase que ficou icônica ao atacar um inimigo: "Michael Corleone manda 'olá'".

Shopping Iguatemi amplia horário de funcionamento e apresenta programação especial de Natal

Para oferecer mais opções de compras e momentos de lazer e entretenimento para toda a família, há dez dias do Natal, o Shopping Iguatemi Ribeirão Preto traz uma programação especial gratuita e horário diferenciado de funcionamento. Saiba mais detalhes de cada ação:

Ciclismo de RP confirma o pentacampeonato do ranking nacional por equipes

De quebra, equipe ainda festeja título individual do ciclista Cristian Egídio também na categoria elite

Kauai Sports recebe banda Melim com show inédito

O trio apresenta sua nova turnê no complexo esportivo, no dia 22 de dezembro

ShoppingSantaÚrsula oferece teatro infantil e diversas atividades para as crianças até o Natal

Espaço Mágico Leonardo Rodrigues, no Piso 2, permanece até o dia 24 de dezembro no centro de compras com ampla programação. Indicação livre

Árvore de Natal do RibeirãoShopping muda de local e vira ponto de parada para...

Uma das atrações da cidade neste fim de ano está na Praça Jair Yanni - Palhaço Piolin, localizada entre a Avenida Presidente Vargas e a Rua Couto Magalhães

Casa da Memória Italiana realiza Concerto di Natale 2019

A rua da Casa da Memória Italiana estará fechada e o público terá à disposição food trucks que estarão estacionados no local. O acesso é gratuito e indicado para todas as idades.

Chega ao McDonald’s a campanha do McLanche Feliz: os personagens de STAR WARS: A...

Rede lança campanha com os personagens da saga, em cartaz nos cinemas da América Latina a partir do dia 19 de dezembro

Secretaria da Educação compatibiliza calendário escolar com o do Estado de SP

Novo modelo prevê 04 recessos e uma ferias. Programe sua viagem com esta novidade.

Com tributo à Frank Sinatra, cantor Gabriel Locher se apresenta no Shopping Iguatemi

Apresentação contará também com participações especiais dos artistas ribeirão-pretanos Fernanda Marx, Karol Sun e Fabrício Silva.
- PUBLICIDADE -