InícioSaúdeDia de Combate a Hipertensão Arterial: especialista do HCor explica relação entre...

Dia de Combate a Hipertensão Arterial: especialista do HCor explica relação entre pressão alta e coronavírus

Médico reforça a importância de hipertensos e cardiopatas manterem o tratamento com uso de medicação diária

- continua após a publicidade -

Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial é comemorado neste domingo (26)

No Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, o HCor faz um alerta para os pacientes que convivem com a hipertensão e fazem parte do grupo considerado de maior risco para a infecção por Sars-CoV-2, o novo coronovaírus.

     O especialista Celso Amodeo, médico cardiologista e nefrologista do HCor, explica que pacientes com pressão alta, diabetes e insuficiência cardíaca não controlados estão mais suscetíveis a ter complicações relacionadas a Covi-19. “É muito importante que pacientes com as doenças controladas não suspendam, de forma alguma, o tratamento sem conversar antes com o médico”, destaca.

     O médico alerta para notícias recentes que associaram a possibilidade de alguns medicamentos para doenças crônicas como as cardiopatias e hipertensão facilitaram a entrada do coronavírus para dentro das células do corpo.

foto divulgação

Entretanto, não há, ainda, evidência científica publicada de que isso, de fato, ocorra em seres humanos. “Diante dessa controvérsia, após a análise criteriosa da literatura, a Sociedade Brasileira de Cardiologia, Sociedade Europeia de Cardiologia e o Colégio Americano de Cardiologia orientam sobre a não suspensão dos medicamentos hipertensivos, entre outros, de uso diário pelos pacientes”, explica Amodeo.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

     Pacientes que convivem com doenças crônicas sempre estiveram em maior risco de contraírem vírus que acometem os pulmões, como é o caso da influenza, que transmite a gripe. Comprometimentos na circulação também debilitam a “chegada” das células de defesa nos órgãos com infecção.

     Além dos hipertensos, chamamos atenção também dos pacientes que possuem obstruções nas artérias, insuficiência cardíaca e outros problemas do coração, além das pessoas que já tiveram AVC (derrame) e infarto.

     Segundo o especialista, a principal orientação para pacientes com pressão alta e portadores de doenças cardiovasculares é redobrar os cuidados com a higienização das mãos e a medida de isolamento social. Quem precisa sair de casa, deve fazer o uso de máscara, álcool gel e manter sempre a distância social.

     Estima-se que a hipertensão atinja cerca de um bilhão de pessoas no mundo, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). No país, 35% da população adulta convive com pressão alta e, segundo especialistas, deste total 50% dos pacientes não tem conhecimento do problema. A pressão alta é responsável por desencadear até 80% dos casos de derrame cerebral e 60% dos casos de ataque cardíaco registrados no Brasil.

     O HCor listou os cuidados que os pacientes hipertensos devem redobrar durante a pandemia:

arquivo pessoal

– Alimentação é aliada da prevenção

Mantenha suas defesas em alta com refeições equilibradas e ricas em alimentos naturais. Para consumir menos sal, sem abrir mão do sabor, é possível apostar em ervas aromáticas e especiarias, a fim de melhorar o paladar da refeição sem comprometer a saúde. Também é importante diminuir ao máximo o consumo de alimentos processados e industrializados (pães, queijos, enlatados e embutidos, cujo conservante principal é o sal), que chegam a constituir cerca de 75% do sal consumidos nas refeições diárias.

arquivo

– Treino em casa

De maneira moderada, é indicado mexer o corpo, mesmo em casa, com exercícios aeróbicos, dança, subida de escadas e treinos de Yoga e funcional (com o peso do próprio corpo) com apoio de aplicativos e canais nas redes sociais.

– Saúde monitorada

É fundamental seguir o monitoramento da saúde cardíaca com exames. O HCor está preparado para receber pacientes e manter a normalidade das consultas e exames. O serviço de telemedicina também pode ser acionado para tirar dúvidas quanto ao tratamento e troca de receitas, por exemplo.

foto internet

Sobre o HCor

A instituição iniciou as atividades em 1976, tendo como mantenedora a Associação Beneficente Síria, que completou 100 anos de atividades filantrópicas em 2018. o HCor ganhou projeção mundial no cenário da saúde, tornando-se referência em cardiologia, além de oferecer atendimento de excelência nas áreas de neurologia, oncologia, ortopedia e medicina diagnóstica. Conta com acreditação internacional da Joint Commission International (JCI) desde 2006.

O Instituto de Pesquisa HCor coordena estudos clínicos multicêntricos nacionais e internacionais. Certificado pela American Heart Association (AHA), o Centro de Ensino capacita e atualiza milhares de profissionais anualmente. Há 10 anos, o HCor é parceiro do Ministério da Saúde no Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS), colaborando com políticas públicas e iniciativas de aprimoramento para mais de 150 centros médicos de todo país.

arquivo

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Cerca de 40 mil pessoas não retornaram para receber a segunda dose da vacina contra Covid-19

Dados são Vigilância Epidemiológica, que conclama a população a procurar os postos de vacinação e manter o controle da doença

“Concertos Internacionais” apresenta homenagem a Astor Piazzolla

Concerto será transmitido no dia 23 de outubro, às 19h, como parte das comemorações de 91 anos do Theatro Pedro II

Nogueira quer que você receba agua do Rio Pardo nas torneiras

Hoje a agua do DAERP é do aquífero guarani, uma agua mineral será substituída por aguas do Rio Pardo. Você aprova esta mudança?

Atenção: Alerta para tentativa de golpe contra aposentados

Instituto de Previdência orienta beneficiários a não informar dados pessoais ou bancários

Ditador Moraes manda prender e extraditar Allan dos Santos

Se não estamos vivendo em uma ditadura do judiciário, o que se compara com atitudes destes loucos? Maduro, Chaves, Alexandre de Moraes...
- PUBLICIDADE -