InícioSaúdeCâmara exige ‘vacina’ de servidores

Câmara exige ‘vacina’ de servidores

Até Junho não compraremos em marcados, não entraremos em postos de saúde, entre outros constrangimentos aplicados aos não vacinados. Apocalipse 13:16-18

- continua após a publicidade -

A Câmara de Ribeirão Preto decidiu nesta quinta­-feira, 13 de janeiro, que irá exigir a vacinação contra o coronavírus de todos os ser­vidores lotados no Palácio Antônio Machado Sant’Anna, sede do Legislativo, e no Edi­fício Jornalista José Wilson Toni, onde ficam os gabinetes dos 22 vereadores.

A medida vale para os 93 funcionários concursados e também para os 110 comissio­nados ligados aos parlamen­tares – cinco por gabinete.

A decisão foi anunciada após reunião entre os vereadores da Mesa Diretora e o Comitê Téc­nico de Contingenciamento da Covid-19 do Legislativo.

A exigência foi anunciada ao Tribuna pelo presidente da Câmara, Alessandro Maraca (MDB), e os servidores terão de apresentar o comprovante ao departamento de recursos humanos da Casa de Leis. A medida foi baseada em deci­são do Supremo Tribunal Fe­deral (STF).

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Em 17 de dezembro, o STF decidiu sobre a compe­tência do Poder Público em exigir a vacinação dos servi­dores. Na próxima terça-fei­ra, 18 de janeiro, a Câmara de Ribeirão Preto publicará, no Diário Oficial do Município (DOM), um ato da presidên­cia com a obrigatoriedade.

O Legislativo também decidirá, até dia 18, se esta exigência será estendida aos munícipes que frequentam a Casa de Leis. Neste caso, os frequentadores terão de apresentar o comprovante de vacinação, o chamado “pas­saporte da vacina”.

A decisão também deverá constar do ato a ser publicado no Diário Oficial do Município. A Câmara de Ribeirão Preto está em recesso parlamentar e as sessões voltarão a ser rea­lizadas no dia 3 de fevereiro, primeira quinta-feira do mês.

O Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto, Guatapará e Pradópolis (SS­M-RPGP) decidiu cobrar, por meio de ofícios, a prefeitura e a Câmara de Vereadores para que estabeleçam regras mais rígidas em relação ao acesso de pessoas a seus edifícios.

Prega que os poderes Execu­tivo e Legislativo devem exigir o comprovante de vacinação, o popular “passaporte da vacina”, também dos munícipes que fre­quentam estes locais. O prefeito Duarte Nogueira (PSDB) anun­ciou, na tarde de terça-feira (11), que a Secretaria Munici­pal de Saúde afastou 337 servi­dores por causa de covid-19 e síndromes gripais.

Presente na coletiva de imprensa, realizada no Palá­cio Rio Branco, o secretário José Carlos Moura informou que na lista estão 17 médicos, 108 técnicos em enferma­gem, 134 enfermeiros e mais 78 profissionais de outros se­tores da pasta.

Outros 40 são da Fun­dação Hospital Santa Lydia, responsável por Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e pela Unidade Básica e Dis­trital de Saúde Doutor João Baptista Quartin, a UBDS ou Pronto Socorro Central, além do hospital homônimo. No total, 377 profissionais da área estão afastados.

Secretarias, autarquias, fun­dações e outras repartições públicas ligadas à prefeitura de Ribeirão Preto passaram a soli­citar de seus servidores a apre­sentação do comprovante de vacinação contra o coronaví­rus, o popular “passaporte da covid-19”. A cidade tem cerca de 14.970 funcionários públi­cos municipais na ativa.

No dia 25 de agosto do ano passado, por meio do decre­to número 194, publicado no Diário Oficial do Município (DOM), a prefeitura de Ribei­rão Preto tornou obrigatória a vacinação contra a covid-19 para os servidores.

“De acordo com a legisla­ção, o trabalhador que recusa o imunizante sem justificativa prévia, sofre penalidades den­tro da legislação municipal”, diz a prefeitura.

A aplicação é válida aos tra­balhadores da administração direta, autarquias e fundações municipais. O Tribuna apu­rou que secretarias como a da Fazenda e da Saúde, e o depar­tamento de recursos humanos da prefeitura, têm solicitado o comprovante. A reportagem também teve acesso à mensa­gem de aplicativo em que uma unidade de saúde solicita aos servidores o encaminhamento do comprovante, por e-mail.

Com informações de tribunaribeirao.com.br

Até Junho não compraremos em marcados, não entraremos em postos de saúde, entre outros constrangimentos aplicados aos não vacinados. Apocalipse 13:16-18

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Descansa Olavo de Carvalho aos 74 anos

O corpo descansou, mas o "parteiro" do conservadorismo nunca morrera, suas ideias e pensamentos criaram raízes

Últimas vagas para cursos profissionalizantes na Celso Charuri

São 24 vagas para Torneiro Mecânico e seis para Construtor de Alvenaria; aulas começam em fevereiro

Parceria garante laboratório especializado em Genética Molecular para Ribeirão Preto

Entre as aplicações, poderão ser desenvolvidos, por exemplo, estudos oncológicos, farmacológicos, de doenças raras, de célula-tronco, entre outros.

Ultimo prazo para negociação de dividas com a prefeitura termina dia 31

Programa de regularização de débitos oferece descontos de até 100% nos juros e 90% nas multas para pagamentos à vista e possibilidade de parcelamento em até 36 vezes

Camping e Restaurante Vale dos Sonhos

Uma opção para passar os feriados ou então dar aquela fugidinha de final de semana, a uma hora de Ribeirão Preto, o local oferece diversão e descanso para toda família
- PUBLICIDADE -