Início Saúde Campanha contra hepatites estará nesta sexta-feira na Esplanada do Theatro Pedro II

Campanha contra hepatites estará nesta sexta-feira na Esplanada do Theatro Pedro II

- continua após a publicidade -

Dentro da programação da campanha contra Hepatites 2017, promovida pela Secretaria Municipal da Saúde, a coordenação do Programa Doenças Sexualmente Transmissíveis, Aids, Tubercolose e Hepatites Virais, promove nesta sexta-feira, 28 de julho, na Esplanada do Theatro Pedro II, uma série de ações sobre a doença.

O foco é promover a educação preventiva e levar informação à população sobre as hepatites. A ação prevê também vacinação contra Hepatite B e oferecimento de testes para diagnóstico das Hepatites B e C para a população adulta.

Haverá ainda apresentação teatral com a peça “Alô Alô Hepatites”, com a atriz Nina Caliento.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

De acordo com a coordenadora do Programa de Doenças Sexualmente Transmissíveis, Aids, Tubercolose e Hepatites Virais, Lis de Sousa Neves, toda forma de levar informação sobre as hepatites à população é importante e traz resultados positivos. “São doenças silenciosas que nem sempre apresentam sintomas, mas quando aparecem podem ser cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras”.

A doença – A hepatite C é uma inflamação do fígado, causado pelo vírus HCV.  Segundo estimativas atuais da Organização Mundial de Saúde, 6 a 10 milhões de pessoas são infectadas a cada ano no mundo, com 1,4 milhões de mortes. A grande maioria não sabe que tem a doença porque ela é assintomática durante muito tempo. Cerca de 70 a 85% dos infectados com o vírus da Hepatite C adoecem e 20% desses poderão evoluir para cirrose, após um período de 20 a 30 anos. Os pacientes com cirrose apresentam um risco acrescido de desenvolvimento de câncer de fígado.

A infecção pelo vírus da Hepatite B é transmitida principalmente pelo sangue e por via sexual, mas também pode ocorrer transmissão vertical, da mulher gestante para a criança. Os indivíduos com infecção crônica também apresentam risco de doença hepática avançada (cirrose, câncer de fígado) após um período variável de tempo, cerca de 10 a 30 anos.

As  hepatites virais B e C, podem ser transmitidas através de relação sexual sem preservativo, pelo uso compartilhado de agulhas, seringas, navalhas, materiais para manicure e pedicure, aparelhos de barbear, por equipamentos não esterilizados em procedimentos médico-odontológicos, tatuagem, colocação de piercing e acupuntura. A mãe infectada com o vírus da hepatite B também pode transmitir a doença para o bebê.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Ribeirão Rodeo Music anuncia data da edição 2021 e programação com grandes nomes do universo sertanejo

O evento, que acontecerá entre os dias 17 e 24 de abril, terá Marília Mendonça, Zé Neto & Cristiano, Gusttavo Lima entre outras atrações de destaque

Pelé representou “o talento absoluto do futebol brasileiro”

Aniversário do Pelé: rei do futebol completa 80 anos neste dia 23 de outubro

Apoiado pelo Papa Francisco, Cartórios de São Paulo registraram quase 24 mil uniões civis homoafetivas

Os números divulgados pelo IBGE mostram que os casamentos homoafetivos vem aumentando ano a ano desde sua regulamentação, com crescimento ainda mais considerável nos últimos anos

Vanderley Caixe (PC do B) tem candidatura cancelada

Essa foi a terceira impugnação imposta pela Justiça Eleitoral.

Faculdade Cultura Inglesa lança cursos gratuitos para preparar para o ENEM

Serão três versões disponíveis para os alunos: em Língua Inglesa, Língua Portuguesa e, por último, Preparatório ENEM: Literatura