InícioRegiãoSerranaNúcleos Verde e Rosa do 'Bom de Nota, Bom de Dança' preparam...

Núcleos Verde e Rosa do ‘Bom de Nota, Bom de Dança’ preparam ação de preservação ambiental em Serrana

- continua após a publicidade -

Na manhã do próximo domingo (1º), os núcleos verde e rosa de Serrana do “Bom de Nota, Bom de Dança” participarão de uma ação de preservação ambiental. As crianças atendidas pela iniciativa vão realizar o plantio de mudas de árvores no Parque Bela Fonte. Uma das mais esperadas é o Jequitibá-Rosa, espécie que representa, hoje, a árvore mais antiga existente no Brasil, com 3.020 anos. Carinhosamente chamada de “Patriarca”, ela está localizada no Parque Estadual de Vassununga em Santa Rita do Passo Quatro, em São Paulo. Além dela, também serão plantadas mudas de Ipê roxo, Ingá e Angico.

O Parque ainda não conta com exemplares das espécies Jequitibá-Rosa, Ipê e Ingá, por isso a escolha pelas árvores. “No local, há uma Angico já adulta e vamos plantar mais uma”, explica a assistente de coordenação do núcleo verde, Josiane Lima dos Santos.  

Na oportunidade, os alunos dos dois núcleos também vão participar de uma breve palestra, que será ministrada pelo guarda ambiental José Nilton Mota e pela bióloga Vitória Amaral de Moura. Os profissionais vão falar um pouco mais de cada uma das espécies plantadas, a importância das árvores para o planeta e os cuidados necessários com a natureza. O objetivo principal é conscientizar e estimular mudanças de comportamento para a construção de uma sociedade ambientalmente sustentável.

As crianças vão conhecer, ainda, um espaço do Parque reservado ao cultivo de mudas que serão plantadas em outros pontos do município.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

“O mundo em que vivemos hoje muito se esquece do quanto o meio ambiente é importante para a nossa vida. Por isso, precisamos conscientizar as crianças sobre a preservação da natureza. Com esta iniciativa, podemos despertar novas ações nos pequenos, de como agir e cuidar de uma planta, por exemplo, mostrando como ela é fundamental para o nosso bem estar”, comenta Elisângela de Moura Machado, assistente de coordenação do núcleo rosa.

A ação poderá ser acompanhada pelos familiares e amigos dos alunos, além dos moradores de Serrana. “Será um momento muito especial, tanto para as nossas crianças, quanto para a cidade”, destaca Josiane.

Sobre o projeto

Desde fevereiro deste ano, o projeto “Bom de Nota, Bom de Dança” oferece aulas de balé e danças urbanas de forma gratuita para meninos e meninas de sete a 14 anos de idade matriculados na rede municipal de ensino de Serrana. O principal objetivo da iniciativa é levar e fomentar cultura junto às escolas da cidade.

O município conta com dois núcleos: o Verde e o Rosa. No primeiro, as aulas de balé e danças urbanas são realizadas nas escolas Professora Maria Celina Walter de Assis e Professor Edesio Monteiro de Oliveira. Já no núcleo Rosa, as aulas são feitas nas escolas Jardim Dom Pedro I e Elizabeth Sahao.

Além dessas atividades, os alunos também recebem, de forma gratuita, lanche após cada aula e uniforme. A iniciativa trabalha, ainda, metodologia de controle de talentos, incentivando a frequência e o bom comportamento escolar.

O projeto “Bom de Nota, Bom de Dança” de Serrana é realizado por meio do Programa Nacional de Apoio à Cultura – PRONAC, com recursos incentivados pela Usina da Pedra.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

A economia a “gente vê depois” leva mais de 2 milhões a extrema pobreza

Pelo menos 2 milhões de famílias brasileiras tiveram a renda reduzida e caíram para a extrema pobreza entre janeiro de 2019 e junho deste...

Quem foi vacinado com coronavac continua proibido de entrar em países que aceitam turistas

A santa medicação do Doria, continua proibida em vários países que já abriram suas fronteiras. E como ficam os imunizados que precisam viajar?

‘Sofrimento global’ faz buscas por ajuda emocional e prevenção ao suicídio aumentarem

Psicológicos relatam aumento de transtornos alimentares e psicológicos na pandemia e falam em ‘crises potencializadas’; Centro de Valorização da Vida registrou 147 mil atendimentos a mais apenas em 2020

Dirigente do Botafogo esquece a tradição e coloca o time entre os da várzea

Agora a torcida vai precisar trocar os bumbos e tambores por rosário, bíblia e agua benta, se não quiser estar ao lado do Leão

Governo federal anuncia dose de reforço para profissionais de saúde

Aplicação extra ocorrerá a partir de seis meses da imunização completa
- PUBLICIDADE -