InícioSaúdeCom 08 meses de atraso Ribeirão Preto implanta sistema de monitoramento de...

Com 08 meses de atraso Ribeirão Preto implanta sistema de monitoramento de casos de COVID-19

Estrutura montada na Emefem Prof. Alfeu Luiz Gasparini permite ter dados mais completos e ajuda a prevenir expansão da doença

- continua após a publicidade -

Realizar o monitoramento diário de pacientes de coronavírus e de seus contatos, a fim de quebrar a cadeia do vírus e diminuir a taxa de contágio na cidade de Ribeirão Preto. Este é o objetivo do Sistema de Monitoramento e Rastreamento de Casos de COVID-19, implantando pela Prefeitura Municipal em mais uma ação de combate à pandemia.


“O equipamento é mais uma estratégia que estamos empreendendo com o foco na diminuição da taxa de contágio da doença na cidade, mais uma ferramenta importante para o enfrentamento da COVID – 19”, explicou o secretário municipal da Saúde, Sandro Scarpelini.

Operado por profissionais de saúde capacitados, como médicos, dentistas e enfermeiros, entre outros, o objetivo do equipamento é rastrear indivíduos infectados e as pessoas próximas que tiveram contato, além de fazer o isolamento e testagem precoce dos indivíduos.


O resultado, explica a diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, Luzia Márcia Romanholi Passos, é um mapeamento em rede sob os pontos de vista tecnológicos e de relações sociais, além de atividades de vigilância.

“O sistema integra triagem, testagem e rastreamento de pontos de contato de casos confirmados e suspeitos da doença em Ribeirão Preto de forma mais eficaz. O trabalho nos permite automatizar dados dos casos suspeitos e confirmados, permitindo orientar o isolamento de infectados e a identificação de seus contatos, como amigos e familiares, por exemplo, evitando novos contágios e o melhor controle da doença”, explica a diretora.

arquivo

O prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira, que esteve na manhã desta quarta-feira, 16 de dezembro, visitando as instalações do centro de monitoramento implantado na Emefem Prof. Alfeu Luiz Gasparini, falou da importância do equipamento no controle da COVID-19 na cidade.

“O sistema permite que tenhamos a localização e a identificação de quem são os contatos das pessoas infectadas. A partir dessa identificação, as equipes de saúde elaboram uma estratégia de monitoramento diário de aparecimento de sinais e sintomas de COVID, tratamento de forma precoce, que poderá reduzir as taxas de mortalidade e de letalidade e melhor controle no sistema de vigilância epidemiológico municipal”, finalizou o chefe do Executivo.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Oficinas e cursos gratuitos em Ribeirão Preto

Há oportunidades para atividades de música, dança, teatro, artes plásticas e circenses. Confira vagas por unidade e saiba como fazer a inscrição.

240 oportunidades de emprego em Ribeirão e Sertãozinho

Entre as vagas há opções como ajudante de produção, auxiliar administrativo, motorista, vendedor, cuidador de idosos, padeiro, cabeleireiro e manicure.

A economia a “gente vê depois” leva mais de 2 milhões a extrema pobreza

Pelo menos 2 milhões de famílias brasileiras tiveram a renda reduzida e caíram para a extrema pobreza entre janeiro de 2019 e junho deste...

Quem foi vacinado com coronavac continua proibido de entrar em países que aceitam turistas

A santa medicação do Doria, continua proibida em vários países que já abriram suas fronteiras. E como ficam os imunizados que precisam viajar?

‘Sofrimento global’ faz buscas por ajuda emocional e prevenção ao suicídio aumentarem

Psicológicos relatam aumento de transtornos alimentares e psicológicos na pandemia e falam em ‘crises potencializadas’; Centro de Valorização da Vida registrou 147 mil atendimentos a mais apenas em 2020
- PUBLICIDADE -